As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 07-06-2014. Acessado 464 vezes.
Título da Postagem:Riqueza e Gestão Doc. nº 39 – 2014
Titular:GTMelo
Nome de usuário:GrupoGuararapes
Última alteração em 07-06-2014 @ 05:44 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Estamos Vivos! Grupo Guararapes!
Tags: RIQUEZA E GESTÃO. Doc. nº 39 – 2014

Muitas vezes a riqueza nas mãos de um mau gestor tende a deteriorar-se, estagnar-se e acabar.  O mesmo acontece com as cabeças pensantes dos nossos atuais gestores públicos que repousam eternamente no travesseiro da indiferença. É grande a dificuldade em que se encontra atualmente o Brasil que, de repente, tornou-se a 6ª nação mais desenvolvida economicamente no
mundo. Fica explícita a sensação desagradável de quem ficou rico e não sabe o que fazer com a fortuna. Com o tempo esse descaso torna-se um calo no sapato do novo rico causando-lhe mais dificuldades do que proveito.
Soubemos, pela imprensa, que somente numa grande cidade norte-americana a infraestrutura aeroportuária dela é maior do que o somatório de todas as existentes nas grandes cidades brasileiras. Este fenômeno negativo atinge a atual realização da copa de futebol prestes a acontecer no nosso país.
Todas as nações do planeta que praticam o futebol como o seu esporte preferido temem as dificuldades que certamente encontrarão aqui quando a bola começar a rolar nas doze cidades onde as equipes de vários países vão disputar o maior certame deste esporte.
Numa apreciação isenta e objetiva sabemos que o grande óbice da  administração pública do Brasil não é ausência de recursos e, sim, carência de gestão. No atual momento político nacional, onde as ideias e palpites trafegam em grande velocidade nos modernos meios de comunicações, os governantes se preocupam mais em criar cargos e 39 ministérios para agradar os partidos políticos que os apóiam, do que arregaçar as mangas e partir para resolver os grandes problemas de carência de infraestrutura que nos afligem. È trabalhar e conversar menos. FALAM QUE HÁ MAIS DE 40.000 MIL EMBREGOS (FEDERAL – ESTADUAL – MUNICIPAL) PARA NADA E TODOS MAMANDO NAS TETAS DO GOVERNO.
Faltam-nos praticamente tudo nesta controversa encruzilhada. Por exemplo, a grande safra de grãos do Planalto Central deixa de crescer ano a ano por falta de escoamento rápido, barato e moderno. Ainda se usam caminhões e estradas mal conservadas de mão dupla, com mais de 50 anos de uso, para este trabalho que poderia ser feito por ferrovias, rodovias e hidrovias
modernas. E ONDE ESTÁ A NOSSA MARINHA MERCANTE?
Somos um país continental que não dispõe de portos marítimos e fluviais, ferrovias e rodovias modernas em todas as direções e, sobretudo, condições aeroportuárias para atender a demanda crescente do nosso desenvolvimento citado em prosa e verso. Nem é bom citar a falta de segurança em todos os níveis, saúde e escola.
Com a lupa do bom senso nas mãos É PRECISO PROCURAR O MELHOR PARA VOTAR.
GOVERNAR NÃO É CRIAR MINISTÉRIO E SIM, APLICAR BEM O DINHEIRO PÚBLICO E COLOCAR NA CADEIA OS LADRÕES DO NOSSO DINHEIRO.
TUDO QUE FALAMOS CHAMA-SE LOGÍSTICA
GRUPO GUARARAPES
6 DE JUNHO DE 2014

REPASSE




Bookmark and Share
Outas colaborações de GrupoGuararapes
Veja Mais
Perfil de GrupoGuararapes
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!