As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 27-05-2016. Acessado 404 vezes.
Título da Postagem:Máfia por Máfia, Delação ou Soro da Verdade e o Polígrafo
Titular:Lewton Burity Verri
Nome de usuário:Lewton
Última alteração em 27-05-2016 @ 09:59 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Tags: Delações Premiadas, máfias políticas, condenação, crimes lesa-pátria, Petismo

 MÁFIA POR MÁFIA: DELAÇÃO OU SORO DA VERDADE E O POLÍGRAFO

 
Uma das maiores DELAÇÕES de criminosos contra seus comparsas foi do mafioso italiano Tommaso Buscetta* (não se assuste, o nome dele é este mesmo). Assim acontece no Brasil com as DELAÇÕES contra as MÁFIAS de políticos e empresários do crime organizado.
 
Com acumulados crimes lesa-pátria, os atuais políticos DELATADOS orquestraram o desmanche da operação Lava-Jato.
 
Alguns crimes sujeitos a uma corte exclusiva:
 
1. Acabaram com a estratégica empresa de energia - Petrobrás, 
2. Fizeram a cessão de territórios para índios em vista da pilhagem internacional, 
3. Desviaram mais de R$ 720 bilhões, destruíram os princípio básicos de organizações empresariais sérias, 
4. Endividaram a nação - dívida pública - quase atingindo os R$ 3 trilhões, 
5. Fizeram a entrega de patrimônio de energia para a Bolívia, 
6. Compra de refinaria americana sucateada, 
7. Remeteram vultosas quantias para países governados por ditadores, 
8. Perdoaram dívidas às quais deveriam ser analisadas pelo congresso, 
9. Financiaram obras em países bolivarianos e corruptos, com dinheiro público,
10. Aparelharam as instituições do estado, e,
11. Degeneraram suas atividades e etc,
 
=> Com esta relação acima eles são contra a DELAÇÃO PREMIADA?
=> Questionam a DELAÇÃO como meio de obter informações na investigação de crimes?
=> Alegam que alcaguetes NÃO são provas?
=> E tentam FUGIR da responsabilidade de seus crimes?
 
Então, se arranjam para obstruir a lavagem, e a faxina, que estão em curso pela jurisdição do Juiz Sérgio Moro. Mas, são crimes lesa-pátria que estariam sujeitos a severas penalidades perpétuas, em julgamento por corte isenta e ilibada - o STF tem se mostrado "inconfiável". Alguns analistas alegam que isto, também, se traduz em crime lesa-pátria - acobertando e protegendo criminosos!
 
A comparação figurativa neste texto leva o Petismo para a pecha de organização mafiosa, camuflada nos estatutos da democracia e do estado de direito. Dom Lula Corleone, é o chefe imperativo desta máfia de agentes inúteis, como a realidade dos péssimos resultados administrativos, econômicos e operacionais, concretizados no mundo real do Brasil, nos vêm mostrando há 13 anos.
 
Buscetta revelou o organograma dos clãs adversários e de seus aliados e entregou à polícia conhecidos personagens políticos. Graças a suas revelações, foram condenados à prisão perpétua toda a direção da Máfia siciliana e 300 integrantes da organização.
 
E por que os mafiosos da política brasileira NÃO são julgados e condenados a longos dias em cárcere deprimente?
 
Existe uma energia motivadora para complementar esta faxina.
 
As REDES SOCIAIS, inclusive, vêm mostrando militância, em críticas contundentes, em precárias escolhas administrativas, em decisões inusitadas e sem base técnica, em planos chinfrins na tentativa de reorganizar a república, em comportamentos anti-sociais de pessoas degeneradas e imorais e assim vai...
 
As organizações partidárias brasileiras estão com um fardo pesado, para sairem em busca de uma remissão de pecados. Hoje somos capazes de enxergar as disfunções e a indigência técnica e científica destes políticos das escalas dos poderes públicos.
 
E NÃO temos mais tempo a perder. Chega de CHICANA - 1. Jurídico: dificuldade criada, no decorrer de um processo judicial. Chega de LULA, com sua demência política e suas táticas da estupidez.
 
Se as DELAÇÕES NÃO são prova, devemos exigir SORO e POLÍGRAFO, com transmissão nacional em TV aberta e Rádio, do meliante sob inquirição, como se assistem execuções de criminosos americanos condenados à morte.
 
Tem gente quase liberando a ORDEM do "pega para capar" - Vão intervir com CORTE MARCIAL.
 
TE CUIDA LESA-PÁTRIA... ASSUMA SEUS CRIMES, A ESTA ALTURA NÃO HÁ MAIS HONRA E DIGNIDADE EM TUA ALMA!
 
Comendador Lewton Burity Verri
==============================
*Nascido em Palermo, Itália, Tommaso Buscetta, conhecido como Dom Masino, era o mais famoso dos "arrependidos", mafiosos que resolveram colaborar com a Justiça e denunciar companheiros.
Sua longa carreira de crimes começou a ter fim em 23 de outubro de 1983, quando foi preso em São Paulo. Já era sua segunda temporada no Brasil e, novamente, Buscetta foi extraditado por determinação do Supremo Tribunal Federal.
Ao saber que voltaria à Itália, em 3 de julho de 1984, tentou se matar, tomando estricnina. Ficou quatro dias num hospital, mas, no dia 15 daquele mês desembarcava na Itália, onde aceitou contar o que sabia sobre a máfia.
A partir daí, revelou o organograma dos clãs adversários e de seus aliados e entregou à polícia conhecidos personagens políticos.
Graças a suas revelações, foram condenados à prisão perpétua toda a direção da Máfia siciliana e 300 integrantes da organização.
Buscetta decidira colaborar com o juiz Giovanni Falcone — assassinado pela máfia em 1992 — depois que os corleoneses mataram dois de seus filhos e mais de 20 parentes.
Em 1986, foi extraditado para os Estados Unidos. Graças a sua colaboração contra as ações da máfia naquele país, obteve nacionalidade, uma nova identidade e proteção do programa de testemunhas para ele e sua família. Buscetta morreu em 2000, aos 71 anos, de leucemia e câncer ósseo.
http://acervo.oglobo.globo.com/em-destaque/preso-em-sao-paulo-tommaso-buscetta-delatou-mais-de-300-mafiosos-italianos-10493312
 



Bookmark and Share
Outas colaborações de Lewton
Veja Mais
Perfil de Lewton
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!