As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 11-12-2013. Acessado 885 vezes.
Título da Postagem:A Propaganda Petista de tanto mentir perdeu a noção do desenvolvimento
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 11-12-2013 @ 03:06 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Tags: propaganda, publicidade, enganosa, abusiva, eleitoral, administrativa, PT

 A Propaganda Petista de tanto mentir perdeu a noção do desenvolvimento

Para os estudiosos, em análises estatísticas, muitas aberrações são cometidas entre o real, manifesto no mundo brasileiro, e a sua representação estatística, agravada por uma interpretação amadora dos resultados tabulados e montáveis ou lançáveis em gráficos. 

A nação possui grandezas absolutas de extensão geográfica e numerosidade
populacional, uma disparidade entre fatos e meias mentiras e meias verdades, e que se obriga a uma interpretação de dados comparada ao todo brasileiro, para não incorrer em apreciações de RESULTADOS VEGETATIVOS (que acompanham o crescimento populacional e a extensão geográfica) e RESULTADOS RECESSIVOS (que ficam abaixo do crescimento populacional e a extensão geográfica). 

A condição das comparações relativas (uma variável comparada em relação a outra) obriga termos comparativos de "laranja com laranja" e "intervalos temporais equivalentes" - semana com semana, mês com mês, ano com ano e assim por diante. E a regra de cálculo padronizada, ou os fatores que compõem a consolidação do número estatístico e o tipo de operação aritmética ou algébrica usada.

O mais antigo raciocínio estatístico se baseia em relativização numa escala de ZERO A CEM - a porcentagem - 1.5%, 2.5% ou 10%, até 100%. Se o Petismo aumentou o número de empregos com carteira assinada, nesses seus 11 ANOS, em 6 milhões ele ganhou ou perdeu? A população cresceu em quanto nesse período? De fato é uma vantagem e realização positiva de seu governo? E a população cresceu em mais de 21 milhões de habitantes* neste tempo de 11 anos.

*IBGE: 2003 – 180 milhões de habitantes e 2013 – 201 milhões de habitantes;

A cada ano nascem cerca de 2 milhões de novos brasileirinhos. E em quase 11 anos tivemos mais de 21 milhões de novas almas habitando o país. A população “inchou” nesta escala, e o país não ampliou sua superestrutura, estrutura e infraestrutura. 

Por exemplo, digamos que o ideal, para a educação, seriam salas de aulas para até 25 crianças por sala. O que permitiria o dimensionamento do número de professores, bem como de toda a infraestrutura escolar básica. 

Logo, se nascem 2 milhões de novos brasileiros por ano, teríamos que preparar a construção ou reforma de salas de aulas. Num ano temos 8.760 horas, conferindo cerca de 228 crianças que nascem por hora. O Brasil construiu ou reformou pelo menos de 9 a 10 salas de aulas POR HORA? Contratou o número de professores necessários para os planos de aula POR HORA? Aparelhou a infraestrutura na proporção adequada para aulas com nível alto de excelência POR HORA? 

Quando cresce a demografia ela exerce PRESSÃO nos serviços públicos e privados e na produção: + médicos, + administradores, + engenheiros, + professores, + técnicos, + enfermeiros, + todas as profissões relacionadas aos serviços e a produção (inclusive a agropecuária). E vem a parte econômica da produção: + energia, + combustíveis, + matérias primas, + insumos, + recursos proporcionais, + recursos humanos qualificado, + instalações e construções e etc.

Todo crescimento relativo, proporcional e percentual, deve acompanhar o crescimento populacional, caso contrário teremos estagnação de atendimento às novas vidas repercutindo em bolsões de exclusão e abandono. E neste caso temos RECESSO.

Não teremos mais assistência médica em proporção, nem escolas, nem infraestrutura geral, urbana e rural, teremos menos alimentos em proporção, menos habitações, menos remédios e medicamentos, menos macas e leitos nos hospitais, menos transportes, menos saneamento, menos geração de energia e etc. Ressalvando que as proporções de novas demandas para serviços e produção, terão que pelo menos serem VEGETATIVAS, acompanhando o crescimento populacional. 

