As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 11-06-2012. Acessado 632 vezes.
Título da Postagem:Quais poderiam ser as Atividades Gerais e Curriculares de vendedor e comprador
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 11-06-2012 @ 04:13 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]

Quais poderiam ser as Atividades Gerais e Curriculares de vendedores e compradores?

Tags: Compras, vendas, educação, treinamento, conhecimentos, capacitação, habilitação, habilidades, competência, lista de funções, relação de obrigações, campos, área, padrões, qualidade, quantidade, economia, motivação, motivacional, palestras, cursos, dirigismo, know-how, programa, plano, cargos, desempenho, RH, recursos, humanos, departamento, consultoria, recrutamento, seleção, profissionais, trabalhadores, empregados

Quais seriam estas atividades para empregados e trabalhadores de empresas de engenharia e tecnologia? Como poderíamos selecionar currículos que viessem a atender as necessidades das atividades de vendas e compras em empresas deste perfil? Como poderia ser um programa pleno de educação e treinamento de profissionais para tais cargos?
 
Já estivemos em curso internacional de compras e vendas. Fomos a um sem número de palestras motivacionais sobre estes assuntos. Assistimos filmes e vídeos de companhias de teatro sobre dramatizações relacionadas às compras e as vendas de uma empresa. Levaram-nos a várias empresas nacionais e internacionais para demonstrar o exercício das ações praticantes e sobre como se prepara um profissional para compras e vendas. Lemos alguns livros ...
 
Mas, nunca nos mostraram um manual sequer que contivesse apenas uma listagem de atividades para formação de profissionais em compras e vendas. Muitos departamentos e empresas de RH – Recursos Humanos têm recrutado profissionais, para tais funções, em que se baseiam numa ficha de descrição ocupacional nos cargos de compras e vendas.
 
Grande parte da educação e treinamento de profissionais para tais atividades se baseia no mero envolvimento da pessoa nos atos formais de compras e vendas, num modo de automatismo, sem dar meios para o ocupante raciocinar plenamente sobre seus atos de compra e venda.
 
O comprador “coloca materiais para dentro da empresa” e o vendedor “coloca materiais para fora dela”. Entretanto, ambos seguem normas e padrões técnico-comerciais, baseados no modo de marketing “market-in”, extraindo as necessidades materiais dos seus fornecedores: 1. A empresa compra de fornecedores qualificados, para maximizar a materialidade do que compra, 2. As vendas da empresa são feitas sob “encomendas” genéricas e específicas, tendo extraído previamente os padrões qualitativos, quantitativos e econômicos dos seus clientes.
 
O modo de marketing “market-out”, caiu em desuso pelo fato de que as características da materialidade dos produtos eram formuladas de dentro da empresa para fora dela – como impositivas. Vendo isto a você por que é assim que sei produzir ...
 
Um bom comprador e um bom vendedor devem ter envolvimentos com este mecanismo de extração das necessidades dos usuários, do processamento dos materiais em processos que agreguem o atendimento a tais necessidades e do sistema de controle da qualidade, expedição e distribuição. Ambos não são autômatos ... Deverão ser capazes de correlacionar as necessidades, aos materiais e aos processos e procedimentos de obtenção e entregas.
 
Além do que a empresa deverá habilitá-los às comunicações, as rotinas, as obrigações, as normas e aos padrões da política e da prática de trabalho da mesma. E quais atividades poderíamos convencionar para colocar o profissional mais a frente em conhecimentos e habilidades?
 
Bom deveriam ser atividades que englobassem todo o “mínimo de conhecimentos e habilidades” para que as compras sejam positivas qualitativamente e quantitativamente. E assim o mesmo para as vendas.
 
E como poderíamos relacionar um conjunto de atividades curriculares e funcionais, para indicarmos o campo de conhecimento aplicável e a extensão da habilitação prática, ambos, em horas – carga horária?
 
