As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 21-10-2012. Acessado 807 vezes.
Título da Postagem:O Julgamento da Verdade Fiscal, a segunda onda do STF após o Mensalão
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 21-10-2012 @ 12:12 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]

O STF terá uma segunda ONDA após esta do Mensalão: Julgamento da Verdade Fiscal

O INFERNO do PT parece que ainda nem começou!

O atual e novo posicionamento jurídico do STF faz com que haja uma reação exacerbada dos delinquentes petistas condenados no julgamento do Mensalão. Houve uma explosão de arrogância e de bizarra demonstração de anarquismo e falta de respeito com a justiça.

Não foi à toa esta reação, já que ela confirma realmente um viés sobre as tendências históricas do judicial brasileiro, e a justiça já estava detendo o desrespeito dos políticos e da sociedade mais esclarecida (esta última por ter percebido a falta de aplicação técnica e profissional do juizado frente a constituição e a legislação em geral).

Tudo levava a crer que a maioria de juízes indicada pelo Lulismo / Petismo iria sabotar mais uma vez o povo brasileiro, em suas expectativas com as funções e obrigações do judiciário.

Então, veio a surpresa. O STF através de Joaquim Barbosa virou o jogo do golpe do PT, e tudo foi mesmo de repente! De repente a virada, no tal viés histórico da justiça, deixou quebrantada toda a corja petista de criminosos pêgos, e não-pêgos (estes na teoria do iceberg – só pegamos 10% dos bandidos petistas). Tem muitos bandidos ainda não-pêgos e os custos para serem processados será altísssimo, desde investigações até as condenações, em que só os 40 ladrões, sem o Ali Baba deles, levou 7 anos para o aprontamento dos autos e início do julgamento.

Os racistas estavam prontos para "flechar" Joaquim Barbosa, pois havia rumores de que ele iria livrar toda a bandidagem do mensalão. Foi uma decepção para os petistas, operadores, marketeiros, banqueiros, apoiadores, transportadores (nas cuecas), laranjas, conjuges e amantes e demais otários. Diriam muitos: - Está vendo isto é coisa mesmo da raça!

Não foi assim, pelo viés adotado por Barbosa, seguindo estritamente sua obrigação, os rituais da função e o respeito de fato às linhas do Direito. Fez surgir até novos conceitos e abreviações da liturgia jurídica na argumentativa mais lógica, pura, de baixo custo e certeira.

Mas, o Petismo mostrou-se abusado e traído. Revelou ser o golpista tentando, que tanto tentou, abarcar completamente todo o poder político, escorado na demagogia, em propagandas enganosas e abusivas, na destruição da educação brasileira (já que são mal educados, "desescolarizados", delinquentes ideológicos e indigentes de saber administrativo).

E por que ainda se dizem como perseguidos políticos?

Isto é uma falsidade ideológica, bem característica destes bandoleiros, principalmente, os ligados a “era revolucionária de guerrilha comunista e do terrorismo de abestados”. Então, estão sendo perseguidos pela justiça, também, a qual eles "aparelharam" para lhes absolver de crimes que lhes aprouver?

São exageros de crápulas e meliantes usurpadores dos impostos dos cidadãos. São os "Sem Moral", sem escolaridade e sem ética e não iriam perder a chance de abocanharem os direitos civilizatórios dos brasileiros.

Não está havendo perseguição política, está havendo por um lado o estalo divino, de reproduzir a justiça celeste na terra Brasil, e a decepção de malandros, que com tanto dinheiro desviado e negócios escusos, pelo mundo afora, algo se interpôs entre eles seus sonhos paradisíacos, de bandidos pêgos na armação esquemática de criminosos. Então, veio o dito "choque de realidade" ...

Lula, e seus 40 ladrões, podem perder todos esses direitos, aos seus sonhos paradisíacos, num tribunal isento e capaz de, com base em todas as documentações, evidências, evidências conceituais e testemunhas (que lhe “venderão” no futuro – como os covardes e farsantes, na delação premiada), comprovar as suas falsidades ideológicas. E lhes aplicar uma penalidade por abuso de poder, em face da “mínima injúria”, em exercício do cargo de presidente, de aspones, ministros e sinistros, dos quais o próprio Lula poderia “destituir”, quem e o que ele quisesse, do sistema administrativo fuleiro de sindicalistas e criminosos comunistas repreendidos na época de 1964 a 1985.

