BRASIL! 20 ANOS SEM REPÚBLICA... | Blog Marmosilva-Rio | Portal Militar

Blog Marmosilva-Rio

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

BRASIL! 20 ANOS SEM REPÚBLICA...

Publicado em 10 de Nov. de 2009

808 Visualizações


OAB quer uma investigação profunda sobre sentenças no TJ - Rio de Janeiro
Extraído de: OAB - 09 de Novembro de 2009

O corregedor-geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Gilson Dipp, vai abrir hoje procedimento administrativo para investigar as relações do desembargador fluminense Roberto Wider, corregedor-geral de Justiça do Rio de Janeiro, com o empresário e estudante de Direito Eduardo Raschkovsky. Em reportagem publicada ontem, O Globo mostrou que Eduardo usa sua influência junto a magistrados - principalmente Wider - para negociar sentenças judiciais. - Isso pode até gerar futuramente uma inspeção no Rio. Mas, por enquanto, não se cogita. O procedimento será focado (na denúncia do Globo) - explicou Dipp.
O primeiro passo da medida, segundo o ministro, será um pedido de informações a Wider. O corregedor de Justiça do Rio é amigo íntimo de Eduardo, que abriu os salões de sua casa no Itanhangá, na Barra da Tijuca, para várias homenagens ao magistrado, a última delas oferecida no dia 22 de outubro. Eduardo teria pedido propinas até R$ 10 milhões Sócio de doleiros investigados pela polícia (um deles por associação ao narcotráfico) e envolvido em manobras obscuras do Grupo Opportunity, o que lhe rendeu uma denúncia de tentativa de corrupção, Eduardo foi acusado por cinco políticos e um advogado, todos em caráter reservado por temer perseguições, de pedir valores entre R$ 200 mil e R$ 10 milhões para protegê-los de decisões sobre impugnação de candidaturas e cassação de mandatos. A assédio começou quando Wider era presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio (2006-2008).
O presidente da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), Mozart Valadares, defendeu uma apuração rigorosa das denúncias, ainda que envolvam autoridade do Poder Judiciário do Rio. - A Constituição garante a ampla defesa e pré-julgamentos também são inaceitáveis. Mas o caso exige uma apuração rigorosa, sem corporativismo. O Poder Judiciário não pode conviver com atos de corrupção - declarou. Mozart lembrou uma frase atribuída ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Carlos Ayres de Britto, para reforçar a sua posição sobre o assunto: - O magistrado que faz de sua caneta um pé-de-cabra, é o pior dos marginais.
O presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, lamentou ontem que integrantes do Judiciário fluminense estejam envolvidos em denúncias.- Não pode pairar dúvidas sobre a vida e o conteúdo da decisão de um juiz. O Judiciário tem a finalidade de decidir sobre os destinos dos cidadãos e zelar pela Constituição e pelos princípios nela inseridos. E quem tem essa nobre tarefa não pode ter uma mácula em sua atividade funcional - disse ele. Cezar Britto defendeu uma investigação profunda sobre o caso: - As denúncias são graves e, por isso, têm que ser respondidas rapidamente pelo Judiciário. A própria corregedoria do Tribunal de Justiça do Rio e o CNJ vão apurar os fatos. E nós vamos acompanhar tudo.
O presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Henrique Maués, disse que tentará aprovar na entidade uma moção pedindo investigação sobre as denúncias para que o caso "não fique sem resposta". - É preocupante. É preciso haver uma resposta do Tribunal de Justiça, apurar com rigor e punir os responsáveis. Definitivamente, o Poder Judiciário não pode ser envolto por essa nuvem suspeita. O Judiciário tem que estar imune a esses escândalos. Não deve ser apenas honesto, tem que parecer honesto. Aguardamos de Wider e de Zveiter uma resposta - afirmou Maués.
O presidente da OAB-RJ, Wadih Damous, declarou que, se o que consta da reportagem for confirmado, "é gravíssimo", razão pela qual está muito preocupado. - Dos três poderes, o Judiciário é o que mais precisa ter confiança do povo, que espera integridade. Esse tipo de denúncia é grave para a democracia. Calma e serenidade, e não é hora de pré-condenações. Tudo deve ser apurado. A OAB vai acompanhar de perto as investigações. As punições devem ser exemplares. (Chico Otavio e Cássio Bruno, do Jornal O Globo) .
Nota: Eu, como estudante de Direito jamais poderia de deixar de acompanhar esses fatos que envergonha a República desta nação, sem repassar essas informações aos meus pares da caserna, visto que em alguns blogs que tenho inserido neste portal militar, são poucos os comentários, por serem extensos e de conteúdo complexo, o que denota uma classe, em que parte de seus membros não se interessam pelo curso que a nação está tomando, se aproximando muito do perfil da Itália no auge do poder da máfia que conseguiu se infiltrar em todas as esferas do poder público, mas quando a justiça se torna refém de corruptos e mafiosos, é o fim, e completa falência do estado e sua República, e isso tem sido uma das razões da impunidade neste país. Que prende uma pessoa que deixa de pagar pensão por estar desempregado, mas mantém em liberdade pessoas que manipula os poderes Judiciário, legislativo e republicano . Verdadeiramente o nosso país esta chegando a um nível de corrupção e impunidade insustentável, parece que somos governados por senhores de engenho e nós somos os vassalos diante dos plebeus, ou nos trás à memória o Brasil colônia, em pleno século 21. Existe uma Cepa dentro deste país que funciona como um câncer dentro do organismo da sociedade brasileira. Sem mais, um forte abraço a todos e que Deus nos abençoe e nos de a sua luz, diante de um país em meio as trevas.


