As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 11-09-2014. Acessado 1196 vezes.
Título da Postagem:Não Vote no Deputado Mazzaropi Garcia Garça, do partido FDP e número 666
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 12-09-2014 @ 09:21 am
[ Avise alguém sobre este texto ]
Tags: avaliação, legislativos, desempenho, pontuação, conceito, reeleição, rejeição

 Não Vote no Deputado Mazzaropi Garcia Garça, do partido FDP* e número 666

 
O Deputado Garcia Garça voltou a pedir o nosso voto. Esteve sumido os últimos 4 anos. A mensagem “nova” dele naquele “santinho asqueroso” é: TRABALHO, CORAGEM e FÉ. Não sei como você vê isto? Mas, para mim é um acinte do mal caráter dele.
 
Mas, como podemos julgar o caráter de Garcia Garça sem cometermos injustiças contra ele, e sem que ele venha a cometer “falsidade ideológica” conosco?
 
Em meu entender a mensagem “nova” dele, naquele “santinho asqueroso”, de ser: TRABALHO, CORAGEM e FÉ, não é suficiente para que eu o aceite novamente como meu candidato. Ele já me enganou nas eleições passadas.
 
Precisamos de mais indicadores de desempenho dos deputados escorregadios que estão pedindo votos para reeleição. E para aqueles antigos “mamutes jurássicos” que retornam à vida pública das picaretagens e das maracutaias.     
 
E não vão importar as mensagens do “Satanismo Marketeiro do Falso Testemunho” na tentativa de nos convencer em votar “novamente” em Garcia Garça.
 
A atividade legislativa, à qual Garcia Garça concorre em nosso país, jamais teve controle por parte do colégio eleitoral – todos os eleitores habilitados – e nem por parte do sistema administrativo e judicial que lhe supervisiona.
 
As atividades legislativas também são reguladas por uma Lei de Mercado, independente de alguma ação de controle da cidadania, que condiciona o atendimento de alguns requisitos de qualidade e produtividade, dos legisladores – vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores - os quais (os requisitos) devem ser RIGOROSAMENTE OBEDECIDOS, a saber: 
 
(a) Melhor desempenho do legislador e do processo administrativo que lhe supervisiona, ao menor custo; 
 
(b) Melhor qualidade nos serviços em sua agilidade e ausência de erros, omissões e vícios; 
 
(c) Prazos de execução confiáveis, nos procedimentos e nos tempos corretos de realização, sem postergações e embromações; 
 
(d) Segurança em suas operações, legais, constitucionais, nacionais e internacionais, sem ilícitos e desvios de condutas e de funções, e 
 
(e) Responsabilidade Técnica e Civil para com a sociedade, o contribuinte, o eleitor e o cidadão.
 
Diante destes requisitos podemos afirmar que este pessoal das Casas Legislativas é de TRABALHO, CORAGEM e FÉ? E cá entre nós, não vemos boa correlação destas intenções com o desempenho do PASSADO e do PRESENTE de um determinado legislador. Precisamos de algo mais concreto que meça verdadeiramente o desempenho do mesmo em seus esforços de TRABALHO, CORAGEM e FÉ. 
 
Tem como medir o desempenho de Garcia Garça de maneira científica, que evite a SUA mentira e o SEU falso testemunho? Tem como nos precaver do banditismo político e corrupto que tomou conta de nossa vida cidadã de eleitor e contribuinte?
  
Para um patamar salarial nivelado ao limite de um empreendedor do mercado, que sustenta toda a Carga de Estrutura do Estado Brasileiro, a ser pago a um congressista, mais os diversos benefícios conexos, tem que haver, em RECIPROCIDADE RESPONSÁVEL, um Sistema Permanente e Público de Avaliação dos Congressistas, publicado na Internet diariamente.
 
Este sistema nos ajudaria a correlacionar as afirmações das propagandas eleitorais dos candidatos à REELEIÇÕES e de seu REAL desempenho como legislador.
 