Agora a verdade divina faz a revelação da atuação destes vagabundos nessa atividade arbitrária, lesiva e criminosa de compra de votos, de outros vendilhões da república - alta traição com os eleitores e o regime eleitoral e democrático brasileiro.

E fiscais da Receita Federal, pela nossa região, dizem que Lula e toda a sua corja são um grupo de sonegadores. E para aonde vai o Brasil, mediante as tantas concessões aos sonegadores de tributos, que até o próprio Lulismo / Petismo orquestra, para até lhes beneficiar, também, é possível que em dois cenários de curto prazo, o destroçamento do Petismo se inicie:

1. Na permanência da imoralidade Lulista / Petista – por uma extremada desobediência civil que irá acarretar a ruptura fulminante, da sustentação da rede de corrupção do lulismo / petismo, do seu empreguismo estatal e dos seus gastos sem parcimônia, com a sonegação em massa do empresariado honesto (que não se “filiou” ao lulismo) e do trabalhador já“esgarçado”, e sem o atendimento do poder público às suas reivindicações e às suas necessidades progressivas, (ele) venha a ser responsabilizado por essa degeneração tributária, pela volta da INFLAÇÃO e pelos gastos perdulários na“máquina pública”; e

2. No revigoramento moral da justiça brasileira- (ele) poderá ter que devolver tudo, ceitil por ceitil (ou real por real), por julgamento através de pressão popular, e com reivindicações reparadoras, bem como o julgamento de todos os seus colaboradores diretos e indiretos, pelo fisco em primeira instância, por seus crimes de responsabilidades em segunda e por corrupção, estelionato eleitoral e roubo dos cofres públicos, em terceira instância. Tendo uma “condenação” similar à de Nicolae Ceausescu –Romênia.

Ouvimos até o burburinho sobre uma “comissão de apuração e penalização de corruptos, enriquecimento ilícito e crimes fiscais na administração”, como numa contraparte à “comissão de anistia sobre os fichados do regime militar que a querem transformar em Comissão da Verdade”, desde FHC a Lula, e numa retaliação disciplinadora pelo abuso político em escrachar o STF (em sua atual certeza jurídica), para a cobrança devida de impostos, dos desvios de verbas para Paraísos Fiscais, do enriquecimento ilícito ...

Dessa contabilidade ninguém escapa. Nem Al CAPONE escapou, o maior gângster dos EUA, da receita federal americana, nos anos 1930.

Diz-se em zum-zum-zum, entre certos desembargadores, juízes e promotores que eles alegam que o Lulismo pode, no conjunto de sua corja e obra enganosa e abusiva, ser totalmente “recolhido” a um presídio só para políticos criminosos e corruptos, sonegadores, traficantes de influências, com riquezas ilícitas e negociantes dos bens públicos (e arrombadores do tesouro).

O Brasil precisa deste NOVO PRESÍDIO para moralizar o Estado e a Justiça...

Colocando lá os meliantes da política brasileira, exemplarmente, tais como Lula, Dilma, Palocci, Dirceu, Genoíno, Barbalho, Sarney e outros corruptos incorrigíveis...

Segundo alguns magistrados, pela nossa região, a “Comissão da Verdade Fiscal” da sociedade, sob o jugo da justiça fiscal, contra a horda de ladrões que se enriqueceu ilicitamente, bem como parentes e laranjas, estarão dentro do espírito das Leis Federais, Fiscais e da Constituição do país. E de apuração RÁPIDA, EFICAZ e de BAIXO CUSTO – condenações certeiras, sem o desgastante procedimento, do que se encadeiou no julgamento do Mensalão - com os Toffolis e os Lewandowiskys da vida mundana e meliante. 

Não será REVANCHISMO e nem PERSEGUIÇÃO Política, e sim ajustes de ilegalidades fiscais e apuração de Crimes contra a Ordem Econômica e Pública.

O STF terá uma segunda ONDA após esta do Mensalão. A aplicação do julgamento da Comissão da Verdade Fiscal, independente, através de todas as documentações, evidências, evidências conceituais e testemunhas, sobre enriquecimento ilícito nestes 10 útimos anos no Brasil.

Nosso país foi um dos que teve maior aumento de milionários e bilionários, neste mesmo perídodo - COISA BEM SUSPEITA, para uma economia que cresceu abaixo da média mundial (Brasil = 3,62% do PIB médio ao ano e Mundo = 3,65% do PIB médio ao ano).

Abraços,

Lewton Burity Verri




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!