As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 24-03-2016. Acessado 234 vezes.
Título da Postagem:O Bit Market, vendendo produtos alimentícios e especiarias pela Internet
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 24-03-2016 @ 11:02 am
[ Avise alguém sobre este texto ]
Tags: Revolução Varejista, +empregos, economia, pujança, redução de custos, ambiente

 A 2ª Revolução Varejista 22/03/2016 às 21:10

 
O Bit Market - vendendo produtos alimentícios e especiarias pela Internet
 
http://www.engenheiros.blog.br/t240-a-2a-revolucao-varejista-o-bit-market-vendendo-produtos-alimenticios-e-especiarias-pela-Internet.htm 
 
Tags: Varejo, revolução varejista, supermercados, comercialização de alimentos, organização logística, consumidores, indústria alimentícia, agricultura, pesca, pecuária, depressão de 1929 – EUA, racionalização de custos, intermediação comercial, distribuição e transportes, armazenamento, acondicionamento, vida de prateleira, embalagens, latas, custos marginais, acesso e renda, terceirização.
 
O Bit Market - vendendo produtos alimentícios e especiarias pela Internet
 
A 1ª REVOLUÇÃO VAREJISTA – A CRIAÇÃO DOS SUPERMERCADOS
 
A 2ª REVOLUÇÃO VAREJISTA: O BIT MARKET - VENDENDO PRODUTOS ALIMENTÍCIOS E ESPECIARIAS PELA INTERNET
 
NOTA: ESTA PARTE DO ARTIGO APRESENTAREMOS COM REPRESENTAÇÕES ESQUEMÁTICAS
 
A Visão Técnica-Comercial desta 2ª Revolução Varejista nos leva a perceber algumas vantagens imediatas:
 
1. Redução da Área de disposição de produtos, tornando o armazenamento racional sob o ponto de vista ATACADO;
 
2. Redução do consumo de energia elétrica, de água e produtos para limpezas, emissão menor de resíduos e lixos derivados;
 
3. Atende as necessidades das coletividades nas vizinhanças num perímetro com 8 a 12 km de raio;
 
4. Terceirização da logística de entregas;
 
5. Dispensa a montagem de áreas e áreas de prateleiras, de difícil manutenção e de reposição, promovendo uma redução de custos;
 
6. O sistema de exposição de produtos e mercadorias se "transfere" pelo acesso aos PORTAIS para composições VIRTUAIS de prateleiras para INTERNET ou na área frontal da SEDE DISTRIBUIDORA;
 
7. Permite o acesso dos trabalhadores com menores rendas aos conteúdos promocionais, em busca de economias;
 
8. Aparelha uma logística racionalizada pelo Conceito de ROTAS mais econômicas pela sequência de CEPs, num conjunto determinado de lotes de entregas;
 
9. Elimina as amplas áreas de estacionamentos e sua manutenção, e da necessidade de segurança e vigilância;
 
10. Montagem de equipes de funcionários para a coordenação e montagem REAL das cestas ou dos carrinhos de compras;
 
11. Uso intensivo do Código de Barras na composição do preço total das cestas e dos carrinhos, no momento de montagem das entregas;
 
12. REDUÇÃO DE CUSTOS cujas economias podem ser repassadas ao consumidor;
 
13. REDUÇÃO DOS ESTORVOS limitando-se à Qualidade dos serviços de logística, dos tempos de entregas, do número de veículos circulantes para efeitos de compras em Supermercados;
 
14. Minimização da exposição dos consumidores às intempéries, à criminalidade e à violência;
 
15. Elimina DUAS etapas do processo de transferências de produtos:
 
15.1- ATUAL = 1ª dos estoques para prateleiras e 2ª delas para os "carrinhos" dos consumidores, e 3ª deste passados pelos caixas de Check-Out para as sacolas / bolsas / caixas dos consumidores para seus embarques,
 
15.2- 2ª REVOLUÇÃO DO VAREJO = 1ª das Estantes do Sistema Atacadista, racionalizado, para montagem de cestas / carrinhos, em paralelo ao processamento dos preços pela leitura imediata dos Códigos de Barras, e direto para as entregas aos consumidores pela Logística de Entregas.
 
Comece a ler no link: http://www.engenheiros.blog.br/t240-a-2a-revolucao-varejista-o-bit-market-vendendo-produtos-alimenticios-e-especiarias-pela-Internet.htm 
 



Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!