As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 07-25-2007. Acessado 781 vezes.
Título da Postagem:Condecoração dos incompetentes
Titular:GTMelo
Nome de usuário:GrupoGuararapes
Última alteração em 07-25-2007 @ 05:12 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Estamos Vivos! Grupo Guararapes!

Os serviços prestados que mereceram a outorga da Medalha do Mérito Santos Dumont, só podem ter sido realmente à cúpula da Aeronáutica, porque aos passageiros a ANAC e seu similares só têm prestado desserviço, tratando as pessoas como coisas inúteis.

Agora eu me pergunto: será que não existe mais decência nos homens que dirigem a nação brasileira? Será que o indivíduo, no momento que assume um cargo no governo Lula, perde a dignidade e se transforma num “cachorrinho de madame”, comendo nas mãos do Excelentíssimo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva? É deplorável que homens da estatura de um Comandante Militar, por uma boquinha na administração federal, deixa de lado anos de pundonor, dignidade, honra, altivez; traços do caráter do militar, e se transforma em um rato de esgoto. É assim que eu vejo esses ‘chefes’, em quem não votaria nem para síndico em meu condomínio.

Anda mal das pernas as FFAA brasileiras! De uns tempos para cá, os postos de comando vêm sendo ocupados por criaturas medíocres, covardes, que esquecem de zelar pelo nome da instituição militar, permitindo que o material deteriore dia a dia, que a tropa receba um salário aviltante, o menor de uma carreira de Estado. E, como não poderia deixar de ser, devido à sua incompetência e fraqueza moral, esses ‘chefes’ são tratados como sub espécie na hierarquia salarial da presidência da Republica. Eles merecem esse tratamento, pois não passam de uns borra bota, submissos. Uns ‘zero à esquerda’ fardados, que só têm proporcionado vergonha para a classe militar.

A Infraero, a Anac, etc., pouco estão se lixando com os passageiros. E desta forma os dirigentes são condecorados pelos ‘destacados serviços prestados à Aeronáutica brasileira ou, por suas qualidades ou seu valor’. Neste ‘apagão aéreo’ ocorrido nas últimas horas, com origem no Cindacta-4, por pane em um gerador, demonstra o total descaso com que se trata a coisa pública. Em qualquer empresa, seja uma sala de projeção de cinema, um hospital, uma indústria, e até em unidades militares, sempre existem geradores de reserva, que se ligam automaticamente, suprindo energia. Qualquer outro equipamento de relevância para um pleno funcionamento, deveria ter reserva. As pessoas sofrem como gado conduzido para o abatedouro.

Um alerta: No dia que os passageiros descobrirem que não são ‘cachorro, não’, e que os seus algozes estão bem ao seu lado, nas torres de controle de vôo, nas salas refrigeradas das agências da Infraero, da Anac, etc.; ali ao lado e dentro dos aeroportos, esse desrespeito à pessoa humana acabará para sempre. Nada como uma boa surra de cinto e fivela para colocar o trem nos trilhos!

Senhor comandante da Aeronáutica, estou começando a ter nojo de Vossa Excelência. Minhas esperanças tinham se renovado com a troca dos comandantes  militares neste segundo mandato do presidente Lula; mas como diz o ditado popular, tudo “continua como dantes, no quartel de Abrantes!”. O presidente, como um ex-sindicalista, sempre às voltas com pelegos, e indivíduos de má formação moral, escolhe mal as pessoas para assessorá-lo. Não que faça de má fé. É que os seus amigos têm uma ficha pregressa de fazer inveja aos marginais de fundo de quintal que estão recolhidos em presídios de segurança máxima. (Essa criaturas medíocres lá estão por não gozarem do status de um  ex-dirigente de prefeitura petista, como o senhor Antônio Palocci, o trambiqueiro queridinho de nove entre dez membros do Supremo Tribunal Federal). Escolhe mal os ministros para a pasta da Defesa. O único que ocupou este cargo com dignidade foi o vice-presidente da república, senhor José Alencar. O atual ministro da Defesa, Waldir Pires, em que pese o seu posicionamento político, não me parece um homem de má conduta, pelo contrário. Mas não tem o perfil para o cargo: falta-lhe conhecimento técnico. O resultado é um cidadão octogenário, que deveria estar em casa lambendo as crias; mas fica agarrado à função como um cadáver ambulante. Tenho pena do senhor Waldir Pires!

 

José Geraldo Pimentel

CAP QAO (R/1) EB




Bookmark and Share
Outas colaborações de GrupoGuararapes
Veja Mais
Perfil de GrupoGuararapes
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!