DEFESA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS. VERDADE OU CONJECTURA? | Blog Goulart | Portal Militar

Blog Goulart

Perfil do troia173
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

DEFESA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS. VERDADE OU CONJECTURA?

Publicado em 07 de Fev. de 2010

2126 Visualizações



Companheiros, antes de me engajar no projeto de Marmo Silva, de realizarmos um Congresso no Rio de Janeiro com ampla divulgação e principalmente participação, repasso um artigo, de hoje, que nos trás um pouco de alento. Para uma classe apática e inútil, sem representação nem vontade de conquistar espaço e que se escora nas demais categorias para receber as migalhas que sobram, obter algumas benesses do Governo atual é quase um milagre.

Todavia, aqueles que incansavelmente clamam por união, cooperação e ação, sem êxito, precisam dar algum crédito a notícias como estas, para não perderem o entusiasmo. É necessário, porém, manterem-se os pés no chão e não se aceitar, como verdades absolutas, simples notícias que não passam de suposições. Somente com ações de impacto como as que estão realizando os Policiais Estaduais em todo País, se obterá alguma certeza sobre o futuro das FFAA, principalmente sobre o futuro dos seus integrantes.

Eis o artigo:

BRASIL LANÇA PROGRAMA DE DEFESA "MAIS AMBICIOSO" DA AMÉRICA DO SUL PARA SE TORNAR POTÊNCIA MUNDIAL, DIZ ESPECIALISTA
06.02.10 - 17:13

Brasil lança programa de defesa "mais ambicioso" da América do Sul para se tornar potência mundial, diz especialista Talita Boros
Do UOL Notícias

Ao contrário de outros países emergentes, o Brasil não se engajou na corrida armamentista mundial das últimas décadas. Em 2009, de acordo com o relatório elaborado pelo Instituto Internacional de Estudos Estratégicos , com sede em Londres, o país resolveu mudar de postura e lançou o programa de defesa mais ambicioso da América do Sul.

Para Gunther Rudzit, coordenador do curso de relações internacionais da Faap (Fundação Armando Alvares Penteado, em São Paulo), o país finalmente está em busca de destaque internacional. Para um país ser reconhecidamente considerado uma potência, ele tem que ter estrutura militar e é isso que o Brasil está fazendo agora, correndo atrás do que não investiu nos últimos 30 anos, disse.

Em 2009, o orçamento de investimentos do ministério da Defesa foi de R$ 4,2 bilhões. Para 2010, a previsão aprovada pelo Congresso é de R$ 7,2 bilhões, ou seja, um aumento de mais de 41% em relação ao ano anterior.

Segundo o documento apresentado pelo instituto britânico, o maior interesse do país é ocupar uma posição de destaque no grupo dos Bric formado pelos quatro principais países emergentes do mundo: Brasil, Rússia, Índia e China.

Na opinião de Rudzit, para ser reconhecido pelo G6 - Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França e Itália , o Brasil tem que mostrar bem mais do que apenas capacidade econômica e um bom perfil ambiental.

O estado do inventário militar brasileiro é bastante preocupante. O investimento em aviões e submarinos é essencial. O país necessita de investimento pois os aparelhos estão obsoletos, afirmou.

Grandes investimentos
Em setembro de 2009, o Senado aprovou dois dos maiores programas brasileiros na área de defesa o Prosub e o H-X BR para a construção do primeiro submarino de propulsão nuclear brasileiro, acompanhado de quatro submarinos convencionais e de 50 helicópteros. De acordo com o Ministério da Defesa, os dois projetos serão desenvolvidos com transferência de tecnologia francesa.

O Prosub (Programa de Desenvolvimento de Submarinos), segundo informações do ministério, terá um custo total de cerca de R$ 19 bilhões, dos quais R$ 12,1 bilhões serão financiados e os R$ 6,9 bilhões restantes serão pagos diretamente com recursos do Tesouro Nacional. O financiamento dos submarinos será pago pelo Brasil em 20 anos (2010 a 2029) ao consórcio formado pelos bancos BNP Paribas S.A, Societé Generale, Calyon S.A. Credit Industriel et Commercial, Natixis e Santander.

Ainda de acordo com o ministério, a construção dos 50 helicópteros do Projeto H-X BR será realizada pela fábrica da empresa Helibrás, em Itajubá (MG). O projeto custará cerca de R$ 5,1 bilhões, dos quais R$ 4,9 bilhões serão financiados pelos franceses, em nove anos, e R$ 232 milhões serão desembolsados pelo Tesouro. Cada força Marinha, Exército e Aeronáutica receberá 16 helicópteros e as outras duas aeronaves serão destinados a FAB para transporte de autoridades.

Como 2010 é o primeiro ano de pagamento brasileiro dos dois novos projetos, dos R$ 7,2 bilhões previstos para o orçamento de investimentos deste ano, R$ 630 milhões são destinados ao H-X BR e R$ 2,3 bilhões ao Prosub.

