As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 26-03-2014. Acessado 1108 vezes.
Título da Postagem:Querem matar os PETISTAS que afundaram a Petrobrás
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 26-03-2014 @ 03:38 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Tags: Petrobrás, petróleo, administração, conselho, charlatanismo, Dilma, Lula, Lobão

 QUEREM MATAR OS PETISTAS QUE AFUNDARAM A PETROBRÁS

http://www.militar.com.br/artigo-1523-PROVA-PARA-SELE%C3%87%C3%83O-E-RECRUTAMENTO-PARA-CANDIDATOS-A-CONSELHEIROS-DA-PETROBR%C3%81S#.UzMLp6hdVA0 

NÃO ESCREVEMOS AQUI EM NOME DOS ENGENHEIROS DA PETROBRÁS. APENAS PELAS PESSOAS QUE PERDERAM CARGOS (E AS QUE VÃO PERDER), FORAM PROTELADAS EM PROMOÇÕES, EM VIAGENS TECNOLÓGICAS E ESTUDOS TÉCNICOS E CIENTÍFICOS, QUE SOFRERAM ASSÉDIO MORAL DE LULA E DE DILMA, QUE ESTÃO SENDO APOSENTADAS POR FALTA DE FUTURO, PELOS JOVENS QUE VÃO FICAR SEM EMPREGOS NA INDÚSTRIA DO PETRÓLEO, E PELAS PESSOAS MINORITÁRIAS QUE VÃO PERDER SEUS INVESTIMENTOS E POUPANÇAS, DEPOIS DE 30 ANOS DE PROPAGANDAS ABUSIVAS, ENGANOSAS E DE OFERTÓRIOS VAZIOS...

UMA LIÇÃO FICARÁ PARA SEMPRE NESTA HISTÓRIA:

INVESTIDORES JAMAIS SIGAM SÓ OS ECONOMISTAS E POLÍTICOS. SIGAM OS ENGENHEIROS DAS EMPRESAS ONDE VÃO INVESTIR. SIGAM PROFISSIONAIS CRÍVEIS DA ENGENHARIA. E DEIXEM DE SEGUIR PROPAGANDAS E CHARLATANISMOS ECONÔMICOS. SIGAM, TAMBÉM, OS ENGENHEIROS, POIS ELES SÃO OS PROJETISTAS E CRIADORES DOS EVENTOS ECONÔMICOS. OS ECONOMISTAS SÃO ESPECULATIVOS E JOGAM COM O DINHEIRO ALHEIO. E ELES SÓ DIZEM SE O EVENTO ECONÔMICO ESTÁ “FRIO, MORNO OU QUENTE”. É MUITO POUCO PARA INVESTIMENTOS DE BILHÕES DE CIFRAS. MESMO QUE FOSSEM DE CENTAVOS.

DESDE 2005 ENGENHEIROS VÊM DENUNCIANDO A DESQUALIFICAÇÃO DOS CONSELHEIROS DA PETROBRÁS E DE ALGUNS DE SEUS DIRETORES E PRESIDENTES, ACOLHIDOS AOS QUADROS DA EMPRESA PELO “PARAQUEDISMO POLÍTICO CRIMINAL, PARA O EXERCÍCIO ILEGAL DE PROFISSÕES TÉCNICAS E ADMINISTRATIVAS”.

QUEREM MATAR OS DETRATORES DO PROGRESSO TÉCNICO E ECONÔMICO DAS ESTATAIS. PRINCIPALMENTE DA PETROBRÁS. OS INVESTIDORES PERDERAM BILHÕES E A SAÚDE – GANHARAM DÍVIDAS E PREJUÍZOS.

VEJA O EXEMPLO A SEGUIR, COMO RECOMENDAÇÃO DA ENGENHARIA:

PROVA PARA SELEÇÃO E RECRUTAMENTO PARA CANDIDATOS A "CONSELHEIROS" DA PETROBRÁS

Circulou aqui, em nosso grupo, uma lista com os atuais conselheiros da Petrobrás, inclusive o nome da dona Dilma.

Um amigo nosso, ex-engenheiro da Petrobrás, disse que aquele pessoal não tem "qualificação" para limpar as brocas das perfuratrizes e nem os banheiros das plataformas. É duro, mais é assim que o Brasil "foi/ainda é", quando tinha quase tudo "estatizado", antes de 1992/1993.

Haviam conselheiros assim na Siderbrás, na Avibrás, na Telebrás, na Nuclebrás, na Embratel, Embraer, Banco do Brasil, Caixa Econômica, em todas as estatais com terminação 'brás' no nome.

A festa da politicalha era maior do que essa que vemos agora em reality show.

Hoje tem menos queijo para os ratos...

Havia muito roubo mesmo. O Brasil é pobre ainda, com altos índices de corrupção, e por isso, pelos roubos nas diversas formas e nas várias tipificações, ainda somos uma sub-civilização no estilo Sarney, Collor, Lula, Dilma e etc.

