As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 24-05-2012. Acessado 917 vezes.
Título da Postagem:Cachoeira, cascatas, crimes federais e o soro da verdade
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 25-05-2012 @ 12:32 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]

Cachoeira, cascatas, crimes federais e o soro da verdade

E as águas vão rolar. Carlinhos Cachoeira no Senado, em seu primeiro dia de depoimentos, disse quase 50 NÃO’s e se reservou só a falar em juízo. Mas, o crime de Cachoeira é um crime FEDERAL. E poderíamos, os eleitores contribuintes, deixarmos um reconhecido chefe do crime, e da ilicitude abominável, ficar calado e tendo recebido mais de R$ 3,0 bilhões – só do PAC, em sua empresa DELTA CONSTRUÇÕES, sem NADA A DECLARAR? E sem NADA A TER FEITO nas obras contratadas? E sem devolver o dinheiro?

Cachoeira é um conhecido bicheiro e contraventor liquefeito na história da corrupção brasileira. E tem muita liquidez. E tem capacidade de molhar as mãos de muitos políticos escroques, tais como a Madalena Arrependida do Demóstenes Torres.

E senadores e senadoras ficaram irritados com as declarações de NADA A DECLARAR de Cachoeira, o que pelo menos não falou nenhuma cascata. E por quais cascatas Cachoeira ficou sem declarar respostas às perguntas feitas pelos (as) senadores (as)? E com tantos crimes e desvios de conduta, tanta falta de decoro e “sem vergonhice” mesmo, quem vai acreditar nos pretensos injuriados senadores e políticos escroques brasileiros, que de tanta lamúria lacrimosa e chorosa, de gotas d’água de crocodilos, que ficamos achando até um “falso melindre” característico da falsidade ideológica, e hídrica, destas rameiras e sinecuras.

Nosso assessor Liutomiro Açú ficou indignado com Cachoeira e com os senadores.

Se por um lado o criminoso depositário de boa parte das verbas dos impostos dos contribuintes para fazer obras de 5ª categoria, pagar comissões a senadores e a políticos escroques, ficou calado, para não criar "indícios de culpabilidade" contra si, já que ninguém é obrigado a constituir provas contra si mesmo, por outro lado a agonia dos senadores, e políticos, alguns com perguntas formuladas, a serem proferidas, para extrair pistas ou indícios, e para ver se estavam no rol dos sacanas da república, a roubarem o dinheiro do eleitor contribuinte, queriam este expediente para ver se seus nomes estavam no meio da enxurrada de merdas da Cachoeira?

Mas, e por quais cargas d'água num delito FEDERAL não se tem a obrigatoriedade de se meter um "soro da verdade no meliante e uns eletrodos do polígrafo", para arrancar do vagabundo uma informação relevante, para começar a lavar a república com a água benta da verdade, escondida atrás das cortinas de espumas da Cachoeira?

Isto deveria ter sido feito com todos os políticos corruptos, deveria ter sido feito com Lula, Palocci, Paulinho da Força, Roberto Jefferson, Dilma, Agnelo Queiroz, os vagabundos dos Correios, Delúbio e o diabo a quatro. E com todo delituoso rameiro que faz arranjos criminais, na marginalidade da impunidade líquida, para roubarem as verbas do contribuinte, em negociatas com dinheiro que é dos outros.

O contribuinte é um ACIONISTA do governo. E como acionistas deveríamos esfolar e escalpelar este bando de filhos da vida iníqua. Por isso muitos iluminados querem “fechar” o congresso, onde habitam traidores do voto, a desviarem condutas e omitirem obrigações. Temos que ter é uma assembléia de acionistas, para contratarmos e demitirmos administradores. Nada de legislativo, já que só legisla em causas próprias - puro desvio de função ... E por que pagaríamos R$ 10 milhões anuais para cada um dos temulentos e ignóbeis parlamentares a molestarem nossas famílias, casas, ruas e instituições?

Congresso indolente e prevaricador com as manias de Satanás. Cria Leis inúteis para juízos inúteis. Ambos inúteis, e para o que servem o legislativo e o judiciário para os contribuintes? São parte da parábola da "figueira estéril" ... São duas abominações leprosas e com encosto diabólico.

Mediante tantas abominações alguns se atrevem a “rever a república”. Sabemos de gente que quer o fim do judiciário, e de se pagar fortunas a juízes da arbitrariedade e da falsidade ideológica dos doutos da lei.

Querem uma reforma profunda do judiciário para um processo eleitoral, "para que este defenda aqueles que lhes pagam o bife", votando-se de fato em juízes produtivos, assertivos em suas sentenças e capazes de consolidar a justiça social e econômica. A atual justiça é de rábulas. E é mais fácil constituir históricos curriculares de juízes do que de políticos: os primeiros até podem trabalhar e os segundos só arranjam vadiagens e conspirações ...

O certo é que a república está por um fio d’água ...

A república de Platão, da velha Grécia, foi pelo ralo da história mundial da democracia. A Grécia propôs a república e a mesma Grécia está acabando com ela – a crise grega é exemplo do fim de um modelo proposto por quem acabou de matá-lo. Por isso é que as repúblicas agonizam, já que a democracia representativa não atende as necessidades e as demandas da atual sociedade global.

E a morte da república ocorre aqui, também. Está morta: executivo, legislativo e judiciário. Câmara e senado, tudo apodrecido - está como túmulos caiados, bonitos por fora e estragados por dentro.

