As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 11-03-2014. Acessado 983 vezes.
Título da Postagem:Taça Libertadores da América é o Carai, segundo Petistas
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 11-03-2014 @ 10:25 am
[ Avise alguém sobre este texto ]

Tags: Comunismo, América do Sul, Libertadores, Torneio, Futebol, esquerda, política

 Taça Libertadores da América é o Carai, segundo Petistas


O FORÚM DE SÃO PAULO VAI ACABAR COM A TAÇA LIBERTADORES DA AMÉRICA, e pretende criar a TAÇA RENOVAÇÃO SOCIALISTA SUL AMERICANA.

Nosso assessor de imprensa Liutomiro Açú, nos mandou pelo correio carta-código nos informando sobre a mais nova investida do socialismo sul-americano. Na tentativa de fugir do GUARDIÃO PETISTA que bisbilhota todos os e-mails que usam certas palavras chave.

Não são só os EUA e bisbilhotam e-mails...

Atenção você apreciador de futebol, é futebolístico e fã de algum time! Vão acabar com o Torneio da Copa Libertadores da América. Essa conversa de Libertadores é do passado. Agora o papo é firmar para o mundo a opção regional pelo Socialismo Recessivo – ou Comunismo da Miséria.

Os líderes das ESQUERDAS da América do Sul estão tramando, através do Fórum de São Paulo a EXTINÇÃO do torneio dito CAMPEONATO DA TAÇA LIBERTADORES DA AMÉRICA*.

E isto para eles será uma “iniciativa afirmativa” da posição socialista e/ou comunista, que assumiram. Você sabe por que deram este nome ao famoso torneio sul-americano?

A Copa Libertadores da América, ou Taça Libertadores da América, é uma homenagem aos principais líderes da independência das nações da América do Sul. Vários países ficaram INDEPENDENTES do jugo da Espanha, ficando LIVRES e autônomos. E o Brasil ficou LIVRE do jugo de Portugal.

Torneio criado em 1960 sob o nome de Copa dos Campeões da América, já que apenas os campeões das associações de futebol da América do Sul em seus respectivos campeonatos participavam.

Foi criado em homenagem aos libertadores de vários países da América do Sul, os quais são: 

1. URUGUAIO - José Gervasio Artigas, 

2. VENEZUELANO - Simón José Antonio de la Santísima Trinidad Bolívar y Palacios Ponte-Andrade y Blanco, 

3. ARGENTINO - José Francisco de San Martín y Matorras, 

4. PORTUGUÊS - José Bonifácio de Andrada e Silva, 

5. PORTUGUÊS - Pedro I, 

6. VENEZUELANO - Antonio José de Sucre e o CHILENO - Bernardo O'Higgins Riquelme (Saber mais ver o links citados ao final deste texto).  

É uma das competições entre clubes mais prestigiosas no esporte juntamente com a Liga dos Campeões da Europa.

E os países participantes são: Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. 

Destes 11 países que eram NAÇÕES LIVRES, e com forte vocação para humanismo e algumas pela Democracia, agora 9 destes países exercem administração pública voltada para Socialismo e Comunismo. E boa parte delas já adota processos DITATORIAIS na prática executiva, legislativa e judiciária.  

Veja o Total de títulos por país no 1º Slide.

E o movimento político atual ao aderir aos conceitos da Esquerda descamba para o Socialismo ou o Comunismo. Considerando as violações constitucionais em vários países, o desrespeito aos Direitos Humanos, o controle fraudulento do processo eleitoral,  a administração pública perdulária e temerária, estes países estão FRUSTRANDO o quesito mais importante de um sistema político: a LIBERDADE.

As Esquerdas da América do Sul estão tramando a fixação definitiva do Comunismo em muitas delas. E no Comunismo / Socialismo não existe o desfrute da LIBERDADE. 

Entretanto, alguns chefes de Estado têm agido com mais cautela, pois ainda existe resistência ao comunismo no continente Sul-americano. Mas, fatos,  fotos e discursos não deixam dúvidas. Em breve o continente será vermelho.