Para quem no seu primeiro estelionato eleitoral prometeu 10 milhões de empregos cerca de 6 milhões foi pouco. E como ações dirigidas foram empreendidas para produzir 6 milhões de empregos somente pela ação da administração pública? Quais foram elas? Ou foram ações dos empreendedores privados brasileiros?

Em quatro anos, do 1º mandato de Lula, nasceram mais de 8 milhões de brasileiros e ele só conseguiu 6 milhões de ‘novos’ empregos? Se os Petistas encherem a boca dizendo que foram de fato 6 milhões, coisa de impacto numérico, em verdade teremos um RECESSO em empregos, já que 2 milhões de brasileiros (déficit de 25% na taxa prometida de empregos) não conseguiram empregos neste mandato Lulista – em porcentagem significa que Lula conseguiu 75% da sua promessa de campanha.

E se este déficit vem se acumulando ao longo dos quinquênios? Estão aumentando os bolsões de excluídos e de abandonados pelo Estado...

Aqui reside a disparidade das mentiras Petistas, de seu discurso seboso e ensebado, para mais de 70% dos analfabetos funcionais brasileiros, de quase tudo, que não entendem textos, discursos e cálculos elementares. 

Uma inferência estatística deve passar uma sólida representação verbalizada do contexto estatístico revelado, técnica e científica. Fora disso são malandros enganando o povo, como é de hábito nas Campanhas Eleitorais brasileiras. 

O Petismo Lulista se revela um sistema ideológico sem conteúdo e sem capacidade de empreendimento, mostrando uma prática anárquico-sindicalista, com sua cultura de malandros e conspiradores. 

A história sindical brasileira está repleta de episódios de corrupção, crimes e anarquismos administrativos e esses procedimentos foram transferidos para a grande escala das instituições nacionais e suas empresas estatais, com o Seu Lula e agora Dona Dilma na Presidência da República. 

O PT – Partido dos Trabalhadores não possuía (e nem possui) um Plano de Governo, com Itens de Controle científicos, de Metas e respectivos Métodos, ficando ao sabor da boa ou má sorte, de julgamentos néscios, de avaliações de resultados aleatórios e da coordenação de conhecimentos rudimentares para a administração do país, dos estados e dos municípios em que governa. 

Em suma, parece “cocô de marinheiro na marola do mar”, à deriva e em rumos casuísticos. E isso se reflete em suas propagandas de governo e eleitorais. 

A prática propagandista deste PT, de canalhas e ladrões, se assemelha a àquela do extinto Socialismo Soviético. Esse último se tornou um grande sistema de ilusões, e enganações, com suas PROPAGANDAS E PUBLICIDADES ENGANOSAS. 

As estações estatais de rádio e mais tarde as de TV, além dos jornais, tendo o PRAVDA como articulador central, faziam o uso excessivo de publicidade e propaganda enganosa, por doutrina definida pelo Kremlin, como um suporte da revolução comunista, em que qualquer modalidade de informação ou comunicação de caráter publicitário ou propagandístico, era inteira ou parcialmente falsa, e utilizava pessoas, expressões literais, imagens e dados com valores, números e cálculos tecnicamente incorretos, que eram capazes de induzir em erro de interpretação e entendimento, do proletariado e dos (as) “camaradas” russos (as), sobre a eficácia e o desempenho dos processos administrativos, seus objetivos e metas. 

E nisso a Rússia ficou por mais de 60 anos (de 1928 a 1989).

Nesses quase 11 anos decorridos, da “Administração Temerária do Petismo” (desde de janeiro de 2003), diversos exemplos de propagandas enganosas e com fins de má fé eleitoreira, foram veiculados sem uma intervenção legal de suspensão e penalidades aos seus responsáveis. 

Um dos momentos máximos veio a ocorrer com Campanha Eleitoral à Presidência da República de 2002, 2006 e 2010 causando indignação nas pessoas que acompanharam a evolução do processo de busca do atingimento de metas nacionais e estratégicas. 