O relatório elaborado pelo instituto britânico destaca essas novas aquisições militares brasileiras, aliadas ao desenvolvimento nacional, como uma das causas do "ambicioso" programa de militarização do país. O estudo cita ainda o interesse do Brasil em desenvolver tecnologia nuclear para a propulsão de submarinos, a transferência de tecnologia e o investimento estrangeiro na indústria de defesa nacional.

Outra medida ressaltada pelo instituto está a criação da Secretaria de Produtos de Defesa, que centralizará as aquisições militares previstas no novo programa. O relatório cita, no entanto, o impacto da crise financeira no país, que obrigou o governo a atrasar os planos de renovação de frotas devido aos problemas econômicos.

Fonte: UOL

7 comentários


MARMOSILVA-RIO comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

07 de Fev. de 2010 às

MARMOSILVA-RIO


Meu Prezado, amigo TRÓIA173, fico muito tranquilo em poder contar com pessoas tão bem informadas e dotadas de um intelectual extraordinário como você, para organizarmos e difundir essas verdades e necessidades para toda a sociedade, e levá-las ao entendimento do valor que as Forças Armadas de qualquer nação desenvolvida precisa receber de sua sociedade, para ser respeitada como uma potência ou superpotência, ou seja, tudo passa pelo crivo das Forças Armadas e sua capacidade de dissuassão. Estou plenamente de acordo contigo, e esse é mais um motivo que teremos para reivindicarmos nossas justas equiparação salarial com os demais poderes e classes do funcionalismo público federal, mais bem remunerado do país. Sobretudo, já disse aqui, que antes de se preocupar com as máquinas, devem se preocupar com quem vai operá-las, pois, o homem faz a máquina, mas máquina não faz o homem.
Se pretendemos atingir o G6, precisamos receber o valor remuneratório compatível com aqueles militares, essa é a maior motivação do militar de qualquer Forças Armadas dos países de primeiro mundo. Jamais um oficial das Forças Armadas dos E.U.A, GRÃ-BRETANHA, FRANÇA, ALEMANHA, irá ganhar menos do que um simples policial em inicio de carreira. Isso e quebra de hierarquia, e desmotiva a tropa, provocando evasão de militares bem capacidados a operar com essas máquinas do futuro. Espero contar com a sua ajuda e com os seus conhecimentos, iremos a Brasília este ano, pode apostar nisso. VOTAÇÃO DA MP-2215


Atenciosamente; MARMOSILVA-RIO


AutoIndustrial comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

07 de Fev. de 2010 às

AutoIndustrial
Prezado TROIA173:

Excelente postagem!!!

Todos que tenham um mínimo de conhecimento sobre liderança mundial de um país devem saber que, para exercer essa liderança, o país precisa ter um conjunto de Forças Armadas treinadas, equipadas e, principalmente, motivadas e um dos elementos propulsores da motivação, neste caso, é a remuneração.

É claro que com este "desgoverno" revanchista e ideológico não conseguiremos nada, no entanto, temos o direito e, principalmente, o dever de lutar por estes objetivos.

Comrelação ao Congresso do Marmosilva, quero declarar que temmeu apoio. Talvez não seja possível comparecer ao mesmo pois estou em Natal/RN, no entanto, estou disposto a dá apoio financeiro ao pessoal daqui do nordeste que possa comparecer, principalmente ao Cardoso Lira.

Cordialmente,

AutoIndustrial.

"Ad Sumus!"



sabraj comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

07 de Fev. de 2010 às

sabraj
Tudo isso aí, com relação ao reconhecimento que deveria ser dispensado ao pessoal das FFAA, e nada, é a mesma coisa.
É tanta expeculação, PECs daqui e dacolá, aos montões; prposições e requerimentos, os tais l37% e por aí vai, etc etc, tudo conto da carochinha, conversa pra boi dormir e falação de deputado, que nã valem de nada.
Não já existe o tal decreto 667-69, Art 24; então, bastaria que esse diploma legal, fosse respeitado e ponto final, tudo estaria resolvido.
Devíamos nos preocupar, únicamente, pelo cumprimento do tal decreto, que já existe e nada mais. Pra que tanta lambança.
Finalizando, repito, passamos longos vinte anos e quando podíamos, nada fizemos, nem pelas FFAA e muito menos por nós mesmos; (a preocupação era com bordados, medalhas, broches, penduricalhos e adereços), agora, estamos chorando o leite que derramamos e transferindo para os outros, a nossa falha, a nossa falta de interesse e a nossa falta de visão; e mais, estamos querendo que eles façam a lição de casa, que não tivemos a capacidade de fazer. Estamos pagando pelos nossos erros e não os deles.