Os únicos países na América do Sul não alinhados com a esquerda são a Colômbia e o Peru (das 11 nações que participam do torneio da Taça Libertadores de América). No restante da América do Sul, todos os governos são de esquerda e têm como referência comum o Foro de São Paulo e a idolatria por Fidel Castro.

Os Países da América Latina atualmente governados por membros do Foro de São Paulo, são: Argentina, Barbados, Belize, Bolívia, Brasil, Cuba, Dominica, Equador, El Salvador, Guatemala, Haiti, Nicarágua, Peru, República Dominicana,
Uruguai e Venezuela.

“A idéia do Foro de São Paulo* surgiu em julho de 1990, durante uma visita feita por Fidel Castro a Lula em São Bernardo do Campo e foi formalizada quando 48 organizações, partidos e frentes de esquerda da América Latina e do Caribe, atendendo a convite do Partido dos Trabalhadores, reuniram-se na cidade de São Paulo visando debater a nova conjuntura internacional pós-queda do Muro de Berlim (1989), elaborar estratégias para fazer face ao embargo dos Estados Unidos a Cuba e unir as forças de esquerda latino-americanas no debate das consequências da adoção de políticas neoliberais pela maioria dos governos latino-americanos da época.”

No encontro seguinte, realizado na Cidade do México, em 1991, com a participação de 68 organizações e partidos políticos de 22 países, examinou-se a situação e a perspectiva da América Latina e do Caribe frente à re-estruturação hegemônica internacional. 

Na ocasião, consagrou-se o nome "Foro de São Paulo".
 
* http://pt.wikipedia.org/wiki/Foro_de_S%C3%A3o_Paulo

O apoio ao Sistema Político DEMOCRÁTICO, na América Latina, mostramos no  2º Slide* o qual nos revela contradições entre apoio popular à Democracia e a situação política atual de governo.

*Ver em: http://www.ocafezinho.com/2013/11/04/aprovacao-a-democracia-na-america-latina-ultrapassa-a-da-europa/#sthash.3T8PEsLR.dpuf 

Ainda para mostrar a esquizofrenia das lideranças políticas destas nações, elas são “associadas” à UNASUL - União de Nações Sul-Americanas. Que em seu Tratado Constitutivo, em tentativa de copiar a inspiração do processo integrativo da União Européia, dentre todos os aspectos de cooperação, comércio, defesa e prática política, foi estabelecido o COMPROMISSO COM A DEMOCRACIA. Além de servir como um mecanismo de segurança regional, promovendo a cooperação militar e a defesa regional.

Sobre o item DEFESA os participantes da UNASUL estabeleceram que não tinham a intenção de formar uma aliança parecida com a OTAN, “mas um acordo de segurança cooperativa, um reforço da cooperação militar multilateral, promovendo o fortalecimento da confiança e da segurança medidas de fomento e intercâmbio da indústria de defesa.”

“O Protocolo Adicional sobre Compromisso com a Democracia, no qual se confirma que os estados-membros não tolerarão desafio à autoridade institucional, nem tentativa de golpe ao poder civil legitimamente constituído, adotando medidas concretas e imediatas em caso de violação da ordem constitucional.” 

É aplicável "em caso de ruptura ou ameaça de ruptura da ordem democrática, de uma violação da ordem constitucional ou em qualquer situação que ponha em risco o legítimo exercício do poder e a vigência dos valores e princípios democráticos." E na hipótese de ocorrência de uma dessas situações, os Conselhos e Relações instituídas,  serão convocados a deliberar sobre a aplicação de sanções ao estado afetado. Entre as sanções políticas e diplomáticas previstas pelo protocolo, destacam-se:

1ª Suspensão do direito de participar nos diferentes órgãos e instâncias da Unasul;

2ª Fechamento parcial ou total das fronteiras terrestres com o Estado afetado;

3ª Suspensão ou limitação do comércio, transporte aéreo e marítimo, comunicações, fornecimento de energia, serviços e abastecimento.

A despeito do conflito de objetivos constituintes da UNASUL e do FORO DE SÃO PAULO as lideranças da ESQUERDA pretendem evidenciar com a TAÇA RENOVAÇÃO SOCIALISTA SUL AMERICANA uma “iniciativa afirmativa” da posição socialista e/ou comunista, que assumiram...

