As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 06-11-2007. Acessado 647 vezes.
Título da Postagem:Exército Brasileiro acautelai–vos
Titular:GTMelo
Nome de usuário:GrupoGuararapes
Última alteração em 06-11-2007 @ 03:18 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Estamos Vivos! Grupo Guararapes!

TERNUMA Regional Brasília

Pelo  Gen. Bda RI Valmir Fonseca Azevedo Pereira

 Em recente trabalho nosso, de Título “Reflexões sobre a importância atual dos Valores Militares no aprimoramento das Virtudes Militares”, em um de seus inúmeros subtítulos, o relativo às Instituições, é ilustrado pela frase “Um exército emana do povo e não é a ele imposto, apresentando, em conseqüência, hábitos, costumes e preconceitos que nele predominam”, do General inglês Sir Francis Tucker.

Ao concedermos ao renomado militar um mínimo de credibilidade, apelamos aos lídimos chefes militares, em particular aos ligados à área de ensino e aos responsáveis pela área da instrução militar, que dediquem meticulosa atenção à parte referente aos Valores Militares, aos Deveres, à Ética Militar, aos atributos da Área Afetiva e, de modo especial, à Chefia e à Liderança. Pois, eis que, soma – se às nossas preocupações, além da permanente cautela ao reconhecido revanchismo, sempre renovado da vitoriosa esquerda brasileira, a desavergonhada falta de qualquer prurido moral que atingiu a nossa sociedade, a qual se não obstada, enlameará a todos e não haverá chamamento, por mais elevado que seja, que impeça a sua propagação no seio militar.

Quanto ao referido à Revolução de 1964, destacamos daquele trabalho, à guisa de lembrete, entre muitas, a seguinte citação: “Não basta, dependermos de um provável diagnóstico futuro que venha resgatar a verdadeira história da Revolução e dos acontecimentos que se seguiram, que os palpáveis números que à época comprovam o crescimento da economia nacional e do implemento das múltiplas medidas de alcance social, que serviram para diminuir as desigualdades econômicas e sociais. É preciso ressaltar, que se tais estudos forem realizados dentro de 20, 30, 50 ou 100 anos, sua constatação ficará adstrita ao conhecimento de uns poucos interessados; na prática, a verdade permanecerá sob os escombros da história, pois, no momento, convivemos com  exitosa reviravolta, contra a qual nada ou pouco poderá ser feito, a não ser perseverar na manutenção das virtudes e dos valores militares, na convicção de que a preservação de elevados referenciais seja o sustentáculo para manter coesa a Instituição, e sua estatura mantida incólume junto à população, como baluarte dos mais nobres princípios”.

Quanto à segunda preocupação, ela é palpável, é presente, nos agride, mas envolve aos fracos de espírito, acomodados na certeza, comprovada, de que tudo é permitido e, infelizmente, como demonstrado à larga no cotidiano nacional, tudo vale se for em beneficio próprio,  pois “se pelo dedo se conhece o gigante”, salta aos olhos que vivemos numa terra de anões.

Portanto, vale o lembrete, Exército Brasileiro, acautelai – vos, pois segundo a “Lei de Murphy”, ainda vai ficar pior.

 

Aquele que vislumbra o buraco negro no qual mergulha a risonha e franca sociedade brasileira.

Visite nosso site    www.ternuma.com.br




Bookmark and Share
Outas colaborações de GrupoGuararapes
Veja Mais
Perfil de GrupoGuararapes
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!