As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 04-05-2012. Acessado 800 vezes.
Título da Postagem:Os vários tipos de capitalismos, segundo professor de economia em aula para admi
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 04-05-2012 @ 10:33 am
[ Avise alguém sobre este texto ]

Os vários tipos de capitalismos, segundo professor de economia em aula para administradores

Capitalismo, produção, sistema, econômico, economia, administração, ideologia, política, tipos, critérios
 
O Capitalismo ideal possui uma base conceitual bastante clara. Imaginemos que somos fazendeiros em países que praticam atualmente a produção capitalista. Então, você tem duas vacas. Vende uma e compra um touro. Eles se multiplicam, e a economia cresce. Você vende o rebanho e aposenta-se, rico!
 
Mas, o capitalismo é “modificado” em função das crenças e valores das nações, segundo sua gênese e ideologia administrativa de estado. A influência da política nos processos administrativos, tende a forçar um modo de administração da produção da nação, nas suas atividades econômicas.
 
Um professor de economia, calejado por tantos anos de docência, criou uma maneira simples e imediata de ensinar seus alunos a distinguirem a prática real dos diversos tipos de capitalismos pelo mundo afora.
 
Vamos nos informar sobre eles ... Através da veia humorística.

Capitalismo americano:

Você tem duas vacas. Vende uma e força a outra a produzir leite de quatro vacas. Fica surpreso quando ela morre.

Capitalismo japonês:

Você tem duas vacas. Redesenha-as para que tenham um décimo do tamanho de uma vaca normal e produza 20 vezes mais leite. Depois cria desenhinhos de vacas chamados Vaquimon e os vende para o mundo inteiro.

Capitalismo britânico:

Você tem duas vacas. As duas são loucas.

Capitalismo holandês:

Você tem duas vacas. Elas vivem juntas, não gostam de touros e tudo bem.

Capitalismo alemão:

Você tem duas vacas. Elas produzem leite regularmente, segundo padrões de quantidade e horário previamente estabelecidos, de forma precisa e lucrativa. Mas, o que você queria mesmo era criar porcos.

Capitalismo russo:

Você tem duas vacas. Conta-as e vê que tem cinco. Conta de novo e vê que tem 42. Conta de novo e vê que tem 12 vacas. Você para de contar e abre outra garrafa de vodca.

Capitalismo suíço:

Você tem 500 vacas, mas nenhuma é sua. Você cobra para guardar a vaca dos outros.

Capitalismo espanhol:

Você tem muito orgulho de ter duas vacas.

Capitalismo português:
 
Você tem duas vacas. E reclama porque seu rebanho não cresce...

Capitalismo hindu:

Você tem duas vacas. Ai de quem tocar nelas.

Capitalismo argentino:

Você tem duas vacas. Você se esforça para ensinar as vacas mugirem em inglês. As vacas morrem. Você entrega a carne delas para o churrasco de fim de ano ao FMI.

Capitalismo brasileiro:

Você tem duas vacas. Uma delas é roubada. O governo cria a CCPV - Contribuição Compulsória pela Posse de Vaca. Um fiscal vem e te autua, porque embora você tenha recolhido corretamente a CCPV, o valor era pelo número de vacas presumidas (duas) e não pelo de vacas reais (uma). A Receita Estadual, por meio de dados também presumidos do seu consumo de leite, queijo, sapatos de couro, botões, presume que você tenha 200 vacas e para se livrar da encrenca, você dá a vaca restante para o fiscal deixar por isso mesmo...
 
(1) Fonte e autoria desconhecidas.



Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!