As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 08-05-2013. Acessado 503 vezes.
Título da Postagem:A Evolução Real da Qualidade
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 08-05-2013 @ 09:27 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Tags: qualidade, evolução, perfeição, zero falhas, serviços, públicos

A Evolução Real da Qualidade

Vivemos num país onde tudo falha. A cada ano a administração da nação decai em qualidade, produtividade e em economia. Somos o Brasil, país da ética Mínima:

• Bajulação;
• Puxa-saquismo;
• Injúrias;
• Difamação;
• Calúnias.

País das curriolas no público e no privado. Aqui quase tudo dá errado. E por que?

Nossas mais comuns disfunções nos serviços públicos e nos privados, são:

a. Máquina quebrada;
b. Fornecedor "vaga-lume" – fornece - não fornece, fornece - não fornece...
c. Comunicações incompatíveis;
d. Sistemas lentos e congestionados;
e. Sistemas fora do ar;
f. Pessoal mal treinado;
g. Fluxos de operação sem sicronicidade;
h. Inimiga do usuário;
i. Cara na manutenção;
j. Rápida obsolescência.

E por que? Na saúde, na educação, na segurança pública, na infraestrutura, nos esportes, na ciência e tecnologia, na agropecuária, na habitação, nas telecomunicações, nos transportes e etc.

O que há de errado nas bases administrativas da Qualidade em nossa pátria? Como em quase tudo aqui apresenta defeitos e vícios, o contra tempo dos produtos e serviços defeituosos exige quase que uma organização paralela para dar escoamento na produção e programação, e podemos citar alguns:

• Retenção do fluxo normal;

• Avaliação para enquadramento;

• Reprogramação, ofertas e novos prazos;

• Contrafluxo e excesso de manuseio;

• Reprocessamentos;

• Entrega para estoque com depreciação;

• Risco de sacudimento ou crises;

• Risco de reclamações de clientes e devoluções;

• Relaxamento dos critérios de inspeção para manter a produção;

• Desabono da tecnologia;

• Comprometimento da imagem da empresa.

Temos prejuízos na ordem de até 60% do faturamento bruto dos negócios brasileiros, que são incorporados nos PREÇOS, de produtos e serviços. Além dos quase 40% de impostos incidentes sobre a produção. Poderíamos comprar produtos e serviços pela metade do PREÇO e ainda nosso capitalismo teria alta lucratividade.

Está em dúvida? Leia este livro. Você vai se interessar pela busca da PERFEIÇÃO, impulsionada pelo AVANÇO DA QUALIDADE.

https://www.clubedeautores.com.br/book/144753--A_Evolucao_Real_da_Qualidade 

Abraços,

Lewton




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!