O NOVO CMT DAS FORÇAS ARMADAS JÁ FOI ESCOLHIDO. | Blog Goulart | Portal Militar

Blog Goulart

Perfil do troia173
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Eleies

O NOVO CMT DAS FORÇAS ARMADAS JÁ FOI ESCOLHIDO.

Publicado em 15 de Set. de 2010


2684 Visualizações


  

As eleições se aproximam e conhecemos a maioria dos representantes dos Estados importantes da Federação, assim como a quem estaremos subordinados pelos próximos anos. Não existem comprovações se as pesquisas são isentas ou indutoras, mas o certo é que elas evidenciam um nome e que ele arrebanhará o voto dos brasileiros, habituados a optar por aquele que os Institutos mostram no topo. Por esse motivo, creio serem inócuas as informações que desabonam os nomes consagrados, expostas em Portais como You Tube ou que recebemos por diversos veículos, não somente pela incapacidade de alterarem o placar do jogo político, mas porque, num processo de múltipla escolha, não se consegue filtrar das montagens tecnológicas, o que e verdadeiro e o que é falso. E nem precisaria, porque a história se encarregou de substituir o V pelo F sobre a justa descrição dos nossos legados e o F pelo V naquelas que denigrem o nosso passado, utilizando-se de semelhante artimanha para valorizar a classe dominante. Como desconhecemos mecanismos que nos habilitem a conviver com essas grotescas manipulações sem dor, ou recorremos aos Rivotris e Serenatas, para amenizarem nossas angustias, ou aceitemos com naturalidade quem o povo elegeu, sob pena de sermos podados também da história futura. Portanto, tolerância e humildade devem ser qualidades obrigatórias nos militares que haveremos de eleger, para que entremos em 2011 sintonizados com o novo Governo. Mesmo porque, fora dos muros dos Quartéis, arrogância e soberba, típicas do nosso representante no Congresso, somente servem para chacotas.


Sabidamente as gigantescas transformações das últimas décadas não melhoraram as relações entre os indivíduos, principalmente entre vencedores e vencidos, mas diversificaram os caminhos de permanência no poder. Como esses caminhos são construídos para a classe menos esclarecida da população, oferecem limitações, congestionando-se com este segmento e impedindo a circulação dos demais. Somente através de penosas e obrigatórias readaptações, poderemos percorrê-los sem traumas, uma vez que estão irremediavelmente traçados e menos dependentes de nós, por insistirmos na desunião e optarmos pelo confronto. Caso os membros mais antigos das FFAA não reconheçam as suas limitações, distanciando-se em demasia dos comportamentos padronizados, dirão um sim à exclusão, mas, com alguma tolerância, um não; uma atitude certamente menos desabonadora e mais indispensável, por ser única e adotada por muitos militares jovens, pouco interessados pelo que se realizou no passado.


Se acompanharmos os registros comprovados, no tempo, as grandes transformações aconteceram pela manipulação da ignorância, variando apenas os modelos. Dentre os principais, o grupo dominante teoricamente se iguala à população majoritária, em geral carente, alienada e manipulável (para obter credibilidade), ou desta se diferencia pelo endeusamento, o que nos tempos atuais é facilmente obtido pela manipulação da mídia, sobretudo daquela que foi previamente manipulada. Os efeitos sobre as massas são igualmente devastadores, incluindo-se o fanatismo, a subserviência, a adesão e a irracionalidade. Dos Faraós a Zoroastro e nas civilizações orientais e ocidentais, incluindo-se o cristianismo e suas cisões, o povo foi utilizado como massa de manobra para a locupletação de pequenos grupos ou pessoas. Enfrentar os poderosos foi sempre penoso e devemos estar atentos a isso. Na atualidade o confronto com Chaves é o principal exemplo. Quem ganhou? Quem perdeu? Creio estar evidente...


Finalizarei com a convicção de que devemos ceder para sobreviver, como também a certeza da discórdia, inclusive a dos grandes companheiros. Acontece que no quadro atual somente encontro esta saída. Quem souber de outra, por favor, aponte. Terei o máximo prazer em abrir. E acompanhá-la, caso seja viável e nos traga algum benefício.


Insisto: ela seria menos traumática, pela nossa união em torno das candidaturas militares (independentemente da filiação partidária), para termos um elo de ligação com os Poderes, definitivamente perdido no instante em que os Comandos Militares forem retirados da Esplanada.


