As opiniões expressas neste artigo e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer
outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário. Os comentários são moderados pelo usuário.
 
Denuncie | Colaboradores: Todos | Mais novos ] - [ Textos: Novas | Últimas ]

O autor decide se visitantes podem comentar.
 
Postada em 07-25-2007. Acessado 728 vezes.
Título da Postagem:Sucatas e verdades
Titular:GTMelo
Nome de usuário:GrupoGuararapes
Última alteração em 07-25-2007 @ 05:51 pm
[ Avise alguém sobre este texto ]
Estamos Vivos! Grupo Guararapes!
Já temos mais de 22 anos de Nova República. Foram, até hoje, cinco presidentes, vários congelamentos, moratórias, crises cambiais, moedas, etc. Uma das coisas que nunca mudou na Nova República é o estado de absoluto sucateamento de nossas Forças Armadas. O mais novo “blindado” do Exército tem mais de 34 anos de uso. O mais novo “caça” tem 26 anos de uso. A Marinha é uma velha sucata, que vive parada nos portos, por falta de verbas para a manutenção dos navios. Nenhum dos cinco presidentes da Nova República comprou um só caça novo ou cargueiro de médio porte, para a FAB. Nenhuma embarcação de grande porte e nova chegou, para a nossa pobre Marinha. O Exército vê-se numa situação em que não pode ter armas poderosas, exclusivas de traficantes. Há mais de vinte anos falta tudo; até comida, em nossos quartéis. A desculpa de que o Brasil deveria dedicar antes seus recursos para coisas tipo estradas, habitação, saúde e saneamento não convence. E há vários exemplos para mostrar este fato.

     Um destes exemplos é o retorno do tal “cinema brasileiro”. Desde a deposição de Collor em 1992, alguns bilhões de reais foram para os marajás do cinema nacional. Como fonte de gastos públicos, o cinema brasileiro voltou a ser o gigante com o apetite por dinheiro público de sempre. Como fonte de público, o cinema brasileiro seguiu o mesmo pigmeu de sempre. Quem quiser ler algo interessante sobre isto, o site http://www.insanus.org/novacorja/archives/009675.html é uma boa opção. Perguntamos: já que os tais cofres públicos têm recursos, para esbanjar em películas deficitárias, sendo que mais de 70% dos filmes feitos no governo Lula, não foram exibidos uma vez sequer, por que falta tanta coisa nos nossos quartéis? E o gasto em publicidade do governo?

      O segundo exemplo é a tal reforma agrária. Desde a posse do José Sarney em 1985, o Brasil é o país que mais gasta em reforma agrária do mundo. De fato, ainda antes do primeiro governo Lula, o Brasil passou a gastar mais em reforma agrária, que nas suas forças armadas. O resultado? Entre 1964 e 1985,  a produção de soja aumentou 60 vezes, contra um pífio aumento de 3 vezes, entre 1985 e 2007.A produção de trigo no Brasil aumentou mais de dez vezes, entre 1964 e 1985. Enquanto isto, na últimas vinte safras de trigo no Brasil, em nenhum ano se atingiu sequer ao resultado de 1984. Por que tanta e tão cara reforma agrária, tem tantos recursos, enquanto não há recursos para abastecer de combustível a nossa marinha, nem a FAB?

       Um terceiro exemplo é a farra de indenizações para marxistas no Brasil. Assim, assassinos, assaltantes, caluniadores e outros tipos da esquerda brasileira, a serviço de ditadores comunistas estrangeiros, passaram a receber milionárias indenizações e polpudas pensões vitalícias. Apenas nos últimos quatro anos, Lula deu para marxistas mais de R$3 bilhões. Perguntamos: por que falta dinheiro e alimentação, para pobres recrutas, enquanto não faltam tantos bilhões para os que caluniaram, assaltaram, mataram e torturaram, a mando de Fidel Castro e outros ditadores marxistas? Para os declarados inimigos da Democracia? Uma Democracia suicida?

      O Grupo Guararapes reconhece que a política de sucatear e humilhar as Forças Armadas não é exclusiva do governo Lula. Mas tal não justifica o fato de Lula ser igual e talvez pior que seus  antecessores. Forças Armadas sem condições materiais e salariais impedem que o Brasil tenha qualquer condição de ser um poder dissuasório, ou de cumprir suas missões. Num tempo em que a guerra, antes de mais nada, depende do poder aéreo,a FAB não tem caças que sequer cheguem perto em qualidade, para os caças da Força Aérea da Etiópia, que dizer da vizinha Venezuela.

        O Grupo Guararapes espera que a consciência de nossos governantes reconheça o erro e o crime de décadas de tão imensas e repetidas humilhações aos nossos militares, que afinal, são a Nação em armas. Basta de tanto sucateamento, e de tantas humilhações ás Forças Armadas.   

 

ESTAMOS VIVOS! GRUPO GUARARAPES! PERSONALIDADE JURÍDICA sob reg. Nº 12 58 93, Cartório do 1º registro de títulos e documentos, em Fortaleza.  Somos 1105 CIVIS 32 OFICIAIS GENERAIS 335 OFICIAIS SUPERIORES E 101 CAP/TEN. TOTAL 1.573            FORTALEZA, 12 Jun 2007




Bookmark and Share
Outas colaborações de GrupoGuararapes
Veja Mais
Perfil de GrupoGuararapes
Perfil do Usuário
Junte-se a nós!
Junte-se a nós!