Um grupo de engenheiros especialistas em medições e desempenho, nas atividades de RISCO e de COMPLEXIDADES da engenharia propôs, para nosso critério de “controle e monitoramento” do TRABALHO, da CORAGEM e da FÉ dos congressistas eleitos e em exercício nas Casas Legislativas, os seguintes ITENS DE CONTROLE da atividade dos mesmos:   
 
Item...Indicador de Desempenho - no Ano Legislativo...Pontuação
1. Índice de Abertura do Ponto no Horário...O valor da frequência em %;
2. Índice de Fechamento do Ponto no Horário...O valor da frequência em %;
3. Índice de Presença no Plenário...O valor da frequência em %;
4. Índice de Participação em Votações no Plenário...O valor da frequência em %;
5. Participação Mínima em 2 (duas) Comissões...0% = nenhuma, 1 = 50% e 2 = 100%;
6. Efetivação de 2 (duas) propostas de Emendas Relevantes em Projetos de Lei...0% = nenhuma, 1 = 50% e 2 = 100%;
7. Índice de Presença nas Reuniões das Comissões em que participa...O valor da frequência em %;
8. Elaboração de 1 (um) Relatório Semestral de Atividades...0% = nenhuma, 1 = 50% e 2 = 100%;
9. Declaração Mensal de Gastos e de Viagens...Fração % de N meses em 12;
10. Relatório de Auditoria e Fiscalização de Atividades do Executivo -Anual...Nenhum = 0% e 1 = 100%;
FÓRMULA: Pontuação Média Final = ((Somatório das % dos 10 Itens)/10);
 
Os Indicadores de desempenho estão sujeitos às pontuações convencionadas para permitirem a CLASSIFICAÇÃO DO CONCEITO dos legisladores, para a qual aplicaremos a tabela abaixo:
 
Faixa-Classificação do Desempenho - no Ano Legislativo-Recomendação Eleitoral
 
CONCEITO
A...Pontuação de 100% a 80% - ÓTIMO...Reeleição;
B...Pontuação de 79,9% a 60% - BOM...Reeleição;
C...Pontuação de 59,9% a 40% - REGULAR...Ponderar;
D...Pontuação de 39,9% a 20% - INSUFICIENTE...Rejeitar (1);
E...Pontuação de 19,9 a 0% - INSUSTENTÁVEL...Rejeitar (2);
 
Notas:
Rejeitar (1): Inadequado para Indicações Políticas Estratégicas;
Rejeitar (2): Inadequado para qualquer tipo de Indicação Política;
 
Como pode, então, um Sistema Político-Partidário, tanto no Poder Executivo, quanto no Poder Legislativo, ser carregado com essa avidez exploradora, como acontece no Brasil, sem RECIPROCIDADE PRODUCENTE?
 
O SENADO FEDERAL, AS CÂMARAS DE DEPUTADOS E AS ASSEMBLEIAS DE VEREADORES são instituições que estão perdendo significado e utilidade pública. Os representantes do povo, pelos vícios e abusos praticados, estão sem CONECTIVIDADE com seus eleitores e sem nenhuma “Reciprocidade Producente”.
 
As expressões que vêm à mente das pessoas, sobre a atuação desse sistema falido, são: quadrilhas, corruptos, fisiologistas, clientelistas, lesa-pátria, nepotistas, vagabundos, ladrões e etc, bastando consultar os vários veículos de comunicação, de mídia, blogs na Internet e as comunidades da rede.    
 
Mas, o que seria dizer uma “Reciprocidade Producente”? Seria a “Tolerância Zero” com o erro, a indolência, a omissão, a desqualificação, ao prejuízo, ao esbanjamento, a incompetência e a ausência no trabalho! Seria a adoção de um Sistema Permanente de Avaliação dos Resultados e a melhoria de indicadores compromissados. 
 
Na relação acima temos uma proposta de indicadores em seu sentido QUALIFICATIVO, faltando que venhamos a especificar de acordo com nossas exigências os padrões QUALITATIVOS de cada indicador de controle.     
 