Ando67 comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

07 de Fev. de 2010 às

Ando67
Com certeza companheiros, esses Patetas e Petralhas vão acabar acordando para a realidade mundial, pois essa propaganda Lulista só serve para o populismo interno e de chacota no exterior, ou seja, é o cara semi-analfabeto, de origem nordestina e pobre, que nunca foi chegado ao trabalho produtivo e tem demonstrado isso ao incentivar essa inércia aos seus compatriótas com as Bolsas de todo o tipo. Uma hora vão ter que pensar num futuro melhor, com inscentivo a produtividade e na melhora profissional e intelectual da mão de obra brasileira.
Quando ocorrer essa mudança, as FFAA vão também acompanhar a evolução dos tempos e terá oportunidade de reaparelhar seus equipamento de guerra, bem como, especializar seus profissionais e valorizar melhor os seus salários.
Enquanto não chega esse momento, temos a obrigação de cidadãos patriótas, responsáveis e com visão de futuro, lutar para que isso aconteça o mais rápido possível. O nosso Companheiro MarmosoSilva-RJ tem razão para tentar realizar esse Congresso, estabelecer metas e reivindicações, bem como, preparar o pessoal participante do Congresso para uma futura marcha pelo Bem da Classe Militar e do Reaparelhamento das FFAA.
Dentro desses ideais podem contar comigo, resido em Brasília, estarei também ajudando financeiramente o indicado desta região e participarei do movimento reivindicatório aqui na Capital Federal. Ando67.


Ando67 comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

07 de Fev. de 2010 às

Ando67
Corrigindo em tempo, Perdão companheiro MarmoSilva, pelo erro cometido no meu comentário com relação ao seu nome. Falha minha. Abraço. Ando67.


Zaryj comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

07 de Fev. de 2010 às

Zaryj
Meu caro Troia173,

uma solução é o Governo CRIAR O FGTS DOS MILITARES E NO FINAL DE CARREIRA AO SE APOSENTAR CADA MILITAR LEVARIA O SEU GORDO FUNDO DE GARANTIA ACRESCIDO DA MUI DÍGNA APOSENTADORIA NO LIMITE ESTABELECIDO PELO INSS!

RESOLVIDO O PROBLEMA. PELO MENOS ESSE FOI O ASSUNTO DA MATÉRIA, QUE CERTAMENTE, TERIA SIDO REGIAMENTE PAGA!

Na verdade o que de certo existe É QUE ESTÃO NOS FAZENDO CRER, E A TODOS OS BRASILEIROS, QUE NÓS OS MILITARES SOMOS OS GRANDES CULPADOS POR TODAS AS MAZELAS QUE EXISTEM NESTE PAÍS!

BEM, PARA QUALQUER MAL, SEMPRE EXISTE UMA SOLUÇÃO: SE O MAL É OCASIONADO PELOS MILITARES, SIMPLES, - ESTINGAM AS FORÇAS ARMADAS E PONTO FINAL!

PODERES PARA ISSO O ATUAL PRESIDENTE TEM! BASTA O CONGRESSO AVALIZAR E FIM DE PAPO!

CONTRATEM UMA EMPRESA DE SEGURANÇA - DIGAM À ELA COMO DEVERÁ ATUAR E PONTO FINAL! PAGUEM À ELA UM SALÁRIO MÍNIMO E VEJAMOS O QUE ELA PODE FAZER EM NOSSA DEFESA COMO PAÍS - QUE QUER SER INSERIDO NO PRIMEIRO MUNDO!

É isso!

Um bom fim de semana se até segunda-feira não tiverem sido extintas AS FORÇAS ARMADAS DO BRASIL!

TUDO EM PROL DO BOM DESENVOLVIMENTO SOCIAL DO BRASIL!

OBS: SEGUNDO OS NOSSO DIRIGENTES. DE TODOS OS NÍVEIS!


kapo comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

07 de Fev. de 2010 às

kapo
O MEU VELHO PAI QUE ERA UM CIDADÃO CIVIL,UM DIA ME FÊZ O SEGUINTE COMENTÁRIO: SE DURANTE OS GOVERNOS MILITARES, VOSSOS CHEFES NÃO FIZERAM NADA QUANTO A QUESTÃO SALARIAL E OUTRAS MAIS, INCLUSIVE PERDEMOS A O DIREITO DE GANHARMOS A DIFERENÇA, DE POSTO E GRADUAÇÃO QUANDO EXERCÍAMOS UMA ATIVIDADE ACIMA DE NOSSOS POSTOS, O PESSOAL ANTIGO, IRÁ LEMBRAR,TAMBÉM A TAL DA ISONOMIA, MUITO PROPALADA NOS ANOS 80, E OUTRAS COISAS MAIS QUE FICARÍAMOS O DIA TODO A ESCREVERMOS.SÓ TEMOS UMA SAÍDA HONROSA, PARA TUDO ISTO ,SE NÃO TIVERMOS REPRESENTATIVIDADE POLÍTICA DE PESO, NÃO TEREMOS PODER PARA PLEITEARMOS NADA, NÃO ESQUEÇAM, SENHORES, PRODUZIMOS PRINCIPALMENTE SEGURANÇA, ISTO É, ABSTRATO.ABRAÇOS AOS COMPANHEIROS DO PORTAL MILITAR

Este Blogueiro NÃO permite que VISITANTES comentem nesta postagem.
Junte-se a nós ou Entre para comentar!