As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 19-04-2014. Acessado 953 vezes.
Título da Postagem:Irmandades - Parte 2 - Catolicismo
Titular:JÉRIS DAS CHAGAS SILVA
Nome de usuário:JERIS
Última alteração em 19-04-2014 @ 02:58 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Tags: Irmandade, Catolicismo, Igreja

 

Irmandades – Parte 2

Catolicismo


 

Um dos grandes contrassensos deste mundo é que a doutrina religiosa mais propagada e aceita foi iniciada por um indivíduo (Jesus), que após alimentar, acalentar, curar e ressuscitar pessoas, valia menos que um ladrão entre seu próprio povo (Judeus). Esse mesmo doutrinador selecionou um grupo de homens de sua confiança (Apóstolos) e lhes deu lições importantes, mas um deles (Judas) o traiu por trinta moedas de prata (cerca de R$ 37. 000, 001), outro (Pedro) negou conhecê-lo por três vezes e um terceiro (Tomé) não confiava nele.

A Máquina Estatal Dominante (Império Romano) conduziu o Cristo num processo de tortura e morte (crucificação), tentou varrer todo e qualquer vestígio do Cristianismo da face da Terra, matando seus seguidores publicamente, desterrando todo o Povo Judeu, relegando-o ao exílio e à escravidão por quase 1900 anos (70 d.C a 1948 d.C). No entanto, trezentos anos depois de tentar exterminar o Cristianismo, a mesma Máquina Estatal tomou suas visões, personagens e princípios, criando o maior empreendimento religioso do Planeta: A Igreja Católica Apostólica Romana.

A Ética Cristã está contida nos livros do chamado Novo Testamento. Amar ao próximo como a si mesmo é uma expressão inequívoca do Princípio da Tolerância; dar de comer a quem tem fome e fazer aos outros o que queremos que nos façam são exortações à consciência social; a Parábola do joio e do trigo expressa o Princípio da Disciplina, punindo o semeador de joio com a frustração de seu objetivo, que era acabar com a plantação antes da colheita; diminuir a probabilidade de um rico entrar no céu e aumentá-la para um pobre alimenta nas pessoas o desejo de viver num mundo com mais justiça social.

A Igreja Católica é uma irmandade de irmandades, composta por leigos e pelo Clero, divididos em Ordens2 e Congregações3. Os critérios de adesão para leigos são batismo e arrependimento, para o Clero, ser um varão4 batizado e receber o Sacramento da Ordem5. Ela Funciona como um grande exército dividido em vários pequenos comandos, que abordam um sem número de questões sociais, políticas e doutrinárias ao mesmo tempo. Entretanto, as questões de caráter geral são decididas pelo Bispo de Roma, o Papa. Escolhido entre os Cardeais, por votação secreta, ele é o governante mais graduado e sacerdote supremo de uma nação que se estende para além dos limites do Estado do Vaticano.

A História dos Papas é tão complexa quanto a da própria Igreja. Entre eles encontram-se verdadeiros heróis da fé, mas também grandes corruptos. No tempo de confecção do presente artigo, o Mundo Católico tem dois Papas: Joseph Ratzinger, nomeado Bento XVI, que se encontra aposentado e Jorge Bergoglio, nomeado Francisco I, que atualmente ocupa o “Trono de Pedro”. O primeiro sofreu antagonismos por sua participação na chamada “Juventude Hitlerista”, durante o período de ascensão e queda do Partido Nazista Alemão. Também foi questionado por suas vestes e sapatos de marca e pela omissão diante de diversos casos de pedofilia, praticada por clérigos. Bergoglio, no entanto, um Jesuíta, resolveu adotar o nome do santo que até hoje arrasta multidões à Igreja. Assim, Francisco iniciou sua reforma da Igreja, a começar por suas vestes e calçados simples; ele prefere um trono sem adornos em ouro e prata; em viagem, fica com os demais clérigos, evitando suítes presidenciais e coisas do tipo. Diante das denúncias de lavagem de dinheiro pelo Banco do Vaticano, ele interveio e definiu vários procedimentos para disciplinar a instituição bancária. Para os pedófilos ele quer punição, contrariando documentos controversos como Crimen sollicitationis6.

As linhas e entrelinhas da História atribuem, ao Catolicismo, oceanos de sangue, inumeráveis mortes, verdadeiros atos de coragem, terror, amor fraterno, caridade, superação, … , enfim, muita ação e emoção, fornecendo elementos para roteiros de grandes produções cinematográficas e teatrais. Em seu período de fúria (Inquisição) torturou, matou, queimou livros, manchou reputações e mandou calar bocas que expressavam ideias contrárias à Crença, como Galileo Galilei.

Por outro lado, milhares, ou até milhões, de pessoas em todo o mundo, ao longo dos séculos, tocadas pela fome ou pela doença, contaram com os esforços de freiras, frades, monges e monjas para alimentar-se, curar-se ou receber um último acalento em seu leito de morte. Da mesma forma, em várias partes do mundo, esses voluntários anônimos lutaram, lutam e até morrem exigindo liberdade, moradia e respeito humano e à Natureza.

Artistas como Leonardo Da Vinci, Michelangelo e muitos outros venderam ou doaram algumas de suas obras-primas para a Igreja. Fiéis abastados e moribundos doaram terras e muito dinheiro para a Obra. Oradores e pensadores de renome, como Agostinho e Tomás de Aquino, doaram suas vidas à Grande Ordem. Ou seja, o Catolicismo contou com colaborações inestimáveis dos indivíduos mais aptos das diversas áreas e especialidades humanas. Ao longo das Eras, o pensamento cristão foi selecionado, estruturado, adornado, retocado e recuperado pelas mãos e mentes mais talentosas do Planeta!

A capilaridade social desse sistema envolve pessoas de todas as etnias em todos os continentes, sob os mais diversos regimes políticos e econômicos.

Sem dúvida alguma, a Igreja Católica é um modelo valioso para o entendimento sobre como surgem e prosperam as irmandades. Seus valores, bem como as estratégias de proteção e promoção desses valores são milenares. Os ataques externos são absorvidos e dispersados pelo número de fiéis, pela variedade de orientações dos grupos que a compõem e pelas limitações dos próprios atacantes, que se veem na desvantagem de não ter respostas para todas as questões, enfrentando oponentes que estão certos de tê-las.

 

 

4Isso mesmo! Todas as mulheres na Igreja Católica, incluindo as freiras, são leigas.




Bookmark and Share

Comente
Olá Visitante. Este usuário permite que você comente mas antes é necessário informar seu nome e email pessoal válido e ativo.
Você receberá um email de confirmação.
Nome: Obrigatório
Digite seu Email: Obrigatório. Não será divulgado.
Redigite seu Email: Obrigatório. Não será divulgado.
Código de segurança:_YA_SECURITYCODE
Digite o código de segurança:
  [ Voltar ]
Outas colaborações de JERIS
Veja Mais
Perfil de anonimo
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!