As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 07-08-2006. Acessado 387 vezes.
Título da Postagem:Desordem do Crime
Titular:Dr. Nivaldo Cordeiro
Nome de usuário:NivaldoCordeiro
Última alteração em 07-08-2006 @ 11:26 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Curriculum 
Vitae

 

 

 

Autor: * Dr.Nivaldo Cordeiro

 

15/05/2006

Quis o destino que o feriado decretado pelo crime organizado – isso mesmo, senhores leitores – hoje em São Paulo coincidisse com a abertura do Seminário Internacional “Democracia Liberal”, evento patrocinado pela Associação Comercial de São Paulo e pelo Mídia Sem Máscara (www.midiasemmascara.org), com suporte da Atlas Foundation. Dentro da sala do seminário eu recebia por torpedos do telefone celular notícias de parentes e amigos sobre a paralisação progressiva das atividades produtivas, educacionais, de transporte e afinal tudo entrando em colapso. Foi um dia de terror.

Fomos falar e ouvir sobre liberdade com o caos imperando nas ruas e o crime acuando as autoridades, uma grande ironia do destino. A liberdade hoje desapareceu na nossa querida São Paulo.O poder de Estado cessou na principal unidade da Federação brasileira. Um dia de luto para os cidadãos ordeiros e cumpridores da lei.

Mas será apenas culpa do crime organizado? Todos sabemos que a tibieza dos nossos governantes é que deu força logística e apoio político para que as organizações criminosas chegassem ao porte que chegaram. É a força dos partidos vinculados ao Foro de São Paulo que fez prevalecer a ausência da lei, um verdadeiro toque de recolher determinado implicitamente e com hora marcada – às 20:00 horas – por própria sugestão de organismos policiais.

Noticias que não consegui confirmar dão contas de atentados em toda grande São Paulo, com queima de creches, de escolas, de agências bancárias, de ônibus, tiros em estações do Metrô, tudo em uma demonstração de força subversiva nunca antes vista no Brasil. Não creio que meros criminosos encarcerados teriam o poder de mobilizar tal caos. É evidente que forças políticas maiores manejaram os celerados, dos quais fizeram seu braço armado e seu instrumento de ação política. Não é possível descolar os fatos de hoje de sucessão presidencial que se avizinha.

O Sr. Luiz Inácio Lula da Silva foi o primeiro presidente do malfadado Foro São Paulo e seu partido pretendeu liderar a revolução comunista continental, ora em marcha. Os documentos sobre isso estão disponíveis para quem quiser ver. O que eu não imaginei é que a mobilização guerrilheira, que outra palavra não há no dicionário para definir o que se passa em São Paulo, se desse antes das eleições. Vivemos o caos inspirado pelo terror.

As autoridades constituídas no Estado precisam tomar providência e abandonar de uma vez por todas a pusilanimidade assentada na tal política de direitos dumanos, que só serve para dar hábeas corpus preventivo a vagabundos e desarmar ao agentes da lei. Tecnicamente é como se estivéssemos em guerra civil, com sublevados matando forças policiais, juizes e autoridades ligadas ao sistema prisional. Não resta ao governador Cláudio Lembo que não pôr todo o poder de fogo das polícias contra os meliantes e, se não for o bastante, chamar as Forças Armadas em socorro.

O governador não pode permitir que haja mais um dia desses no Estado. Seria a desmoralização completa do poder constituído. Só a força poderá colocar as coisas no lugar, no curto prazo.

É necessário que aqueles comprometidos com a liberdade e a democracia passem a militar contra as forças engajadas no Foro de São Paulo. Vimos o que podem fazer internamente, eliminando a condição de segurança necessária a uma vida normal. Vimos o que fizeram na Bolívia, permitindo a governantes estrangeiros tomarem os bens de brasileiros e determinarem os destinos maiores da Nação. Vimos o presidente da República brasileira de joelhos diante do canastrão Hugo Chávez e do ditador Fidel Castro.

Basta! Que se restabeleça a Ordem! Que volte a dignidade nacional! Que aqueles engajados no Foro de São Paulo sejam denunciados como traidores da Pátria e sublevados contra a Nação, a começar pelo PT e pelo presidente Lula. Chega de mentiras e propagandas enganosas. O povo não é bobo.

Precisamos lutar de novo pela Liberdade




Bookmark and Share
Outas colaborações de NivaldoCordeiro
Veja Mais
Perfil de NivaldoCordeiro
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!