Conversamos sobre o conceito de conselheiro. É algo de sabedoria e domínio pleno do conhecimento sob a ação do aconselhamento. Ignorante só aconselha barbaridades... E desde 1985 somos aconselhados por escórias de ladrões, malandros, ineptos e verminoses burocráticas.

Quase todos os ministérios têm ministros, secretários, diretorias e conselheiros desse naipe. Naipe da boçalidade... Por que o país não se desenvolve?

Sarney é o cara, o conselheiro mestre, o tutor, o monitor, o drácula... Vimos a corja do "trem da alegria" sarneyana. Alguém espera algo muito além do "horizonte", com esse pessoal na Petrobrás? Esse pessoal, dessa tipologia, está em todos os governos e casas legislativas.

São os parasitos, os gafanhotos e as saúvas + a lei de Murphy ferrando a gente, com a "desqualificação" da parentela, nos gabinetes, e empestados aonde ainda se é empresa estatal.

Para termos o dimensionamento da "desqualificação" desses vermes, o colega engenheiro, elaborou uma "pequena" prova, para seleção e recrutamento para candidatos a "conselheiros" da Petrobrás, e que outros profissionais poderiam fazer umas para as agências reguladoras e para todos os cargos políticos / públicos sujeitos à indicação de malandros, como Sarney fez com o Brasil.

E Lula e Dilma estão fazendo com requinte de estupidez...

A prova tem 10 questões. Só passaria, para assumir o cargo, quem acertasse as exigências para as respostas em pelo menos 80%. As respostas devem ser discursivas demonstrando domínio técnico e conceitual.

Segundo meu colega o conhecimento implícito para se responder adequadamente a todas as perguntas, corresponde a mais de 50.000 horas de experiência eclética em todos os campos de domínio do conhecimento para a sustentação econômica de uma indústria do petróleo. Daí poderiam ser conselheiros do petróleo.

Leiam as questões!

1ª pergunta: o que são hidrocarbonetos? Descreva suas características, os grupos funcionais, suas propriedades e as aplicações como elementos na produção de energia - resposta discursiva no mínimo de 50 linhas.

2º pergunta: descreva o método de prospecção do petróleo, adotado pela empresa, seu procedimento de mapeamento, a determinação da capacidade estimada dos poços e o dimensionamento do suporte tecnológico para a produção econômica de petróleo - resposta discursiva no mínimo de 80 linhas.

3ª pergunta: em quais condições geológicas o petróleo é encontrado em solo, no mar e em respectivas camadas profundas para a sua extração - resposta discursiva no mínimo de 30 linhas.

4ª pergunta: descreva o processo de destilação do petróleo para obtenção dos seus subprodutos, com um esquema - croquis - detalhando a sequência do fracionamento, indicando os parâmetros de temperaturas de extração, a escala média de volumes, as densidades médias e as pressões de segurança do processo - resposta discursiva no mínimo de 80 linhas.

5ª pergunta: descreva o processo de controle da qualidade do petróleo, e de seus subprodutos, ao longo do seu fluxo de produção, desde a extração até a entrega dos produtos finais nas distribuidoras, indicando os parâmetros, as propriedades de aceitação, da qualidade, a destinação dos rejeitos e o encaminhamento dos volumes de acordo com as especificações internacionais - resposta discursiva no mínimo de 100 linhas.

6ª pergunta: detalhe o procedimento para a dotação dos custos, em planilhas específicas, considerando todas as classes de custos e despesas aplicáveis, para a determinação dos preços de comercialização pelas distribuidoras dos produtos finais, de acordo com as especificações internacionais - resposta discursiva no mínimo de 100 linhas.

7ª pergunta: descreva o cenário dos países produtores mundiais de petróleo, suas produções e demandas anuais, suas particularidades de concorrência, com a empresa, as características de suas reservas e as perspectivas para os próximos 10 anos - resposta discursiva no mínimo de 150 linhas.

8ª pergunta: comente o último balanço patrimonial e operacional da empresa, explicando à luz das regras contábeis, e da terminologia aplicável, os pontos fortes e os pontos fracos, os encargos respectivos de cada ponto citado e faça proposições de ajustes financeiros, econômicos e de produção - resposta discursiva no mínimo de 150 linhas.

9ª pergunta: quais são os projetos prioritários de meio ambiente a serem desenvolvidos para assegurar a ausência de acidentes, vazamentos e contaminações, ao longo do fluxo de produção, desde a extração do petróleo até a entrega dos produtos finais nas distribuidoras - resposta discursiva no mínimo de 80 linhas.

10ª pergunta: quais os cenários do "futuro do petróleo" para daqui a 25 anos e para daqui a 50 anos e quais serão as políticas empresariais possíveis para cada cenário - resposta discursiva no mínimo de 50 linhas.

Abraços,

Lewton




Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!