Por não haver uma mobilização nacional, para coibir esse tipo de malandragem, precisamos denunciar, ao Ministério Público Federal e ao TSE - Tribunal Superior Eleitoral, fundamentados em regras universais que já constam em outros códigos e legislações, e, assim, argumentarmos com o que segue abaixo, em Defesa do Eleitor, que fica ao sabor da deriva criminosa do Petismo Lulista: 

1. A publicidade ou a propaganda deve ser veiculada de tal forma que o Eleitor fácil, e imediatamente, a identifique como tal. A Administração Pública em sua publicidade ou propaganda manterá, em seu poder, para informação dos legítimos interessados, os dados fáticos, técnicos e científicos que dão sustentação à mensagem publicitária ou a propaganda. 

2. Deve ser proibida toda publicidade ou propaganda enganosa ou abusiva, tanto para a Administração Pública quanto para os Partidos Políticos, ora investidos da responsabilidade administrativa, tida ou não como Propaganda ou Publicidade Eleitoral ou de prestação de contas. 

3. É enganosa qualquer modalidade de informação ou comunicação de caráter publicitário ou propagandístico, inteira ou parcialmente falsa, que utilize pessoas, expressões literais, imagens, fatos e dados com valores, números e cálculos tecnicamente incorretos, capazes de induzir em erro de interpretação e entendimento, do Eleitor, sobre a eficácia e o desempenho dos processos administrativos, seus objetivos e metas. 

4. É abusiva, dentre outras, a publicidade ou propaganda discriminatória de qualquer natureza, a que incite à violência, explore o medo ou a superstição, se aproveite da deficiência de julgamento e experiência do Eleitor, desrespeita valores ambientais e jurídicos, ou que seja capaz de induzir o mesmo a se comportar de forma prejudicial ou perigosa à sua saúde ou segurança. 

5. O ônus da prova da veracidade e correção da informação ou comunicação publicitária ou propagandística caberá ao órgão da Administração Pública que a patrocinar. 

6. A Administração Pública, em seus três níveis de governo deve, obrigatoriamente, possuir e implementar Programa de Governo, o qual deve ter seu conteúdo sob conhecimento prévio do Eleitor, redigido de modo a facilitar a compreensão de seu sentido e alcance, seus objetivos e metas, bem como sua aplicabilidade em termos de custos e benefícios à sociedade, ou a comunidade, sujeito à prestação de contas periódicas (por períodos administrativos de 1 – um - Trimestre) em Câmaras Públicas.

7. Havendo um descumprimento, total ou parcial, das obrigações referidas na Lei aplicável, será a Administração Pública, por seus gestores e prepostos, compelida a cumpri-las com o rigor necessário, no prazo máximo de um período administrativo - de 1 (um) Trimestre - sujeitando-a ao IMPEDIMENTO caso não haja a devida correção administrativa.

O descaramento Petista atinge, como uma maldição à democracia brasileira e os mais capazes artífices para a construção de um Plano Técnico, Científico e Político, para o alcance de uma maior escala civilizatória. 

O PT nada fez pelos resultados de seu governo, deixou o Brasil à deriva, como “cocô de marinheiro”, sem direção administrativa capacitada, a não ser ANUNCIAR resultados ao léu, capitalizando intenções eleitorais em atividades sociais, econômicas e de produção, básicas ou estratégicas, em que nada fez de concreto em seus benefícios. 

A não ser “manter DECADENTE a rotina” das Estatais e do PPA - Plano Plurianual, que se mobilizava à luz da capacidade e inteligência de seus administradores, engenheiros, técnicos e operários, independente dos plantonistas de Brasília – DF, até que começou a interferir nas carreiras, nas promoções e a indicar desqualificados para vários quadros administrativos, técnicos e estratégicos.

O Brasil está indo para o limbo. Na esperança de que alguém salve o país. 

Aflitivamente,

Engº Lewton Burity Verri




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!