As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 16-12-2012. Acessado 650 vezes.
Título da Postagem:A CNI Confederação Nacional da Indústria está contribuindo com status recessivo
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 16-12-2012 @ 12:15 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]

A CNI Confederação Nacional da Indústria está contribuindo com o status recessivo do país

Podemos acrescentar que a CNI é um antro de espertalhões. Agora está querendo SAIR de fininho das suas predileções com o PETISMO, mesmo com as estatísticas de opinião do CNI/IBOPE citada abaixo. Vamos entrar numa transição em que pardais ficam na muda... Como sair deste lodaçal?  

A CNI nos últimos 12 anos veio associando seu nome e imagem institucional às pesquisas de opinião, que fraudulentas que são, vieram mascarando o Lulismo, como eficiente sistema político de administração. E isto é óbvio pois tenta influenciar a sua permanência nas mamatas estado petista - empresariado espertalhão.

O pessoal do serviço secreto informal, nos relatou que a CNI tem muitas empresas associadas aos esquemas de pilantragens de empresários com os governistas do PT e de partidos coligados. Têm ligações com o Rosegate, Paloccigate (quem se recorda da relação de empresas que tiveram ligação com o politécnico Palocci?), Valeriogate e todas as falcatruas, e atalhos, que detonam o potencial de competitividade das empresas honestas, que não se envolvem com os crápulas petistas.

E a pedido dos petistas a CNI, junto aos institutos, já influencia pesquisas para começar a rechaçar concorrentes ao petismo, colocando Joaquim Barbosa nas cartelas dos questionários (para mostrar que apesar dos golpes do STF no mensalão, sobre Lula e sua corja, nada muda na opinião dos brasileiros estúpidos) e começando a espremer Eduardo Campos do PSB, a nova estrela política julgada em ascensão. O netinho de Tancredo (o velho Aécio 'carioca'), então, fazem mostrar que, também, não fede e nem cheira (o PSDB precisa de uma renovação urgente e mostrar que é oposição com força cognitiva e intelectual).

A CNI merece levar pedradas por longos anos...

Fizeram consórcio com vários institutos de pesquisas de opinião, com fraudes técnicas nas estatísticas, enganando a sociedade brasileira sobre o bom governismo de Lula e agora de Dilma. Coisa que nem Gallup, o americano que criou esta metodologia, acreditaria em como se pode prostituir sua metodologia, como se colocar bigodes e brincos no quadro de Monalisa...

Pura violação da ciência e da dignidade dos estatísticos.

Abraços,

Lewton

============================= Vejam as Notícias abaixo:

http://br.noticias.yahoo.com/governo-dilma-mantém-avaliação-ótima-boa-em-62-132827189--finance.html

Governo Dilma mantém avaliação ótima/boa em 62%, diz CNI/Ibope
Reuters – sex, 14 de dez de 2012.. .

AFP - A presidente, Dilma Rousseff, em visita a Paris, França.

BRASÍLIA, 14 Dez (Reuters) - A avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff se manteve em 62 por cento em dezembro, enquanto sua

aprovação pessoal passou para 78 por cento, contra 77 por cento há três meses, mostrou pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta sexta-feira.

Leia mais:
Aprovação do governo Dilma se mantém em 62%
Dilma espera restabelecimento pleno de vendas de carnes à Rússia
Em Moscou, Dilma reforça importância de parceria com setor privado
 
De acordo com o levantamento feito pelo Ibope sob encomenda da Confederação Nacional da Indústria (CNI), 29 por cento veem o governo como regular, mesmo patamar de setembro. O percentual dos que classificam o governo como péssimo ou ruim também não teve alterações, ficando em 7 por cento.
 
Na comparação com Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma está se saindo melhor em relação ao primeiro mandato do ex-presidente. Em novembro de 2004, quando ele se aproximava de completar 2 anos de governo, a avaliação ótima e boa era de 41 por cento. Mas quando comparado com o segundo mandato, Lula leva vantagem, já que em dezembro de 2008, a avaliação ótima e boa era de 73 por cento.
 
Já a aprovação pessoal de Dilma passou em dezembro para 78 por cento, ante 77 por cento em setembro. No mesmo período, em seu primeiro mandato, Lula tinha 62 por cento, enquanto no segundo tinha 84 por cento.
 
O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios entre os dias 6 e 9 de dezembro. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.
 
(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

http://br.noticias.yahoo.com/datafolha-se-eleições-fossem-hoje-dilma-lula-venceriam-211705781.html

Datafolha: se eleições fossem hoje, Dilma ou Lula venceriam
Por O Globo | Agência O Globo – 16 horas atrás.. .

Falta de licença ameaça obra do Rodoanel Leste
Estadão Conteúdo - 19 minutos atrás.

Estudo derruba mito sobre Ritalina
Estadão Conteúdo - 2 horas 26 minutos atrás.

Mais em Brasil »..

SÃO PAULO - A pouco menos de dois anos das eleições presidenciais, o PT venceria a disputa eleitoral se ela fosse realizada hoje. Segundo pesquisa Datafolha, divulgada na edição dominical do jornal "Folha de S. Paulo", tanto a presidente Dilma Rousseff como o seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, venceriam a corrida eleitoral em primeiro turno em todos os cenários apontados pela sondagem. A presidente varia de 53% a 57%, enquanto o seu antecessor ficaria com 56%, no único cenário em que foi incluído.
 
Na seqüência, o candidato com melhor desempenho é a ex-ministra do meio Ambiente Marina Silva (sem partido), que varia de 18% a 13%, seguida pelo ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves (PSDB), que varia de 14% a 9%. Ao todo, o instituto de pesquisa entrevistou 2.588 pessoas na última quinta-feira. A margem de erro é de dois pontos percentuais.
 
No principal cenário, Dilma Rousseff teve 57%, seguida por Marina Silva, com 18%, e por Aécio Neves, com 14%. No cenário com a participação do governador Eduardo Campos (Pernambuco), Dilma Rousseff teria 54%, Marina Silva seguiria com 18%, Aécio Neves pontuaria 12% e o dirigente do PSB ficaria com 4%.
 
A sondagem eleitoral também realizou cenários com a participação do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. Contra Dilma Rousseff, o magistrado teria 9%. Contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente da Suprema Corte teria 10%.




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!