O resto que se LASQUE!

Abraços,

Lewton
==========================

SAIBA QUEM FORAM OS LIBERTADORES:

1. http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Artigas  - URUGUAIO - José Gervasio Artigas (Montevidéu, 19 de Junho de 1764 — Ibiray, 23 de Setembro de 1850) foi um político e militar uruguaio, sendo o herói nacional de seu país.

2. http://pt.wikipedia.org/wiki/Sim%C3%B3n_Bol%C3%ADvar  - VENEZUELANO - Simón José Antonio de la Santísima Trinidad Bolívar y Palacios Ponte-Andrade y Blanco (Caracas, 24 de julho de 1783 — Santa Marta, 17 de dezembro de 1830), comumente conhecido como Simón Bolívar, foi um militar e líder político venezuelano. 

Simón Bolívar é considerado na América Latina como um herói, visionário, revolucionário, e libertador. Durante seu curto tempo de vida, liderou a Bolívia, a Colômbia, Equador, Panamá, Peru e Venezuela à independência, e ajudou a lançar bases ideológicas democráticas na maioria da América Hispânica. Por essa razão, é referido por alguns historiadores como "George Washington da América do Sul".

3. http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_de_San_Mart%C3%ADn  - ARGENTINO - José Francisco de San Martín y Matorras (Yapeyú, 25 de fevereiro de 1778  — Boulogne-sur-Mer, 17 de agosto de 1850) foi um general sul-americano cujas campanhas foram decisivas para as declarações de independência da Argentina, Chile e do Peru.

4. http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Bonif%C3%A1cio_de_Andrada_e_Silva  - PORTUGUÊS - José Bonifácio de Andrada e Silva (Santos, 13 de junho de 1763 — Niterói, 6 de abril de 18381 ) foi um naturalista, estadista e poeta brasileiro. É conhecido pelo epíteto de "Patriarca da Independência" por ter sido uma pessoa decisiva para a Independência do Brasil.

5. http://pt.wikipedia.org/wiki/D._Pedro_I_do_Brasil  - PORTUGUÊS - Pedro I (Queluz, 12 de outubro de 1798 — Queluz, 24 de setembro de 1834), alcunhado o Libertador, foi o fundador e primeiro monarca do Império do Brasil. Pedro I escolheu o lado brasileiro e declarou a Independência do Brasil de Portugal em 7 de setembro de 1822. Em 12 de outubro foi aclamado imperador brasileiro e, em março de 1824, já havia derrotado todos os exércitos leais a Portugal. Poucos meses depois, Pedro I esmagou a Confederação do Equador, principal reação contra a tendência absolutista e a política centralizadora de seu governo.

6. http://pt.wikipedia.org/wiki/Antonio_Jos%C3%A9_de_Sucre  - VENEZUELANO - Antonio José de Sucre (Cumaná, Venezuela, 3 de fevereiro de 1795 — Sierra de Berruecos, Colômbia, 4 de junho de 1830) foi um militar e estadista venezuelano, e herói da independência latino-americana / Colômbia, Equador e Peru.

7. http://pt.wikipedia.org/wiki/Bernardo_O%27Higgins  - CHILENO - Bernardo O'Higgins Riquelme (Chillán, 20 de agosto de 1778 — Lima, 24 de outubro de 1842) foi um militar e estadista chileno, considerado o pai da pátria. Foi uma das figuras militares fundamentais da independência e o primeiro chefe de estado do Chile independente, sob o título de Diretor Supremo, entre 1817 e 1823, quando renunciou voluntariamente ao cargo para evitar uma guerra civil, exilando-se no Peru até a sua morte.


Fonte Geral * http://pt.wikipedia.org/wiki/Copa_Libertadores_da_Am%C3%A9rica    
 



Bookmark and Share

Comentários

natking em 15-03-2014 às 20:54

Excelente explanação. Alguma coisa ainda não sabia a origem.


natking em 15-03-2014 às 20:54

Excelente explanação. Alguma coisa ainda não sabia a origem.


natking em 15-03-2014 às 20:54

Excelente explanação. Alguma coisa ainda não sabia a origem.


Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!