As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 22-06-2011. Acessado 880 vezes.
Título da Postagem:Ensaio da morte: A morte física na era da tomografia computadorizada pós-Kardec
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 22-06-2011 @ 04:43 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]

O ENSAIO DA MORTE: A MORTE FÍSICA NA ERA DA TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E PÓS-KARDEC

BAIXE O ENSAIO COMPLETO NO LINK A SEGUIR PARA CONTINUAR O ENTENDIMENTO DA MORTE FÍSICA, NA ERA DA TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA:

LINK: HTTP://WWW.ADMINISTRADORES.COM.BR/INFORME-SE/PRODUCAO-ACADEMICA/A-MORTE-FISICA-NA-ERA-DA-TOMOGRAFIA-COMPUTADORIZADA-E-POS-KARDEC/4192/

É ANTIGA A QUESTÃO DO HOMEM SOBRE A MORTE. OS FILÓSOFOS GREGOS JÁ FALAVAM DA ALMA. ALAN KARDEC DENOMINOU DE ESPÍRITO (1855) E CHICO XAVIER, EM 1943 EM SEU LIVRO MEDIÚNICO “MISSIONÁRIOS DA LUZ” DIVULGOU, ATRAVÉS DO ESPÍRITO “ALEXANDRE”, SOBRE A EXISTÊNCIA DA ALMA – O ESPÍRITO ENCARNADO, LIGADO AO CORPO – E DA GLÂNDULA PINEAL OU EPÍFISE, QUE É A ÚLTIMA PORÇÃO ORGANIZADA DA MATÉRIA ORGÂNICA. POR QUE É A ÚLTIMA PORÇÃO DA MATÉRIA?

ATRAVÉS DAS GUERRAS E DAS CHACINAS, EM MORTES E MUTILAÇÕES DOS CORPOS HUMANOS, E A PARTIR DAS MUTILAÇÕES E MORTES, NAS FÁBRICAS NO INÍCIO DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL, DE 1780 A 1890, A HUMANIDADE PASSOU A ENFRENTAR UM NOVO TIPO DE MORTANDADE. ALÉM DAS DOENÇAS CONTAGIOSAS, DAS PESTES E DAS GUERRAS “TRADICIONAIS”.

MAS, O TRATO CIENTÍFICO DAS MUTILAÇÕES SÓ COMEÇOU COM A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL - INGLATERRA, JÁ QUE NÃO SE PODIA FICAR MUTILADO NO TRABALHO, NUM CLIMA QUE NÃO ERA O DE GUERRA. E OS MUTILADOS SEMPRE DESPERTARAM A CURIOSIDADE DAS PESSOAS. O MANETA, O PERNETA, O SEM DEDOS, O SEM OLHOS (CEGO), O PARALÍTICO, O TETRAPLÉGICO SEMPRE FORAM, DESDE AS GUERRAS PRIMITIVAS, CURIOSIDADES SOCIAIS. CHEGARAM ATÉ VIRAR CURIOSIDADES DE CIRCOS E APRESENTAÇÕES MACABRAS.

DURANTE A 1ª GRANDE GUERRA MUNDIAL COMEÇARAM A SURGIR OS RELATÓRIOS MÉDICOS SOBRE FERIDOS, MUTILADOS E MORTOS. E HAVIA UMA CURIOSIDADE BÁSICA, SOBRE OS MUTILADOS: SE SENTIRAM DORES, SE CHEGARAM A SE ADAPTAR COM A SITUAÇÃO, SE TÊM SONHOS PORTANDO OS MEMBROS PERDIDOS / DECEPADOS OU OS SENTIDOS SENSORIAIS PERDIDOS, SE AINDA SENTEM A PRESENÇA DOS MEMBROS E ETC.

A PRÓPRIA MEDICINA EVOLUIU COM OS APARELHOS DE SUPORTE E SUSTENTAÇÃO DA VIDA, MECANISMOS DE RESSUSCITAÇÃO, MEDICAMENTOS PODEROSOS, FORMAS DE ALIMENTAÇÃO DO MUTILADO, RECURSOS DE PRÓTESES, A MEDICINA ROBÓTICA, CIRURGIAS COM VISÃO MICROSCÓPICA E CAPTAÇÃO DE IMAGENS E ETC. ALÉM DE TECNOLOGIA DE “RE-IMPLANTES” OU ENXERTOS COMPATÍVEIS.

