As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 23-01-2016. Acessado 154 vezes.
Título da Postagem:O Duelo Comparativo entre a Intelligence Pill e o Intelligence Chip, após o ...
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 23-01-2016 @ 12:26 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]

Tags: Inteligência artificial, chips, pílulas, efeitos, danos colaterais, finalidades

 O Duelo Comparativo entre a Intelligence Pill e o Intelligence Chip, após o Intelligence Body.

 
A moda nascente é a da busca da inteligência artificial. Após a reforma e o remodelamento da beleza e dos corpos, através dos avançados materiais de maquiagens e dos instrumentos de preparação física das modernas academias GYMs. 
 
Neste período viram avançados produtos para ressaltar aspectos da forma física, dando mais presunção de beleza, pari-passo aos corpos mais "encorpados e tenazes". 
 
O velho ditado de "mente sã em corpo são" está assumindo um realismo contundente entre as pessoas e as sociedades. O corpo SÃO, de saúde em seu limite máximo, veio a ser obtido com todas as inovações tecnológicas inimagináveis, há uns 25 anos atrás. 
 
Não só a postura atlética, e muscular, obtidas num ferramental de nova aparelhagem técnica de ginásticas e de musculação, mas o vigor de uma saúde paralela com avançados complementos alimentares, proteínas, ativadores hormonais e dietas dirigidas a certas especificidades desejadas à anatomia humana, pelos fãs desta era Pós-Arnold Schwarzenegger (para muitos o idealizador do Intelligence Body).
 
"Mens sana in corpore sano" - uma mente sã num corpo são - passa a assumir seu próprio mote de MENTE e CORPO saradões. 
 
Este "Mens sana in corpore sano" foi atribuído a um poeta romano Décimo Júnio Juvenal (de 55 a 127 dC), de cujas referências aos seus textos foram feitas no final do século I e começo do século II. E organizados em 5 livros - Livro I: Sátiras 1-5, Livro II: Sátira 6, Livro III: Sátiras 7-9, Livro IV: Sátiras 10-12, Livro V: Sátiras 13-16 (apenas parte da 16 foi preservada). Juvenal era um poeta SATÍRICO.
 
Agora surge a onda transformista da MENTE, em busca de mais inteligência, associada à uma "Mens Sana". 
 
Entretanto, os cientistas de tais cosméticos cerebrais indagam: 
 
- Mais inteligência para o quê? Resolução de problemas? Mais compreensão sobre temas complexos? Mais percepções extra-sensoriais? Fazer telecinese? Ler a mente do próximo? Obtenção de mais itens autônomos de prazeres e bem estar? Para um trabalho mais produtivo? Mais produtivo em quê? Mais qualidade, menos falhas, menos erros, menos tempo utilizado a uma dada necessidade de resolução complexa? Agilizar a capacidade de leituras, audições, visualizações e respectivas retenções memoriais? Exibir-se perante néscios?
 
Entretanto, os cientistas de tais cosméticos cerebrais estão apreensivos, com tais reivindicações, haja vista a "presença da ausência do ELO DISCERNITIVO" - como se depara no desenvolvimento da Robótica com Inteligência Artificial dos CYBORGs - para aqueles falta a ALMA SÃ. 
 
O sistema REAL para o funcionamento pleno de "Mens sana in corpore sano" se institui com uma ALMA SÃ corporificada, para uma MENTE SÃ NUM CORPO SÃO. Logo, a ciência terá que conferir seus projetos com SANIDADE HOLÍSTICA. Ou o sistema REAL para o funcionamento pleno terá que contar com ALMA SÃ, EM MENTE SÃ, NUM CORPO SÃO. Achamos que a SÁTIRA ficou mais SATÍRICA ainda, como uma espécie de deboche tecnológico-cibernético, sob novas convenções do Espiritismo Kardequiano. 
 
Como este nosso momento de presença corpórea terrestre - nesta exata vida, local e suas condições - temos a ALMA ainda por modelar-se na "Evolução para o Bem e o Bom", colocada em nosso corpo pelo administrador celeste, sendo ainda uma ALMA em evolução. Para uns ela está com sua SANIDADE CERTIFICADA pelos anjos e para outros ela está com sua INSANIDADE CERTIFICADA pelos demônios - por isto temos GÊNIOS DO BEM e GÊNIOS DO MAL.
 
Esta abordagem filosófica inicial está feita para nos conduzir às questões tecnológicas e morais, às quais estamos sobrepujando com galhardia uma vez que pelo menos a parte do "corpore sano" foi muito bem delineada pela ciência e pelos utilizadores da estrutura da remodelagem corpórea humana praticada por esta moda - que já vira tradição humana de contribuição à estética proposta por Deus. 
 
A cirurgia plástica corretiva e embelezadora complementou esta contribuição, digamos, ornamental da anatomia dos corpos humanos.
 
Então, podemos retomar a interpretação dos cientistas de tais cosméticos cerebrais: - Mais inteligência requer mais capacidade para resoluções e mais memória de armazenamento. E mais capacidade de absorção de dados e instruções. E mais velocidade para cada crescente de volume momentâneo de dados e instruções a ser assimilado e processado. 
 
