As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 09-03-2014. Acessado 694 vezes.
Título da Postagem:Em busca do Estado Fraterno e Solidário
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 09-03-2014 @ 01:48 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Tags: Esgotamento ideológico, Nova Era, Estado Humano, fraterno, solidário, Evolução

 Em busca do Estado Fraterno e Solidário

Estamos chegando ao limiar político do início do que se chamou de NOVA ERA.

Chegamos ao nó, onde dele quase nada prossegue, senão para REPETIÇÕES de funções e seus efeitos colaterais: - as disfunções. Isto é, vamos caminhando para o ESGOTAMENTO PLENO, pelo excesso de repetições de modelos, modos e ideologias de caráter RECESSIVO.

Umas ideologias criam mais disfunções do que as outras. Em todas existem críticas. Porém, se usarmos um critério científico de medida, do STATUS de uma sociedade, país ou civilização, iremos constatar que, por hora, temos uma ideologia de administração que ainda SOBREVIVE criando melhores condições de vida: conforto, segurança, bem estar, crescimento material e social.

Esta ideologia é o CAPITALISMO, que se desenvolve por si, sem interferências ESTATAIS ou sem interferências que venham a depreciar um ou mais fatores da vivacidade capitalista.

A vivacidade capitalista tem suporte nas iniciativas individuais dos empreendedores na geração e distribuição de riquezas. As empresas terminam virando instituições de nivelamentos sociais, educacionais, religiosos, culturais e etc, em face de se tornarem uma "casa de convivências comuns, em busca de metas de sobrevivências comuns". E tal vivacidade vem da competitividade congênita e genética incrustada nos talentos humanos natos e naturais.

Basta lembrarmos apenas da "corrida dos espermatozoides", onde apenas um deles fecunda um óvulo - mais forte, mais ágil, mais lógico? A competitividade está arraigada no ser humano. Em tudo se compete do “cuspe em distância” ao lançamento de foguetes...

São talentos naturais, da vivacidade capitalista, vários fatores promotores do crescimento humano, material, social e espiritual das pessoas, tais como:

1º senso analítico,

2º senso de criatividade,

3º senso de ordem,

4º senso de laboração,

5º senso de responsabilidade,

6º senso de conjunto e de coordenação,

7º senso de humanismo holístico,

8º senso de combatividade e de enfrentamentos,

9º senso de desafio ao risco e

10º senso de evolução e melhorias - progresso.

A vivacidade capitalista está circunscrita por estes 10 sensos, que caracterizam um indivíduo ou grupo empreendedor.

Caçar um mamute era uma atividade empreendedora, altamente competitiva, em que a humanidade já se articulava, com base em alguns sensos destes, desde pelo menos 10.000 anos Antes de Cristo, para sobreviver e se alimentar.

Atualmente muitos destes sensos estão "aderidos" em nossa genética, compatível com necessidades da alma, caracterizando as amálgamas que formam os TALENTOS. Em que uns serão mais férteis, mais objetivos, mais producentes em qualidade e produtividade, mais econômicos e mais revolucionários.

E as empresas são grupos ou conjuntos de indivíduos com talentos diversos, os quais devem ser dirigidos para maximizar o atingimento de vários objetivos: conforto, segurança, bem estar, crescimento material e social.

E a empresa se traduz na melhor e mais eficiente forma de gerar e distribuir a riqueza, carecendo apenas de reforços para o verdadeiro crescimento humano.

Hoje temos registro histórico do resultado da aplicação prática de várias ideologias, baseadas em processos econômicos e distributivos, tão somente.

Tivemos o Comunismo, o Socialismo e estamos chegando ao esgotamento do Capitalismo. 

Mas, apenas o Capitalismo conseguiu que nucleassem e crescessem os 10 sensos que o tornaram uma ideologia vencedora, até hoje. Entretanto ele está em ESGOTAMENTO...