HOJE UMA PESSOA PODE PASSAR 10, 20 OU 30 ANOS “LIGADA” A APARELHOS DE SUPORTE E SUSTENTAÇÃO DA VIDA, COMO EM “ESTADO DE COMA” – E VOLTAR À VIDA COMO CONHECEMOS. E NÃO É “CONSIDERADA MORTA”. ESTÁ VIVA DESDE QUE SUAS FUNÇÕES CEREBRAIS, NUMA DADA ESCALA DE REFERÊNCIA PARA CLASSIFICAR REAÇÕES, INTERAÇÕES OU REFLEXOS, AINDA PERMANEÇAM EM “FUNCIONAMENTO”. A AUDIÇÃO FICA EM FUNCIONAMENTO, ASSIM COMO A VISÃO, O OLFATO E O PALADAR. OS ÓRGÃOS INTERNOS FUNCIONAM E POR ISSO DEVEM SER “ALIMENTADOS”. AS FUNÇÕES FISIOLÓGICAS CONTINUAM “OPERANDO” SUAS EXCREÇÕES.

OS MUTILADOS VIVEM COM A AUSÊNCIA DAS SUAS PARTES QUE “MORRERAM”. OLHAM SUAS EXTREMIDADES FALTANTES.

HÁ IMPACTO DE PARTES “MORTAS”. MAS, A PESSOA ESTÁ VIVA. AQUELA PARTE QUE “MORREU” LHE TIROU ALGUMA HABILIDADE OU TALENTO. MAS, A PESSOA PROSSEGUE A VIDA COM DEFICIÊNCIA FÍSICA OU MENTAL. MAS ESTÁ VIVA.

OS SOLDADOS SEMPRE COMENTARAM, APÓS AS GUERRAS, QUE SEUS AMIGOS MORTOS, ERAM TIRADOS DO CONVÍVIO MILITAR, ATRAVÉS DA MORTE EM COMBATE. E HAVIA O VAZIO. TODO O CORPO DO SOLDADO MORTO, DEVERIA SER ENTERRADO. E, PORTANTO, ESSE DESAPARECEU PARA A VIDA. QUANDO MORRE UM ENTE QUERIDO NOSSO ESSE IMPACTO ACONTECE. MAS, NA GUERRA ISSO OCORRE A TODA HORA, MUITO EMBORA O PEQUENO TEMPO DE CONVÍVIO ENTRE ELES, A LUTA PELA VIDA NA GUERRA PRODUZ LAÇOS VÍVIDOS E PERMANENTES.

ALGUNS SOLDADOS CHEGAM A “CONVIVER” COM SEUS AMIGOS “MORTOS”, QUE OS ACOMPANHAM NAS BATALHAS E NAS CAMPANHAS, QUE AINDA CONTINUAM A OCORREREM. NÃO É SURTO OU HISTERIA É QUE O SOLDADO VIVE NO “DUALISMO ENTRE A VIDA E A MORTE”. ENTRE VER A ALMA E VER O CORPO ...

RECENTEMENTE, DESDE OS ANOS 1950, APÓS A 2ª GRANDE GUERRA MUNDIAL, COMEÇARAM A SURGIR RELATOS DE SOLDADOS, EM ATENDIMENTO EMERGENCIAL, QUASE “MORTOS”, CAMINHANDO PARA O ÓBITO, QUE RELATAVAM APÓS SEREM RESSUSCITADOS TUDO QUE OS SEUS ATENDENTES CONVERSARAM.

E QUE ESTIVERAM “FLUTUANDO” SOBRE O CENÁRIO CIRÚRGICO, VENDO SEUS CORPOS SEREM “ATENDIDOS”.

MAIS TARDE OS MÉDICOS DE DIVERSOS HOSPITAIS INICIARAM RELATOS SEMELHANTES. QUANDO COMEÇOU A “ERA DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA” DE TAIS RELATOS.