Segundo o nosso entender, e vivência, em empresa de engenharia e tecnologia podemos sugerir a relação abaixo:
 
1. Acompanhar a evolução dos procedimentos de Compras e corrigir anomalias;
 
2. Acompanhar a evolução dos procedimentos de Vendas e corrigir anomalias;
 
3. Acompanhar as Pesquisas, Estudos e Análises de Mercado e operações da Empresa;
 
4. Apoiar a efetivação da Avaliação e a Qualificação de Fornecedores;
 
5. Apoiar as Campanhas de Promoções e Descontos de Preços e Propagandas na Mídia;
 
6. Apoiar e participar dos eventos promocionais de propaganda, feiras e exposições;
 
7. Apoiar os procedimentos das Compras, o Controle de Estoques e seus Resultados;
 
8. Apoiar promoção de vendas e de ponta de estoques;
 
9. Articular a manutenção das lojas em condições adequadas para o atendimento, tais como mostruários, catálogos, amostras, estantes e os recursos necessários para seu serviço;
 
10. Articular as atividades de apoio no Pátio, nos Estoques, Recebimento e Expedição de Materiais e Insumos, de Manutenção e Conservação de Equipamentos, Instalações e Veículos e seus Resultados;
 
11. Articular o levantamento de preços da concorrência e manter-se informado dos Preços e dos Produtos em disposição nos Estoques da empresa;
 
12. Coordenar as atividades de Vendas e seus Resultados, por designação do Supervisor;
 
13. Cumprir as determinações dos Manuais e Instruções aplicáveis;
 
14. Digitar cartas, documentos, procedimentos, instruções e memorandos a pedido do Supervisor;
 
15. Efetivar contatos com os Clientes e minimizar suas Reclamações;
 
16. Efetuar Pesquisas de Marketing, Estudos de Mercado e a Evolução de Concorrentes, por designação do Supervisor;
 
17. Efetuar substituição, nas operações de Vendas, dos Vendedores ausentes ou em horário de almoço;
 
18. Efetuar uma boa recepção e bom atendimento pessoal dos fornecedores e clientes, por designação do Supervisor;
 
19. Fazer contatos com os Fornecedores e apresentar Sugestões e Reclamações;
 
20. Implementar as novas rotinas e padrões de trabalho no setor;
 
21. Implementar contatos com Autoridades, Fornecedores e Clientes;
 
22. Manter atualizados os recursos de vendas, tais como: estantes, prateleiras, catálogos e mostruários de Materiais e Insumos destinados às Vendas;
 
23. Manter organizados os arquivos e documentações relacionadas às atividades do setor de trabalho;
 
24. Manter-se atualizado sobre os produtos, os materiais e suas características, suas propriedades e garantias, tanto de produtos vendidos, quanto de comprados pela empresa;
 
25. Operar programas / softwares com transações eletrônicas de consultas diretas e emissão de relatórios operacionais e gerenciais, em computadores dos sistemas da empresa;
 
26.  Padronizar e elaborar padrões da Empresa, no setor de trabalho, quando determinado;
 
27.  Participar das palestras e cursos de Educação e o Treinamento do setor de trabalho;
 
28.  Participar das Reuniões Agendadas e apresentar Relatórios, Gráficos, Tabelas e Dados da Empresa;
 
29.  Participar e Controlar o Plano de Metas das próprias atividades no setor de trabalho;
 
30.  Propor a racionalização dos Custos Operacionais do setor de trabalho;
 
31.  Propor modificações nos procedimentos de modo e obter melhorias de resultados;
 
32.  Relatar ao Supervisor as anomalias ou ocorrências que possam prejudicar o andamento do serviço;
 
33.  Seguir as Normas e Padrões aplicáveis aos seus serviços e setor;
 
A relação acima se torna numa lista indicativa das disciplinas e funções de um conjunto de atividades curriculares e funcionais, para especificarmos o campo de conhecimento aplicável e a extensão da habilitação prática (ambos, em horas – carga horária). Do conjunto de campos de conhecimentos podemos sacar uma matriz geral de educação e treinamento (E&T), para formação de compradores e vendedores.
 
E, assim, por diante. Devemos elaborar este procedimento para todas as atividades e funções da empresa.
 
Abraços,
 
Lewton



Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!