As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 03-09-2013. Acessado 1238 vezes.
Título da Postagem:Dilma, Impedimento é o Carai
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 03-09-2013 @ 11:35 am
[ Avise alguém sobre este texto ]
Tags: impedimento, Dilma, intervenção, fim do empreguismo estatal, eleições 2014

DILMA: IMPEDIMENTO É O CARAI

O infiltrado de Brasília envia seu relato...

Nada irá demover Dilma de seu atual posto de guerrilha. São uns 300.000 militantes encastelados em algum cargo público de município, de estado, de governo ou de quadrilhas, que forçam uma postura de resistência contra intervenção e impedimento da Dilma. O IMPEDIMENTO dela irá pregar o FIM DO EMPREGUISMO ESTATAL PETISTA. E isto nenhum vadio petista convicto ou militante remunerado vai aceitar. Vão lutar até a MORTE.

São, também, todos os arranjos do Balcão de Negócios do Estado, do Legislativo e do Judiciário, que pressionam resistências contra intervenção e impedimento. São deputados e senadores que tomaram posições de poder político em suas nomeações, em suas conspirações e combates ilícitos e rasteiros. São as obras, os negócios, as perspectivas de boas "aposentadorias", são os "empregos" de parentelas, são os fluxos de verbas não declaradas, são as posições inimigas concretizadas no subalterno submundo dos mandos e desmandos nas repartições públicas, são as comissões e taxas do atual trâmite da corrupção deslavada, são as atividades de lavagens de dinheiro, que sustentam candidaturas, que irão pressionar pela resistência até a MORTE contra alguma intervenção popular, ou alguma atitude legal ou ilegal de impedimento sobre a Dilma.

Embora Dilma já tenha perdido espaço político para re-candidatura em 2014, por sua INSUFICIÊNCIA ADMINISTRATIVA, e as coligações se manifestem em desmanches e falsas contrariedades, mais de 300.000 encastelados em cargos públicos por todo o Brasil, filhos e parentes, amigos e afetos, estão em agonia. A questão é como irão se arranjar em NOVOS empregos se a OPOSIÇÃO vencer as eleições de 2014?

E como a oposição se configura em galinha morta de macumba, na encruzilhada do céu e do inferno, este assunto de empreguismo estatal é totalmente DESCONHECIDO da maracutaia pública brasileira, aumentando as INCERTEZAS sobre os vadios do emprego público sem concursos.

E LULA está inválido moral, cívica e politicamente. Se LULA quiser se candidatar vai enfrentar uma MURALHA de alegações e denúncias sobre sua vida dos últimos 10 anos, difíceis de suportar. Tendo LULA fora das campanhas de 2014, como candidato de algum cargo eletivo, muita gente vai perder sua BOQUINHA no empreguismo estatal petista. E foi LULA quem deu início a este empreguismo criminal, como num sindicato de vagabundos irresponsáveis, para aumentar o domínio do PODER DE VOTO, além daquele do Programa Bolsa Família (abocanha 40 milhões de votos, mínimos).

Quando a agonia encampa a razão e a emoção. Já lá se vão mais de 10 anos de empreguismo petista, onde se remunera além da conta, da qualificação e das obras pessoais. Não se encontra um membro da facção petista com o mérito ao exercício de cargos aos quais estão lotados, indicados, arrastados, amarrados, enquadrilhados e cumpliciados. Nós não temos ideia desta dimensão empregatória em cargos e vagas do exercício da vadiagem de modo direto e indireto.

O dispêndio em verbas, salários, benefícios, mordomias, cartões corporativos, não tem uma contabilidade responsável, e nem há uma responsabilidade producente.

Em verdade foram 10 anos de desfrutes inimagináveis para gente de baixa qualificação, de péssima capacitação e sem moralidade suficiente: 1. viagens nacionais e internacionais a serviço, 2. hospedagens 5 estrelas, 3. diárias afortunadas de viagens, 4. congressos e seminários idílicos e inúteis (tecnicamente), 5. gabinetes luxentos e luxuriosos, 6. secretariado de luxúrias, 7. prestígios de cargos sem conteúdo de autoridade, 8. moradias e bem estar social classistas-capitalistas e etc.

