O perigo que vêm da fronteira........MP 2215/01 | Blog do Platus | Portal Militar

Blog do Platus

Perfil do Platus
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

O perigo que vêm da fronteira........MP 2215/01

Publicado em 19 de Jun de 2010

35057 Visualizações



http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/4335

Artigo
no Alerta Total http://www.alertatotal.net



Por
Arlindo Montenegro


Neste domingo, os cidadãos da vizinha Colômbia vão eleger seu Presidente, sob ataque do Partido Comunista (legal), seus contingentes armados e da mídia, controlada pelo CFR americano, que prestigia a esquerda e silencia os assuntos conservadores.
A escolha será entre Juan M.Santos, candidato apoiado pelo aual Presidente Uribe e um caricato professor, amigo de Chaves e badalado pelas esquerdas universitários, verdes, comunistas, seguidores do Foro de São Paulo, que manifestaram seu espanto diante da baixa votação no primeiro turno.
Nos debates pre eleitorais, o professor Mockus, que já havia desfilado vestido de super homem e, numa ocasião, baixou as calças e mostrou o traseiro para estudantes numa assembléia universitária, disse não conhecer Chavez. Logo apareceu um vídeo em que trocava afagos com Chavez. Pior, condenou por antecipação o Coronel Luis Alfonso Plazas Vega.
O coronel Plazas Vega é vítima de um processo engendrado pelos seguidores do ELN e FARC infliltrados no poder judiciário, um processo ainda em andamento, em que a juiza negou o acesso da defesa às testemunhas e a "provas" fraudulentas. A juiza pronunciou a sentença e deu no pé para viver no exterior.
Toda a Colombia sabe, do ódio que os narcotraficantes das Farc contra o Coronel Plazas Vega, que levou à cadeia bandidos como Pablo Escobar e outros, intimamente ligados e financiadores das FARC, que logo assumiram o controle aberto da produção e venda de cocaína. O ilustre brasileiro Fernandinho Beiramar foi preso num daqueles acampamentos guerrilheiros, onde trocava armas contrabandeadas por cocaína.
Os esquerdistas nos Estados Unidos, situados no governo Obama e nas Universidades, Fundações e Institutos de Pesquisa, ensaiam a hegemonia do poder mundial centralizado. Ali se deu o "Diálogo Interamericano" de que participaram Fernando Henrique e Lula.
Dalí saiu a idéia de criar o Foro de São Paulo, encomenda que Lula cumpriu com ajuda do seu guru Fidel Castro, um audaz narcotraficante, que teve suas operações descobertas pela DEA e para livrar-se, acusou publicamente e mandou fuzilar um dos seus generais.
Uma das diretrizes do Foro de São Paulo, bem na linha dos discursos e documentos dos coletivistas instalados na ONU, é o sucateamento, a desmoralização e posterior desmobilização dos exércitos nacionais, para subsituir por um exército continental, "força de paz", para intervenções do poder mundial extra fronteiras. Defesa nacional, zero!
Tudo faz inferir que o Foro de São Paulo atua como executor das estratégias daquelas organizações e grupos econômicos que desejam mais poder, concentrado em blocos de nações. É mais fácil negociar com ditadores totalitários e obedientes corruptos, que negociar com nações soberanas, negociar com homens livres atuando com independência, agindo em nome e na defesa do bem comum de seus povos, limitando suas decisões aos três poderes do modelo democrático tradicional.
Os colombianos conhecem a dor dos filhos menores forçados a servir nas fileiras da FARC e ELN; conhecem o terror às minas espalhadas nas áreas rurais, que amputam e matam gente inocente; os colombianos entendem as limitações da nação envolvida numa guerra que já dura mais de meio século sangrando os recursos da pátria. Por isto preza e admira com gratidão seu exército.

Nós, brasileiros, convivemos com governantes admiradores e defensores das FARC. Nosso governo socialista no político e capitalista nas políticas econômica, defende o propósito do Foro de São Paulo e dos conunistas radicais: defende união de repúblicas socialistas "bolivarianas", com um parlamento não eleito. A Venezuela já sofre a falta de alimentos, o desemprego e a violência crescente, com um General cubano participando do governo de Chavez.

Por enquanto, este governo dá dá abrigo e proteção aos narcoguerrilheiros e bandidos. Por enquanto carecemos de informação ampla, livre, sobre o significado das políticas exteriores, sobre o significado de desobediêcia, desprezo às leis, corrupção e o significado desta caricatura de presidente, aprovado e promovido por uma ampla campanha de propaganda paga pelos cofres públicos no exterior.


As nossas Forças Armadas já estão em curso final de imobilização como instituição independente para agir com poderes definidos. Como as do Peru, do Chile, da Argentina e mais radicalmente as da Venezuela, onde mandam os cubanos. Mas o Brasil tem as portas abertas para a cocaína das Farc e da Bolívia, a maconha do Paraguai e o crack não sei de onde, tudo controlado para financiar as atividade as FARC colombianas e as aventuras de Chves, Castro e do Foro de São Paulo.

O Brasil é hoje o maior entreposto e o país onde o consumo cresce assustadoramente. Onde a violência mata mais que nas guerras em curso. A imprensa alardeia isto. Mantém o terrorismo da informação sem indicar as causas políticas. É incoerente! É absurdo! É proprio de psicopatas. Que a Colombia resista e vença os ataques. E nos tambem, um dia.

Imagens assustadoras

PS Vale a pena assistir a um documentário televisivo produzido pelos espanhóis do Reportoros Cuatro. Estamos muito próximos de uma radicalização e de um conflito armado na América Latina.

http://play.cuatro.com/on-line/#/portada/reporteros-cuatro-rec/ver/los-guardianes-de-chavez

http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/4335

1 comentários


Platus comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

20 de Jun de 2010 às

Platus
Companheiros,
Vamos direcionar nosso voto em candidatos militares. Com comprometimento e causas da classe. Como acompanhar? É simples. Consultar se os prováveis candidatos se manifestaram em nossos abaixos assinados e suas colocações nos blogs.
Nós necessitamos de deputados Federais e Senadores. COM UNIÃO E FORÇA.
Companheiros,
Vamos direcionar nossos votos em candidatos militar. Com comprometimento e causas da classe. A MP 2215/01 E AS PECs 352,245 E 249.
http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/4335

Este Blogueiro NÃO permite que VISITANTES comentem nesta postagem.
Junte-se a nós ou Entre para comentar!