Todo trabalho é valorado externa e internamente à instituição pública ou privada - o maior incentivo interno, para um profissional é ganhar o numerário em proporção ao seu esforço intelectual, laboral, inventivo, cooperativo e etc. E o maior incentivo externo é corresponder às expectativas dos seus eleitores. 
 
Em geral, o ganho dos trabalhadores é de acordo com a remuneração de servidores equivalentes no país ou no mundo, conforme um rol de objetividades. 
 
O ganho financeiro de um servidor possui fatores que compõem a valoração do seu trabalho na instituição, sua utilidade social, a adequabilidade às condições de funcionamento e de operações da instituição, da empresa ou da autarquia, a saber:
 
1. Grau de responsabilidades que lhe é atribuído;
2. Remuneração conforme regras e leis, no âmbito de sua atuação;
3. Grau de qualificação do profissional, seu porte de conhecimentos e experiência, e sua escolaridade;
4. Nível de salários e benefícios oferecido aos servidores equivalentes no país ou no mundo e 
5. Porte econômico do país, seu grau de prosperidade, de industrialização e de IDH.
 
Em geral, o ganho dos servidores varia pelo nível estratégico que os serviços e produtos da instituição representam dentre os segmentos, pela complexidade de suas atividades, de seus controles e de mantê-la operacionalmente econômica e eficiente: qualidade e produtividade. 
 
Para qualquer tipo de instituição, pública ou privada, a sua SOBREVIVÊNCIA, está vinculada às leis do senso de usos e costumes de uma nação e à sua fidelidade constitucional com o seu papel funcional. 
 
Para os interesses do POVO BRASILEIRO os serviços legislativos, em geral, são completamente insatisfatórios, e pelas Leis de Valorações do Trabalho, no Mercado, ninguém pagaria por eles, nas condições em que são prestados, sem economia, qualidade e produtividade.
 
O processo legislativo é praticamente inservível para a sociedade, haja vista as obstruções dos lobbies e das negociatas, nos conluios das coligações e dos interesses particulares. Não há argumento contra isso, senão perguntemos: - Quantas Leis estão pendentes de votação nas 6 (seis) últimas legislaturas? Qual é a natureza de aplicação delas? Quantos interesses do POVO BRASILEIRO foram postergados ou obstruídos? Em quantos anos, em média, isso ocorre para dada natureza típica de interesse do cidadão? 
 
O legislativo brasileiro é um OBSTRUTOR da ação civilizadora, do desenvolvimento econômico e do crescimento humano. O maior sintoma de que o legislativo brasileiro condiciona obstruções, ao processo executivo do Estado, é o número de MEDIDAS PROVISÓRIAS, que são publicadas para “manter a Rotina do Estado”, deixando-se ATROPELAR os interesses da sociedade, anteriormente fundamentados em estudos e pesquisas, avaliações técnicas e científicas, consensadas em câmaras setoriais e em audiências públicas, para fins de artigos e parágrafos de leis.  
 
Em verdade, conhecemos várias pessoas que não pagariam R$ 0,01 (um centavo) pelos serviços do legislativo brasileiro. Para a sorte do Estado, tomara que não ocorra uma DESOBEDIÊNCIA CIVIL, numa escala que nunca se viu.
 
Mas, um Critério Simples de Avaliação do Desempenho dos Congressistas pode ser proposto, para orientar o PROCESSO SELETIVO nas Eleições para senadores, deputados federais, deputados estaduais e vereadores, formulando uma base científica para as INDICAÇÕES nas eleições e reeleições.
 
Fizemos pesquisas para aplicação deste sistema de avaliação com fins de determinar os valores para os Indicadores de Desempenho para dois candidatos às reeleições neste ano de 2014. Aleatoriamente selecionamos 2 (dois) deputados federais – vamos usar codinomes para os deputados e seus partidos.
 