Grécia e Brasil são dois países com iguais índices de corrupção, segundo a Transparência Internacional, e as temeridades administrativas, agregadas por corrupção cavalar, só fazem desmontar uma república. E o povo grego, os inventores da república, é agora vítima de sua própria “inovação político-administrativa”.

Brasil: nota 3,7, em 69º lugar de MENOS CORRUPTO, em 2010 – Transparência Internacional e Grécia: nota 3,5, em 78º lugar – em mais de 200 países.

http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%8Dndice_de_Percep%C3%A7%C3%B5es_de_Corrup%C3%A7%C3%A3o - Os resultados mostram que sete de cada dez países (e nove de cada dez países em desenvolvimento) possuem um índice de menos de 5 pontos em 10. Países emergentes e em desenvolvimento NÃO SE DESENVOLVEM DE FATO por causa da corrupção!

No caso brasileiro nos últimos 10 anos, todo o período da governança petista, foi roubado dos cofres públicos o montante de R$ 720 bilhões, segundo o link ao lado: http://osmarserraglio.blogspot.com.br/2011/10/r-720-bilhoes-roubados-pela-corrupcao.html . Ou seja, cerca de 8 vezes o atual orçamento da SAÚDE (R$ 92 bilhões) de 2012. E neste período o Brasil teve um estupendo aumento de milionários, segundo os rankings internacionais.

A Grécia agora pede consenso em torno de administração tecnocrática, com administração científica e responsável. Mas, terá que “eliminar” todos os políticos e administradores públicos corruptos ...

Não podemos mais ficar "financiando" artifícios jurídicos, formulados para os bandidos da política que se desembestam a administrar o Brasil, junto com a escória mafiosa de contraventores que os ajudam a desviar os recursos arrecadados dos impostos pagos pelos eleitores contribuintes.

Como sempre fez no governo petista, o atual advogado do Cachoeira, o contumaz Thomaz Bastos faz a aplicação de artifícios jurídicos, formulados para os bandidos da política que se desembestam a administrar o Brasil. E o Petismo jamais nomeou um ministro de alta capacidade técnica, moral e muito bem qualificado para o processo administrativo ministerial, nestes últimos 10 anos.

Ô justiça de rábulas, que este país tem ... Até Renan Calheiros foi ministro da justiça: Thomaz Bastos, Tarso Genro e agora o "desmentalizado" José Cardozo. Aqui os governos fazem sacanagens com a justiça, e respondem por mais de 80% das demandas judiciais do país, por processos relacionados à incompetência administrativa e a falta total de qualificação profissional.

Como ministro da justiça petista, no 1º mandato do Lula, este espertalhão – Thomaz Bastos - ensinou aos petistas a "arte da blindagem" ... Aprenderam a "blindar" crimes lesa-pátria, e a dar respostas que camuflam "indícios de culpabilidade". Isto não interessa ao eleitor contribuinte - queremos a verdade, metendo o "soro da verdade no meliante e uns eletrodos do polígrafo" no traseiro dele. Pois, quem faz o que se fez "não tem cérebro", e os eletrodos devem ficar no traseiro mesmo - de onde saem as cagadas.

E blindar crimes os anula, como se apagam as luzes e surge a escuridão? Blindar crimes blinda o que mesmo? Blindar é o mesmo que impedir o ataque? Blindar é impedir a infiltração e a desconstrução? Ou blindar é impedir a revelação da verdade? Se blindar é impedir a revelação da verdade, então não se pode impedi-la para o contribuinte, e qualquer tentativa ou proposta, que seja jurídica ou de máfia, para esconder a revelação da verdade, será crime de alta traição contra a soberania do país e a liberdade de escolhas dos eleitores contribuintes.

Se, somos “obrigados” a votar nas merdas que nos impõem terão que, em correspondência, zelar pelo bom processo administrativo e pelo decoro em qualquer cargo ou função pública e administrativa: executivo, legislativo e judiciário (por meio de eleições).

Se ninguém deve criar "provas contra si", nenhum canastrão poderia estar em cargos públicos, pois só em participar do exercício de tais cargos o meliante já se "declara suspeito" de crimes contra o contribuinte e de crimes FEDERAIS. E poderia uma justiça de rábulas condicionar o velho jargão, numa nação governada por bandoleiros, e bandidos, de que ninguém deve criar provas contra si? E ninguém deve impedir a revelação da VERDADE – a revelação da verdade é sagrada para sacramentar a assertividade do voto e das escolhas.

Se ele – o sujeito meliante - não deve criar provas contra si, pode ele livremente criar "provadas sacanagens" contra o contribuinte? Nos incidentes de corrupção da república sempre alguém foi lesado, nós somos vítimas de abusos que estes canalhas cometem e temos que ficar calados junto com as cascatas das cachoeiras caladas da corrupção?

O petismo conseguiu deixar de "sangrar" na CPI do Cachoeira. E as águas vão desaguar no mar de lamas desta república em agonia técnica, moral e administrativa. Depois do erro estratégico do Lula, sempre este desgraçado, em fazer acontecer a dita CPI, o petismo conseguirá evitar a chuva de merda no ventilador da história do Brasil?

E Cachoeira nem cascatas irá falar. Só com "soro da verdade no meliante e uns eletrodos do polígrafo" no traseiro dele.

Abraços,

Lewton




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!