As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 01-02-2013. Acessado 1409 vezes.
Título da Postagem:O PT das câmaras de gás de Auschwitz à fornalha gasosa da Boate Kiss
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 01-02-2013 @ 12:28 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Tags: pt, petismo, organização, administrativa, criminosa, estagnação, Brasil

O PT das câmaras de gás de Auschwitz à fornalha gasosa da Boate Kiss

É possível que as governanças públicas no Brasil sejam capazes de produzir holocaustos dirigidos de modo direto e indireto. E tais holocaustos não se restringirão apenas às mortandades e imolações. Elas produzirão mortandades de sonhos, esperanças, planos, empreendimentos, ambientais, sociais, econômicas, tecnológicas: e do presente e do futuro.
 
De modo direto pela ação da má fé, pela deliberação desqualificada, da insuficiência técnica-administrativa, e da omissão proposital de caráter político, para encobrir e abafar fraudes, delitos, transgressões e maus desempenhos específicos e gerais.
 
E de maneira indireta pela total ausência de mecanismos e indicadores de medidas operacionais, funcionais, táticos e estratégicos capazes de estabelecerem percepções antecipadas de tendências e progressões, que pudessem ajudar na criação de contramedidas mitigadoras e compensatórias.
 
Há 10 anos, desde 2002/2003, com a eleição do Petismo para a governança federal, principalmente, a civilização brasileira vem descendo a escadaria da evolução civilizatória. E isto vem num agravo sério e sem viés de melhorias na segurança pública (criminalidade, violência e tráfico de drogas), na saúde, na educação, na infraestrutura, na economia em geral (com pibinhos chinfrins), na capacidade técnica de enfrentamentos de eventos complexos e propagantes.
 
As propagandas criminosas do petismo, descoladas do mundo real, por falta de âncoras - indicadores científicos - demonstrativas dos desempenhos e dos resultados, por falta da qualificação técnico-administrativa, por falta de brio, de moral ilibada e de senso patriótico, vão contribuindo com a degeneração da civilização brasileira.
 
Neste holocausto seguem a mídia cooptada e cooperativa da manutenção deste estado caótico e bizarro, que vai fomentando o "negativismo" da má gestão, por trocas de propagandas enganosas e abusivas por suborno profissional para distorção de fatos, dados e informações. Em toda disfunção há a negação noticiosa, na tentativa de desviar da governança incompetente o descalabro das consequências, de suas deliberações néscias, que se espalham danosamente sobre a sociedade em geral.
 
Num sentido prático, e objetivo, o Petismo é uma organização criminosa, em primeiro, no exercício ilegal de profissões, e de funções, alimentada por seguidas propagandas obscuras, de maneira apenas a retardar seu próprio holocausto.
 
O PT está ganhando tempo de sobrevivência civilizatória e administrativa, apenas para saquear as riquezas do Brasil e os cofres públicos de onde governa.
 
A república virou um cadáver em putrefação contínua, sob as larvas petistas famintas que a devoram, até não restar mais um naco de carne estragada. Está tudo em estrago progressivo.
 
A república virou o cemitério dos sepulcros caiados. Com aparência de um mausoléu marmorizado e com podridão lá dentro, e o Petismo a devorar a si e ao presente e o futuro da pátria.
 
A mídia com sua remuneração subversiva vêm promovendo o aumento da propaganda negacionista sobre a degradação socioeconômica do país, o holocausto coletivo de enganados, pelos corruptos e subornados.
 
Em todos os eventos negativos que o Petismo contribuiu para a degradação, são negados e atribuídos a outras fontes de causas IMPROVÁVEIS. Em tudo de positivo que ocorreu por interferências fortuitas, de causas e ações alheias, o Petismo advoga sua contribuição inexistente. É a figueira estéril do evangelismo. A árvore da morte e dos maus frutos. O oposto das versões cristãs da administração responsável - ver a parábola do administrador de má-fé, no evangelho.
 
Em tudo que o Petismo toca se transforma em holocausto, calamidades, degeneração progressiva e degradação material, econômica, social, ambiental e técnica-administrativa.
 
