As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 10-04-2013. Acessado 714 vezes.
Título da Postagem:O Brasil sob os militares e nós, do Exército Brasileiro
Titular:GTMelo
Nome de usuário:GrupoGuararapes
Última alteração em 10-04-2013 @ 11:06 am
[ Avise alguém sobre este texto ]
Estamos Vivos! Grupo Guararapes!
Tags: O Brasil sob os militares

 O BRASIL SOB OS MILITARES e NÓS, DO EXÉRCITO BRASILEIRO

COMPARTILHE. COMPARE.

 ESTE É O PARADIGMA CARA E COROA: Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come.

 TODOS FIZERAM, PORQUE É O CURSO NATURAL DA HISTÓRIA . NÃO IMPORTARAM COM AS CONSEQUENCIAS;

 

    PRECISAMOS ESCOLHER MELHOR OS NOSSOS DIRIGENTES, PARA ATINGIRMOS UM PARADIGMA EM QUE A TONICA CENTRAL SEJA A ÉTICA.

    AS DUAS FACES DA MOEDA PROCURAM LOUVAR  OS PONTOS POSITIVOS COMO GRANDES CONQUISTAS, OCULTANDO OS NEGATIVOS E DESTACANDO OS NEGATIVOS DO ADVERSÁRIO.

 

 Como é bom e agradável ver ao longo dos tempos, que a doutrina de Ordem (embora em desuso) tenha pautado a vida pública de importantes figuras de nossa história e que a “democracia” que hoje julgamos praticar a tenha, infelizmente, sepultado....

 

Walter Françolin

 

“A Morte de Dona Dulce Figueiredo

 

E falava-se horrores do Andreazza! Que estaria riquíssimo, que teria ganho de presente das empreiteiras um edifício na beira da Lagoa Rodrigo de Freitas, que não tinha mais onde enfiar dinheiro.

Não sei se Amália Lucy Geisel ainda estará viva. Pouco mais velha do que nós, tinha alguns problemas de saúde. Pois bem: era professora do Colégio Pedro II e, mesmo quando o pai era presidente, ia de casa ao trabalho de ônibus. Cansei de encontrá-la neles, ela e eu a caminho do centro do Rio.

Meu pai chamava isso de "os três dês do milico":

decência,

decoro,

discrição.

Primeiro, morreu o Cel. Mário Andreazza. Quando Ministro dos Transportes, foi responsável pela construção da ponte Rio-Niteroi, obra que teve empréstimo inglês de 2 bilhões de dólares (Sim! Dois bilhões! De dólares!). Os seus 37 colegas de turma fizeram uma vaquinha para que o corpo pudesse ser transladado para o Rio Grande do Sul.

Já em 2003, foi a vez de Dona Lucy Beckman Geisel. Pobre e discreta, morreu em acidente de carro na lagoa Rodrigo de Freitas.

Hoje foi a vez da Dulce Figueiredo, que ficou viúva em 1999, do último presidente militar. Em 2001, devido a problemas financeiros, organizou um leilão para vender objetos pessoais do marido.

Sem comentários.... Usemos nosso senso critico. Façamos comparações e tiremos nossas próprias conclusões.....”

 

ESTA É A HISTÓRIA DO BRASIL SÉRIO.

COMPARE COM OS DIAS ATUAIS!

COMPARTILHE! SALVE O BRASIL!

 

VIVA O 31 DE MARÇO DE 1964

 

NENHUM PRESIDENTE MILITAR SAIU VOANDO EM AVIÃO DE EMPREITEIRA!




Bookmark and Share
Outas colaborações de GrupoGuararapes
Veja Mais
Perfil de GrupoGuararapes
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!