As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 24-04-2017. Acessado 387 vezes.
Título da Postagem:Saiba o que levar em conta na hora de vender o carro
Titular:Jaqueline Carvalho
Nome de usuário:jaquecarvalho
Última alteração em 24-04-2017 @ 05:04 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]

Tags: vender o carro
A venda de um carro costuma ser motivada por um desejo de comprar um modelo mais atual. Não é um motivo ruim, uma vez que modelos obsoletos tendem a tornar os reparos cada vez mas caros. Mas antes de negociar o repasse é preciso levar em conta na hora de vender o carro alguns pontos importantes. Saiba mais! Qual o melhor momento para vender um carro? Sempre há um momento melhor quando se trata de vender um bem. Em alguns meses do ano é mais comum a procura por veículos, como dezembro e janeiro, quando o 13º salário é liberado para alguns trabalhadores.  No fim do ano a procurar por um carro novo tende a ser maior apenas porque alguns valores extras estão em posse do trabalhador. Janeiro a março costuma ter um mercado de compra desaquecido. Já o mês de julho a setembro também, quando cresce a oferta de veículos usados por conta dos modelos já lançados do próximo ano. É importante analisar o mercado, em especial do seu modelo de carro. As vezes a concorrência está alta em uma mesma cidade, então vale a pena segurar um pouco a venda por alguns meses. Para vender por qualquer valor é melhor esperar por um vendedor mais interessado. Dicas para levar em conta ao vender o carro Vender um carro usado é bem simples. É um produto com alta procura (em especial se o veículo está em bom estado) e todos os meses do ano alguém possui interesse em comprar um carro usado. Para quem vai fazer a venda temos algumas dicas a seguir. Vender para particulares permite maior lucro Venda para a concessionária e aproveitando o valor como entrada poucas vezes vale a pena. A loja vai pagar o menor valor possível porque ainda deve acrescentar uma margem de lucro para revender o item. Logo, seu valor é bem mais baixo que vendendo a um colega ou amigo. Pintura não importa muito na negociação com concessionária O que vale mesmo é o estado do motor: se possui peças originais, está com bom funcionamento, dentre outros pontos. Pintar o carro ajuda na apresentação para particulares mas não para a venda para concessionárias. Tenha como base a tabela FIPE A tabela FIPE 2018 é quem norteia o valor de consórcios em bancos e ajuda a partir para um preço máximo. É dali para baixo. Quem não tem ideia de quanto vale o seu veículo é só consultar a tabela de acordo com modelo, ano e potência do motor.  Não é necessário incrementar muito o carro Muitos proprietários investem em kit multimídia e outros mimos para tentar vender mais caro. Ajuda no visual, mas sem motor bom não conta muito. Venda o carro quitado As dívidas não são de obrigatoriedade do novo dono. O carro deve ser vendido sem débitos, de preferência solucionados antes de anunciar o veículo. Outra forma de lidar com o saldo devedor em multas e documentação é negociar abatimento no valor final. 


Bookmark and Share

Comente
Olá Visitante. Este usuário permite que você comente mas antes é necessário informar seu nome e email pessoal válido e ativo.
Você receberá um email de confirmação.
Nome: Obrigatório
Digite seu Email: Obrigatório. Não será divulgado.
Redigite seu Email: Obrigatório. Não será divulgado.
Código de segurança:_YA_SECURITYCODE
Digite o código de segurança:
  [ Voltar ]
Outas colaborações de jaquecarvalho
Veja Mais
Perfil de anonimo
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!