Vai ficar difícil suportar uma nova vidinha com limitações numerárias.

Em muitos estados e municípios se acham as agonias do desemprego ameaçador, com a chegada das campanhas eleitorais de 2014. Vão trocar governadores, deputados, senadores e presidência da república. E como vão ficar os contingentes de pendurados nos cargos da administração executiva e do legislativo?

Os 10 anos de governança petista jogaram o país na sarjeta dos empregos de qualidade. Em 10 anos o país perdeu mais de 5 milhões de vagas de trabalho com salários acima de 5 SM (salários mínimos). 

A economia está em RUMO A BANCARROTA. Os relatórios do FMI são silenciados por Guido Mantega. A Balança Comercial está deficitária, há mais de 8 meses.

Em 10 anos a administração petista se esmerou pelo ENDIVIDAMENTO, que pode chegar a R$ 2,24 trilhões – R$ 232 bilhões mais em relação a 2012, da dívida pública. Os dados constam no Plano Anual de Financiamento (PAF) do Tesouro Nacional. A dívida final deixada por FHC, e divulgada na campanha presidencial daquele ano, de 2002, havia chegado a R$ 822 bilhões.

Portanto, a governança petista INCREMENTOU uma elevação na dívida pública do país em R$ 1,418 trilhões, para sustentar seu EMPREGUISMO, suas mazelas administrativas, seus programas sociais, sua omissão nas atividades públicas da saúde, da educação, da infraestrutura, da geração de empregos de qualidade e em várias outras estratégicas.

NEM CORTES DE GASTOS a governança petista cogita, uma vez que vai afetar a colheita de votos para 2014. Logo, a solução estratégica petista é a de ir protelando suas medidas impopulares, de cortes de gastos, e deixar de cultivar inimizades entre militantes e coligados. E tem por vista manter todas as posições políticas de aliados e de seus correligionários, em face das motivações promotoras das nomeações e das posições políticas conquistadas neste nefasto período...

Os vários programas sociais injetores de INFLAÇÃO, não livraram os brasileiros da letalidade da insegurança pública, da mortalidade na saúde e nas atividades rurais, urbanas e trabalhistas. O Brasil voltou a cair na posição das 10 maiores economias mundiais. O PIB só cresce 1%, a cada dois ou três trimestres consecutivos. O empobrecimento da renda per capita é um fato que não se consegue esconder.

Por todas estas bizarras consequências, de estado pessimamente governado pelo empreguismo e corrupção, com quase 40 ministérios, os protagonistas do petismo, dos cachorros e das cachorras, que se encostaram nos lombos dos contribuintes, pagadores de impostos, é que terminarão sendo vítimas de si mesmos.

Depois de 10 anos de PARAÍSO em empregos estatais sem responsabilidades e sem ação executiva qualificada (haja vista a queda geral na qualidade dos indicadores sociais e econômicos - uma degeneração total) um grande contingente de petistas, vadios e militantes subornados, irá PROVAR de sua própria ignorância e má fé.

Especialistas alegam que as maracutaias irão se exacerbar em face da urgente necessidade dos medíocres se locupletarem antes do fim de tal empreguismo. Sempre como "aposentadorias precoces"... Vem muito roubo e bandalheiras por aí!   

Como o IMPEDIMENTO da Dilma irá pregar o FIM DO EMPREGUISMO ESTATAL PETISTA, de modo imediato, e isto nenhum vadio petista convicto ou militante remunerado vai aceitar. Vão lutar até a MORTE. 

E dai o nosso infiltrado já ouviu em Brasília: - IMPEDIMENTO DA DILMA É O CARAI...

Abraços,

Lewton




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!