Portal Militar

Blog

Perfil do hmeireles
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Sobre o decreto dos Direitos Humanos

Publicado em 09 de Jan. de 2010

845 Visualizações


Tenho uma opinião sobre todo esse imbróglio do governo Lula.
Pra mim, eles estão se aproveitanto da impetuosidade burra dos militares ao empurrar esse decreto sobre direitos humanos goela abaixo da sociedade.
Os militares já deveriam ter criado uma comissão de estudos (eles adoram isso, né ?) para determinar punição exemplar para militares que teriam praticado crimes contra a humanidade, determinando que centros de comunicação social das Forças mantivessem, por meio de notas sistemáticas, os meios de comunicação informados do andamento dos trabalhos (mesmo odiando dar satisfação à imprensa).
Essas medidas minariam as intenções revanchistas do atual governo e trariam a opinião pública para junto dos militares que, cortando na própria carne, estariam fazendo justiça aos desmandos praticados no passado.
O que não se pode aceitar é que uma picuinha dos antigões, cujo "orgulho" não pode ser "ferido", se transforme em uma guerra das Forças Armadas contra o Estado brasileiro.
Os sargentos e oficiais subalternos de hoje, em sua ESMAGADORA maioria, não participaram de ditadura ou repressão. Portanto, essa "guerra" é de poucos, muito poucos.
Vamos lavar a roupa suja DENTRO DE CASA !

MILITARES: CORTEM NA PRÓPRIA CARNE E RESOLVAM DE UMA VEZ ESSE PROBLEMA !

5 comentários


lutta comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

09 de Jan. de 2010 às

lutta
Ta ai a importancia do portal......tambem acho essa explanaçao importante,só que com resalvas pois a sociedade pode levar por outro lado........espero qe nossos comandantes percebam agora que nao devemos perder uma chance se quer para reivindicar melhorias para as forças(em todos os sentidos).
tambem lembro que o Min. da agricultura encontrou probelas que atritam com os agricultor e parece quea igreja tambem nao esta muito de acordo..........muita agua vai rolar.........a Lutta.


Zaryj comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

09 de Jan. de 2010 às

Zaryj
Meu caro hmeireles,

a tua opinião é interessante! Mas, impraticável!

Não haverá para os militares - IGUALDADE DE CONDIÇÕES! Ou PARIDADE DE ARMAS.

É só analisar o Decreto sobre os Direitos Humanos. Segundo o que consta nele, - SÓ quer examinar um dos lados -, sendo que toda verdade tem, pelo menos, três lados: A VERDADE DE QUEM PRATICOU O ATO; A VERDADE DE QUEM SOFREU O ATO E, FINALMENTE A VERDADE DE QUEM VIU A PRÁTICA DO ATO (ESTE QUE VIU TEM QUE TER ISENÇÃO - DE FATO - AO DIZER A SUA VERDADE)!

Sendo assim, é impossível a prática dessa ideia.

Um abraço


hmeireles comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

10 de Jan. de 2010 às

hmeireles
Talvez eu não tenha sido suficientemente claro. Independente de razões e emoções, na esfera estritamente MILITAR, os envolvidos deveriam ser punidos. Não importa se serão absolvidos na esfera civil (e é isso que ocorre atualmente). Se algum militar é acusado de praticar crime militar, a apuração ocorre, primeiramente, na esfera militar. O que acontecerá na Justiça Comum não é de nossa alçada. É isso.


Zaryj comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

10 de Jan. de 2010 às

Zaryj
Prezado HMEIRELES,

o que acontece na JUSTIÇA COMUM, PODE NÃO SER DA NOSSA ALÇADA:

MAS, É DO NOSSO INTERESSE! SIM! AFINAL DE CONTAS: SOMOS OU NÃO CIDADÃOS DESTE PAÍS TROPICAL!

OU SERÁ QUE SÓ SOMOS CIDADÃOS PARA DISTRIBUIR CESTAS BÁSICAS E ÁGUA E OU CONTROLAR DISTÚRBIOS CIVIS QUANDO A POLÍCIA NÃO MAIS CONSEGUE O CONTROLE DELES? É SÓ PARA ISSO QUE SERVIMOS?

Um abraço



hmeireles comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

10 de Jan. de 2010 às

hmeireles
Zaryj, obrigado por seu comentário.

Infelizmente, hoje os militares se tornaram, sim, uma espécie de "Corpo de Bombeiros Federal". Na cabeça de uma grande parcela de brasileiros eles servem somente prá isso. E o pior: essa parcela é composta por pessoas de classe média/alta, cultas e consumidoras de informação.

Este Blogueiro NÃO permite que VISITANTES comentem nesta postagem.
Junte-se a nós ou Entre para comentar!