Atenciosamente; MARMOSILVA-RIO

3 comentários


Zaryj comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

10 de Nov. de 2009 às

Zaryj
Meu prezado amigo MARMOSILVA-RIO,

poderia começar por dizer: ESTOU CHOCADO!

Porém, se fizesse isso, assinaria a minha total dissociação da vida social brasileira!

Portanto, não afirmarei isso!

Prefiro dizer que é a finalização da ELITE BRASILEIRA como uma INSTITUIÇÃO, AINDA, COM POSSIBILIDADE DE ACREDITARMOS NELA!

SE ASSIM NÃO FOSSE - CRENÇA NELA: Esse sim SERIA O sepultamento DE TUDO O QUE ACREDITAMOS, OU SEJA, DE QUE AINDA POSSUÍMOS VIRTUDES PARA MODIFICARMOS ISSO!

PORTANTO, HAVERIA, AINDA, SALVAMENTO!

Diante do que expusestes - NADA MAIS NOS RESTARIA!

Porém, como não estamos mortos: É CONTINUAR A LUTA PARA TENTARMOS MELHORAR ESTE PAÍS CHAMADO BRASIL!

Um abraço


lutta comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

10 de Nov. de 2009 às

lutta
Caros amigos nao me considero santo e nem tao pouco espero que essas pessoas o sejam .........hoje escutei o jornalista local relatando que quarenta por cento do que é licitado (na maior parte das ocasiões)acaba sendo desviado para enriquecimento de alguns ou muitos.........ca pra nós...... ta todo mundo se prejudicando pois cedo ou tarde um desses espertalhoes vai ser vitima de algum jovem que poderia estar num colegio ou numa situçao melhor e nao precisaria estar roubando ou sequestrando enquanto essa parcela de gente continuar querendo se dar bem em tudo fica dificil para esse nosso brasil decolar........nós temos é que recomeçar tudo e nao perdermos a fé .........tentar ensinar aos mais jovens que vale apena ser honesto,sei que é difícil mas nao podemos nem pensar em fraquejar.........a Lutta


CARDOSOLIRA comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

11 de Nov. de 2009 às

CARDOSOLIRA
Prezado amigo Marmo Silva, os "palhaços do Planalto", precisam saber, que exitem muitos brasileiros honestos no nosso país, e que vamos lutar até o fim dos nossos dias para mudar essa 'esculhambação' na nossa frágil, desmantelada, definhada República e o desmonte nas nossas Forças Armadas.

No mais um abraço do amigo de luta e irmão de farda,

Cardoso Lira

Este Blogueiro NÃO permite que VISITANTES comentem nesta postagem.
Junte-se a nós ou Entre para comentar!