Vislumbramos que os conceitos administrativos, e políticos, que governarão na NOVA ERA são aqueles relacionados ao “poder de cooperação, sustentabilidade e crescimento humano”:

1º Ajuda mútua cooperativa;

2º Desenvolvimento sustentável;

3º Crescimento do ser humano.

Estes 3 conceitos permitirão que a criatura consiga finalizar a obra do criador.

Somos a conclusão da obra do criador, em que nós somos a criatura. Porém a condição de vida deve ser obra exclusiva da criatura - responsabilidade nossa. E que condição de vida é esta? É aquela que nos permitira criar para todos os seres humanos o conforto, a segurança, o bem estar, o crescimento material e social. E reforçando o CRESCIMENTO HUMANO, ainda carente em todas modalidades de empresas e na maioria dos países.

Façamos uma ligeira reflexão cristã: “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei” - Jesus Cristo - a chave da regeneração planetária e administrativa pública (privada).

Lembrando das pregações de Cristo:

“É tendo Ele se preparado para uma nova preleção aos seguidores e discípulos, vieram ter com Ele e disseram:

- Mestre a turba está faminta e cuida que precisamos alimentá-la. E Ele disse:

- Trazei, pois, algo para alimentá-los!

E responderam:

- Mestre, temos apenas um pouco de pão e de peixe.

E o Senhor, percebendo que famintos só ouvem a “voz do estômago”, disse-lhes:

- Cuida que preparemos uma refeição, já que é preciso falar-lhes a palavra do Senhor.

Daí, Ele multiplicou o pequeno punhado de pães e peixes em cestas cheias e fartas, para saciar a fome da turba peregrina”.

Jesus demonstrou que o crescimento humano possui uma escala de necessidades, que deve ser satisfeita para a evolução humana.

As sete coisas que o  ser humano deseja, e que, cientificamente, compõem uma escala natural de necessidades crescentes são:

(1) Garantir a sua sobrevivência.

(2) Conquistar saúde equilibrada.

(3) Dinheiro suficiente para viver.

(4) Trabalho compensador.

(5) Relacionamentos gratificantes.

(6) Realização pessoal.

(7) Espiritualidade plena.

Reafirmando, temos o forte sentimento de que a vida é obra do criador, gerando a criatura. Mas, a condição de vida é a obra da criatura e, neste momento, surge a 2ª criação do mundo - o mundo humano, constituído de Estados Humanistas e estes de municípios e comunidades humanistas.

Mas, destacamos que regras administrativas e políticas demagógicas não irão funcionar, porque é assim que se tem feito até hoje - estamos num grande NÓ de ESGOTAMENTOS.

Assim o ESTADO HUMANISTA precisará criar todas as sete expectativas dos seus cidadãos e administrar - governar - com um dirigismo científico eficiente e eficaz.

Tendo havido a decadência do Estado Desumano, o colapso da administração pública e a necessidade de encontrar, para a sociedade sofrida, um novo, alentoso e fraterno, “modus operandi” para a CONDUTA governamental, o Estado forçosamente terá que adotar a administração científica. Para inicialmente eliminar todas as mazelas e prosseguir com melhorias contínuas nos seus indicadores administrativos, segundo as sete necessidades naturais dos seres humanos.

Caso contrário estará apenas “alimentando”, energeticamente, a “bomba de combustão psicológica”, que dispararia ou detonaria a derradeira comoção social.

Este novo “modus operandi” terá que possuir uma meta suprapartidária, muito além das fragmentárias ideologias brasileiras.

O novo “modus operandi” se apoiará em novos modelos de vida pessoal e social e novos paradigmas para a humanidade brasileira no 3º milênio, transformando o “Estado Desumano” em um empreendimento coletivo para o desenvolvimento humano, aliviando o sofrimento da coletividade, promovendo a vida e a liberdade.

A meta suprapartidária deverá romper com o passado trevoso, de provas e expiações, desencadeando uma poderosa ação civilizadora, se configurando em ações executivas concretas, para mudar a atual situação humana, de calamidades e extermínio omissivo.

Então, estaremos em busca do Estado Fraterno e Solidário...

Abraços,

Lewton




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!