Vimos que o Intelligence Body não contou com uma Tecnologia única, mas sim por um conjunto de Tecnologias combinadas. Quando entramos no universo da mente, em vista de aumentarmos a sua capacidade geral, ou específica, estamos tentando trilhar uma ou outra vertente científica. Sendo uma da Química do estado fluído (fluid state) e outra da Eletrônica do estado sólido (solid state). E podemos combinar elas entre si fazendo: 
 
1. Processos Quimitrônicos com [fluid + solid states] e 
 
2. Processos Eletroquímico com [solid + fluid states]. 
 
Cada um destes tipos de processos deve possuir uma configuração específica de seu projeto para a aplicação dos controles de suas atividades. 
 
A antiga configuração esquemática de sistemas de processamento de dados e da inteligência - anos 1980 - que estão na linha do estado sólido (solid state), somente na versão da ciência eletrônica, possuíam os seguintes subconjuntos - esquema simplista para efeito de artigo popular:
 
INTELLIGENCE CHIP - agrega ao organismo todas as possibilidades da Tecnologia Digital Eletrônica, em textos, sons, imagens e respectivas qualidades e velocidades.
 
1. Sistema Transmissor de dados;
2. Periférico para entrada de dados - captura;
3. Memória Armazém;
4. Hardware Processador + Memória Processamento;
5. Memória Armazém;
6. Periférico para saída de dados - entrega;
7. Sistema Transmissor de dados;
8. Excesso de cargas;
9. Interferências magnéticas, elétricas e térmicas;
10. Risco de perda de sinal.
 
Os sistemas de processamento de dados e da inteligência eram administrados utilizando o conceito de Feedback - capacidade, velocidade, ciclagem do laço (retornos de informações de ajustes), ajustagens, regulagens, compensações, correções, estabilidades, manutenção. 
 
Hoje todos os sistemas eletrônicos-digitais que lidam com computação estão montados em conjuntos com as 10 ocorrências mínimas para a computação, como acima. E tais sistemas do Solid State "envelhecem" em "low aging stress", ou com certa lentidão, e entram em colapsos por excesso de cargas (electrical overdose collapses). 
 
A configuração esquemática de processos, baseados em agentes químicos, para melhoria da inteligência, têm as características dos remédios / medicamentos, suas substâncias ativas, e seus parâmetros são atuantes, segundo mecanismos racionalizados pela farmacêutica moderna. Então, seguem-se os seguintes subconjuntos - esquema simplista para efeito de artigo popular:
 
INTELLIGENCE PILLS - agrega ao organismo todas as possibilidades da Tecnologia Química, em picos de concentrações, seus espasmos e suas sequelas de stress químico-biológico.
 
1. Ingestão química, de quantidade padrão da substância ativa, segundo predisposição orgânica;
2. Solubilidade da substância ativa e sua distribuição orgânica;
3. Reações químicas oxigenadas e ligadas a outros elementos químicos que aceleram a função da substância ativa;
4. Tempo de permanência orgânica da substância ativa mediante a produção de seus efeitos;
5. Tempo de Meia Vida da substância ativa ainda na produção de seus efeitos;
6. Tempo Final de Vida da substância ativa já cessando a produção de seus efeitos;
7. Secreção residual dos elementos químicos de todas as reações via respiração, rins e processo intestinal;
8. Tempo de abstinência que impõe a reposição de nova ingestão química, da substância ativa; 
9. Reajuste da quantidade padrão da substância ativa, pela perda de eficiência na produção de seus efeitos;
10. Risco de Overdose. 
 
Hoje todos os sistemas de medicamentos farmacêuticos que lidam com administração de substâncias ativas, via veículo aquoso ou em pílulas estão sob supervisão segundo as 10 ocorrências mínimas para a ingestão de elementos químicos, como acima. E tais sistemas do Fluid State "envelhecem" em "high aging stress", ou com certa rapidez, e entram em colapsos por overdoses nas aplicações (chemical overdose collapses). 
 
Nos dois procedimentos INTELLIGENCE CHIP e INTELLIGENCE PILLS o organismo humano se torna o RECIPIENTE dos processos eletrônicos e químicos. E o recipiente é de composição orgânica-celular. Abrigando o INTELLIGENCE CHIP ou absorvendo a invasão química ele vai apresentar em determinado PRAZO um colapso, pelo seu envelhecimento e pela numerosidade de cargas e aplicações. 
 
Tendo o organismo humano a conceituação de recipiente a ciência enfrentará o "Dilema da Contenção nos Recipientes". Ou seja, "Ter recipientes para conter todas as substâncias, ou Ter substâncias diluentes dissolvendo todos os recipientes". Entendendo isto o organismo humano é o recipiente HUMANWARE contendo Hardware + Software + Spiritualware. 
 
Podemos como seres humanos com ALMA SÃ (Spiritualware) termos uma MENTE SÃ (Software) em um CORPO SÃO (Hardware). Tendo SANIDADE, cremos que ambos os meios ADICIONAIS de INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL, nos humanos, tanto Chips quanto Pills (Pílulas) podem ajudar a humanidade RESOLVER SEUS PROBLEMAS com muito mais rapidez, colocando seus cálculos em SUPERCOMPUTADORES. Com muito mais qualidade, produtividade, economia e urgência.
 
Já se diz que a Terra já se perdeu... 



Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!