1º Caso-Deputado Zeca Palmeira - do PQP- Recomendada a Reeleição
 
Item...Indicador de Desempenho - no Ano Legislativo...Pontuação
 
CONCEITO-B
 
1. Índice de Abertura do Ponto no Horário...85,00%; 
2. Índice de Fechamento do Ponto no Horário...70,00%; 
3. Índice de Presença no Plenário...65,00%; 
4. Índice de Participação em Votações no Plenário...75,00%; 
5. Participação Mínima em 2 (duas) Comissões...50,00%; 
6. Efetivação de 2 (duas) propostas de Emendas Relevantes em Projetos de Lei...100,00%; 
7. Índice de Presença nas Reuniões das Comissões em que participa...50,00%; 
8. Elaboração de 1 (um) Relatório Semestral de Atividades...50,00%; 
9. Declaração Mensal de Gastos e de Viagens...58,30%; 
10. Relatório de Auditoria e Fiscalização de Atividades do Executivo - Anual...100,00%; 
 
Atividades Registradas para os indicadores abaixo:
 
Item Nº de Atividades
 
5. 1 (uma) comissão;
6. 2 (duas) propostas;
8. 1 (um) relatório;
9. 7 (sete) meses;
10. 1 (um) relatório;
 
Pontuação Média Final = ((Somatório das % dos 10 Itens)/10);
 
Pontuação Total...703,30; 
Pontuação Média Final...70,33 ==> Conceito B;
 
PODE VOTAR NO PALMEIRA
 
2º Caso-Deputado Mazzaropi Garça - do FDP*- Recomendado a Rejeitar (2)
 
Item...Indicador de Desempenho - no Ano Legislativo...Pontuação
 
CONCEITO-E
 
1. Índice de Abertura do Ponto no Horário...40,00%; 
2. Índice de Fechamento do Ponto no Horário...30,00%; 
3. Índice de Presença no Plenário...25,00%; 
4. Índice de Participação em Votações no Plenário...25,00%; 
5. Participação Mínima em 2 (duas) Comissões...0,00%; 
6. Efetivação de 2 (duas) propostas de Emendas Relevantes em Projetos de Lei...0,00%; 
7. Índice de Presença nas Reuniões das Comissões em que participa...0,00%; 
8. Elaboração de 1 (um) Relatório Semestral de Atividades...0,00%; 
9. Declaração Mensal de Gastos e de Viagens...33,30%; 
10. Relatório de Auditoria e Fiscalização de Atividades do Executivo - Anual...0,00%; 
 
Atividades Registradas para os indicadores abaixo:
 
Item Nº de Atividades
 
5. 0 (zero) comissão;
6. 0 (zero) propostas;
8. 0 (zero) relatório;
9. 4 (quatro) meses;
10. 0 (zero) relatório;
 
Pontuação Média Final = ((Somatório das % dos 10 Itens)/10);
 
Pontuação Total...153,30; 
Pontuação Média Final...15,33 ==> Conceito E;
Rejeitar (2): Inadequado para qualquer tipo de Indicação Política;
 
NÃO VOTE NO GARÇA...
 
*FDP – PARTIDO dos “FOMOS DESFRUTAR A PRAIA”
 
Com base nesse sistema, ou na adoção de um sistema alternativo e para o mesmo fim, o eleitor pode fazer o monitoramento dos legisladores, segundo um modelo de avaliação formal e holística de desempenho – cientificamente estruturado. 
 
Esse sistema fornece com SEGURANÇA, sustentada na condição fidedigna do controle da qualidade e produtividade do legislativo, dos dados e das informações, o VERDADEIRO DESEMPENHO do legislador, independente de simpatias, antipatias ou empatias. 
 
Pode ficar mais evidente para os eleitores, com apoio de alguma ONG direcionada, com alta credibilidade, para emitir a PONTUAÇÃO e o DESEMPENHO dos legisladores, SEPARANDO O JOIO DO TRIGO, a capacidade e dedicação dos mesmos às suas obrigações funcionais e institucionais - quais os que serão REJEITADOS e os que poderão ser REELEITOS. E isso independerá se eles irão ou não concordar – isso dependerá da disposição da sociedade em efetuar o CONTROLE DA QUALIDADE E DA PRODUTIVIDADE dos legislativos municipais, estaduais e o federal. 
 
Uma proposta de critério está posta! E só depende da sociedade.
 
Abraços,
 
Lewton.
   
 



Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!