Em tudo que "finge tentar fazer", de pouco se aproveita e quase nada se termina e quase tudo nem começa.
 
A administração Petista é uma administração despropositada, sem propósitos frutíferos e sem utilidade social e econômica. O Petismo nos concentra em campos de concentração, nos confina em quartos e paredes de recintos de ideários obscuros.
 
Estamos sempre com a sensação de estarmos sendo roubados, fraudados, enganados, moralmente torturados e sustentando uma corte de usurários, temerários, perdulários, marretas-picaretas, bandoleiros, vagabundos, ociosos e vadios.
 
O Petismo extermina a lógica, a coerência, aniquila a esperança, atrasa a evolução, estigmatiza a boa política, envenena e intoxica a verdade, falsifica a realidade, transgride a lei maior (constituição), arrasa o presente e contamina o futuro. É um aglomerado administrativo cruel e perverso em sua ignorância, e em sua moral deflorada pela falta de DEUS. É uma máquina de destruição institucional, organizacional, operacional, funcional e nacional.
 
O Petismo é uma máquina de extermínio, de terra arrasada, de fracassos, de falsidades ideológicas, de corrupção galopante, de gastos sem reciprocidade responsável, de qualidade precária e improdutiva.
 
É uma máquina dispendiosa em seu empreguismo generalizado, sem controle técnico e social sobre seus procedimentos administrativos. Sem plano de governança, sem a tecnologia apropriada para isto, e lotado de recursos humanos inadequadamente incorporados, altamente dispendiosos (com ou sem cartões corporativos)... 
 
Quem garante o Petismo é o contribuinte que paga os impostos, e vê sua renda destinada a sustentar bolsistas indolentes, muito mais do que 40 milhões deles, que foram à força do voto em Dilma.
 
São 40 milhões de desempregados que deveriam ser contabilizados no índice de desemprego e baixa escolaridade, e excluídos da estatística que caracteriza a progressão socioeconômica dos reais trabalhadores - quem recebe bolsa é desempregado e parasita social, que abandona a busca da prosperidade de si mesmo, através da qualificação profissional, e deixando de ficar pendurado no bolso do contribuinte trabalhador.
 
Logo, estamos sendo governados pela IGNORÂNCIA daqueles que escolhem, por voto pseudo-democrático, a mediocridade integralizada num colégio de políticos da má fé, baixa qualificação e com alto grau de ignorância técnico-administrativa.
 
Se os ignorantes não sabem o que fazem, são apenas cegos levando cegos ao abismo. E isto é uma DITADURA que produz toda espécie de disfunção, expiações, dores, sofrimentos e mortandades coletivas. E por que deixamos ignorantes fazerem?
 
Nosso país vem tendo diversas modalidades de mortandades coletivas, tanto pelo efeito de ações diretas, quanto de ações indiretas, de condutas tecnico-administrativas debilitantes e recessivas, pela total falta de conhecimentos e qualificação profissional, também "coletivas".
 
Assim a sociedade está confinada num grande campo de concentração, submetida a toda espécie de expiação, agonia, aberrações, crueldades e disfunções...
 
É como se estivéssemos num "Auschwitz-Birkenau tropicalizado", em que, vez por outra, massas são confinadas em eventos "holocausticos" de purgação, vivência maligna, experiências bizarras, catástrofes morais, tensões limites, agressões covardes, espoliações criminais, lesões institucionais, galhofas debochantes, estupidez sacral e etc, na forma de gases intoxicantes, que "inalamos" pelos ouvidos e olhos e sentimos em nossos corpos e vida degradada, em estagnação permanente.   
O Brasil está virando um campo amplo de extermínios, sob um centro administrativo nacional de partidos e correligionários luciféricos e satânicos. Coligações vampirescas a sugar fluidos sociais e humanos vitais. Assassinos da vitalidade nacional do presente e do futuro, com seus "gases Zyklon B" e os seus testes, no que morrem tudo que é vida, sonhos e esperanças.
 
E não há nenhum refúgio na operação das "câmaras de gás e fornos crematórios" da ignorância Petista, assim como nos esmagaram na tragédia da Boate Kiss, em Santa Maria - RS. Um cenário de mortandade concentrada, chocante e pré-elaborada pelas omissões, pela politicagem, pela fuga de obrigações, por desvios de condutas...
 
