As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 25-02-2014. Acessado 538 vezes.
Título da Postagem:O PSOL, os Black Blocs e seu financiamento governista
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 25-02-2014 @ 08:44 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Tags: PSOL, Black Bloc, ativismo, arruaça, vandalismo, destruição, mercenarismo

 O PSOL, os Black Blocs e seu financiamento governista

Psiquiatra comenta que é fonte de depressão se o ser tiver apenas a escolha do esbulho, do atalho, da degeneração social e pessoal.

Partidos como o PSOL são micro-pesos na balança da evolução civilizatória, que ajudam a pender para o lado da escuridão. São nefastos uma vez que o caminho certo é ignorado, não só pelo raciocínio minguado, mas pela insuficiência cognitiva.

É mais fácil aparecer pela via da degradação do que pela via da gradação, do crescimento material e espiritual, num conjunto humano debilitado de noções úteis. Para o que pessoas e PSÓIS são úteis, neste estilo de surgir em insurgências bombásticas, de destruição e de auto-destruição?

Uma árvore leva em média 20 anos para ter um belo dossel frondeado. E pessoas e PSÓIS inúteis, como lenhadores predadores, derrubam em minutos uma obra qualquer.

Destruir é fácil, até a natureza nos mostra como destruir. Num dia, numa hora, num minuto. Mas leva milhões de anos para estabilizar um projeto seu, com toda funcionalidade, utilidade e objetividade.

O Black Bloc não é guerreiro, nem soldado, nem fiel da guarda. É mercenário, personagem degradado, quixotesco, mini-demônio, que não acrescenta NADA de sua exposição à grandeza humana e social. É pária da manipulação política, sem funcionalidade, sem utilidade e sem objetividade, para a construção da sociedade e da sua própria honra e dignidade.

Terminam sendo criaturas sem obras. Nada constroem, trocam zero por coisa nenhuma. Talvez, atrás das máscaras não haja ser humano algum. Criatura nenhuma...

Tudo “vendido” a R$ 150,00, o que nos espanta sobre as escolhas que a pobreza faz, criada pelos seus manipuladores e algozes.   

E como homem, também é natureza, criatura da obra do criador, em imagem e semelhança a ele, deveria escolher caminhos menos bizarros (pelo menos).

O mais coerente com a GLÓRIA DE DEUS seria que os homens fossem como a natureza na sua operatividade engenhosa das construções e das gradações - com funcionalidade, utilidade e objetividade.

Então, nestas vias nefastas, e macabras, pessoas e PSÓIS inúteis se igualam às maiores bestas de todos os milênios...

Restam ainda bestas, mas hoje já são poucas - os PSÓIS são as bestas do apocalipse civilizatório, no formato de agremiação.

Abraços,

Lewton




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!