DESDE ALAN KARDEC, FRANÇA - ENTRE 1855 E 1865, QUEM CODIFICOU O ESPIRITISMO, A QUESTÃO DA MANIFESTAÇÃO DO ESPÍRITO, E DA VIDA APÓS A MORTE, VISTA COMO CIÊNCIA, DESPERTOU A CURIOSIDADE EM SE INVESTIGAR INSTRUMENTALMENTE OS FENÔMENOS ENTRE A VIDA E A MORTE.

TENDO JÁ HAVIDO A ACUMULAÇÃO DE CONHECIMENTOS SOBRE O CORPO HUMANO E DE QUASE TODAS AS SUAS FUNÇÕES, ÓRGÃOS E SISTEMAS A CIÊNCIA PODE IR DETERMINANDO O “PONTO EM QUE A PESSOA AINDA ESTÁ VIVA E O LIMITE ALÉM NO QUAL ELA ESTARÁ MORTA”. MAS, MORTA PARA O MUNDO MATERIAL.

O MISTÉRIO TODO SE ASSENTA NO NOSSO “CÉREBRO”. O CÉREBRO É O ÓRGÃO DO CORPO HUMANO QUE EXPRESSA A VIDA SENSORIAL E COGNITIVA DO HOMEM, COMO UM TODO.

A COMUNICAÇÃO HUMANA É COMANDADA POR ELE. AS FUNÇÕES ANALÍTICAS E DE CRIAÇÃO. AS ARTES E DE INVENTIVIDADE. AS FUNÇÕES VOLUNTÁRIAS E AS INVOLUNTÁRIAS. BATIMENTOS CARDÍACOS, PRESSÃO E FLUXOS, ENERGIA E AS ATIVIDADES MOTORAS E FISIOLÓGICAS.

O CÉREBRO COMANDA AS PERCEPÇÕES SENSORIAIS DOS SENTIDOS, CONJUGA UMA COMBINAÇÃO GRANDIOSA DE ENTENDIMENTOS E COMPREENSÃO, ACUMULA INFORMAÇÕES, COMO UM ARQUIVO, DE ARMAZENAMENTO ALEATÓRIO, POSSUI SETORIZAÇÃO ESPECIALIZADA, COM LOCALIZAÇÕES ESPECÍFICAS, PARA A FALA, O RACIOCÍNIO, AS ATIVIDADES DE TODO O ORGANISMO, PARA OS RINS, O FÍGADO, OS INTESTINOS, OS PULMÕES (OXIGENAÇÃO), O ESTÔMAGO (ALIMENTAÇÃO) E ETC.

A CIÊNCIA DIZ QUE O CÉREBRO NOS CONFERE A EXPRESSÃO DA PLENITUDE DA VIDA, SUA ENIGMÁTICA CAPTAÇÃO TRIDIMENSIONAL, A PERCEPÇÃO PONDERADA DO NOSSO “SENTIMENTO DE CORPO”, SUA FORMA, DIMENSÕES, ESTÉTICA, SONS, IMAGENS, ODORES, SABORES, SENSAÇÕES TÉRMICAS E TÁTEIS, HUMORES, PENDORES E ETC.

O CORPO HUMANO TEM UMA ESTRUTURAÇÃO ORGANIZADA DA MATÉRIA, PARA A NOSSA PERCEPÇÃO DA EXISTÊNCIA FÍSICA. ONDE DE FATO “EXISTIMOS” É NO COMPUTADOR CHAMADO CÉREBRO. DENTRO DA NOSSA CAIXA CRANIANA ...

AS DEMAIS PARTES DO CORPO SÃO MECANISMOS BIOLÓGICOS PARA A SUSTENTAÇÃO DA VIDA ALOJADA NO CÉREBRO, O QUAL NOS DÁ A PERCEPÇÃO DE TODA A DIMENSÃO DE NOSSA EXISTÊNCIA ... DO CORPO E DE TUDO MAIS.

ENGº LEWTON BURITY VERRI

CREA 74-1-01852-8 UFF – RJ

COPYRIGHT © 2009 - ENGº LEWTON BURITY VERRI  




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!