Torna-se uma forte e poderosa metáfora para a administração Petista do Lulo-Dilmo-Petismo, com tal horripilante número de mortes da juventude do Brasil e de hospitalizados e sequelados mis. E isto vai ser esquecido?
 
Tais volumes de mortes acontecem em outros locais e em outros 5 minutos: na saúde, na segurança pública, na educação, na infra-estrutura, na assistência a outras calamidades e mortandades (Santa Catarina, região serrana do Rio de Janeiro, Angra dos Reis, na caatinga das secas recorrentes, nas vias públicas, no desemprego, na aposentadoria dos trabalhadores e etc), na corrupção que roubou mais de R$ 700 bilhões dos cofres públicos, na vigência Petista. E foram e estão esquecidos! E como se clama justiça para isto?
 
A juventude é a que mais morre em massa no país. Não tem empregos, e aí vão mais de 24 milhões de jovens de 15 a 24 anos de idade. É precariamente escolarizada. Se presa sofre torturas apavorantes. É a massa de desaparecidos, para tráfico escravo e o mercado de órgãos. Morre na violência e nas drogas, em escala de várias guerras da humanidade. Morre no trânsito. E isto é esquecido!
 
Porém esta juventude pertence em escala ao lote populacional dos 40 milhões de bolsistas do Programa Bolsa Família. Que tem seus parentes eleitores a votarem em seus próprios algozes, de si mesmos e nossos. Já que somos superados pela massa ignorante que escolhe tais assassinos de turno – “lot killers”.
 
Se ignorante não sabe o que faz, ignorante vota no que não sabe, não entende, não compreende, não reivindica melhorias significativas e de médio prazo, no mínimo.  
 
Os Petistas foram lá para "blindar" algum efeito criminal? Foram lá para abafar repercussões e intimidar autoridades coagidas? Foram lá para nos convencer pela propaganda negacionista do exagero montado em torno de descalabros administrativos e de fiscalização?
 
Pais, familiares e amigos clamam por justiça. Nada irá ressarci-los, e a demagogia política ainda vai ganhar muitos votos. Eles foram lá consolá-los – os Petistas hediondos – maestros dos instrumentos do holocausto Santo-mariano e de todas as modalidades de holocaustos brasileiros.
 
Tiveram sorte, pois nenhum filho deles esteve ali naquela boate, para que a empatia do sofrimento lhes revelasse a profundidade de uma expiação de perder filhos, por ação direta e/ou indireta de suas próprias deliberações e orquestrações.  
 
O povo brasileiro está com lama até o pescoço. As urnas eletrônicas são testemunhas desta ignorância coletiva...
 
Quantos irão morrer ainda para a evolução do estado brasileiro? Nem os cadáveres empurram a indignação dos aborrecidos, das vítimas sobreviventes e de todos que perdem tudo, ou quase tudo, neste campo máximo e democrático de expiações...
 
Abraços,
 
Lewton



Bookmark and Share

Comentários

EJoseA em 05-02-2013 às 16:57

De um total de 18.737 inscritos, 1,6% participam lendo alguns blogs, e menos de 0,01% tem disposição para comentar. Quando o assunto é aumento de soldo, redução da carga de serviços, então a coisa muda de figura, tais porcentagens aumentam. Alguns participantes inclusive defendem que somente se escreva defendendo aumento de soldos, o que leva-me à conclusão que tais 'pidinchões' não amadureceram para a vida, permanecendo imaturos, sem coragem ou disposição para lutar pelo que acreditam ou do que se julgam merecedores. Tal como bebes, esperam sempre uma mamadeira, uma mamada. Tais 'pidinchões' tem um comportamento específico similar ao dos carrapatos que buscam um hospedeiro para sobreviver; agem como parasitas(os) de organismos; estão sempre pendurados no 's@@a**c*o de presentes do Papai Noel Republica', esperando de biquinho aberto ganharem algumas migalhas. Assim não dá, não há s**a*c***o que aguente.


Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!