Um dia venturoso para todos


Goulart

7 comentários


MARMOSILVA-RIO comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

16 de Set. de 2010 às 0:22

MARMOSILVA-RIO


Prezado, amigo, Goulart,ler um blog como esse é ter a certeza, e porque, não, a convicção que ainda temos homens que ainda conseguem pensar e escrever um artigo tão rico em conteúdo como essa postagem que acabas de nos presentear. Eu não tenho o direito de estragar essa maravilha de texto a não ser parabenizá-lo, pela forma como sempre nos presenteia com seus artigos que poderia ser publicado em qualquer em circualação deste país. Sem mais, um forte abraço.

Atenciosamente; MARMOSILVA-RIO


Castelo_Branco comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

16 de Set. de 2010 às 7:48

Castelo_Branco



"Só há duas opções nesta vida: resignar-se ou indignar-se. E eu não vou me resignar nunca." (Darcy Ribeiro)


Ainda dá tempo de abortar a candidatura DILMA!

Só depende de ação!


Lembremos, ela se orgulha do passado terrorista, que sequestrou, assaltou, roubou, matou. Assista este vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=CzyxR6HvWkg

Bom! só resta dizer: “tem uma terrorista, assaltante, ladra, sequestradora, assassina, governando o brasil, seus eleitores estão bem representados”.
Você militar, orgulhe-se disto, pois de cabo a rabo, quer dizer, do general ao soldado, todos cumpriram a “MISSÃO OMISSÃO”.

Missão Cumprida Senhor!

A NOVA ORDEM, AGRADECE!

Militares omissos, soldo compatível ...

DERROTAR O LULA = SOLDO JUSTO!

“A verdade está na cara, mas não se impõe...”

Não é piada: a inimiga número 01 do Exército, Dilma Rousseff, é candidata a “COMANDANTE EM CHEFE” das Forças Armadas. Perguntem aos povos dos países do primeiro mundo, se lá isto é possível? Terrorista de carteirinha? Ser presidente dos USA? Tio Sam diz: NEVER!

Em memória ao "Sargento Mario Kosel Filho", diga não à Dilma.

Neste momento em que o Brasil, refém de Alta Traição, encontra-se a um passo de se ver comunista, nós militares nos perguntamos: QUAL SERÁ O GENERAL QUE SEGUIRÁ O EXEMPLO DO SAUDOSO GENERAL MÉDICI?

Qual será o general que fará a escaramuça dos comunistas?

Qual será o general que nos fará nos orgulharmos do nosso sagrado juramento?

Qual será “O General” da hora?

Onde estará o GENERAL GRENADO?

DENÚNCIA ASSISTA VÍDEO...

http://www.youtube.com/watch?v=ILwU5GhY9MI


Todo brasileiro que tenha recursos para isso está autorizado e solicitado desde já a reproduzir este aviso e fazê-lo publicar no órgão de mídia de sua preferência, assim como a divulgá-lo por quaisquer outros meios ao seu alcance. Preservado o Teor e a Fonte

REPASSE, SEM MODERAÇÃO!!





















Zaryj comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

16 de Set. de 2010 às 7:51

Zaryj
Meu caro Goulart,

não creio, ainda, que o Novo Comandante das FFAA já foi "escolhido". Pelas pesquisas, sim! Já! Mas, a história nos tem informado que isso não é uma coisa definitiva: ANTECIPADAMENTE! Ou seja, só depois das URNAS ABERTAS É QUE SABEREMOS COM CERTEZA se é fato ou apenas era FUTUROLOGIA dos INSTITUTOS DE PESQUISAS - MUITO BEM REMUNERADOS LOGICAMENTE!

De tudo o que dissestes, É POSSÍVEL RETIRAR UMA PALAVRA CHAVE: UNIÃO!

É isso mesmo!

A catogoria dos MILITARES e seus FAMILIARES, TÊM QUE ATENTAREM PARA ISSO.

SOMENTE COM - UNIÃO - PODEREMOS ALMEJAR ALGO MAIS CONCRETO PARA NÓS E POR EXTENSÃO PARA O BRASIL!

PARABÉNS PELO BLOG!

Um abraço



EJoseA comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

16 de Set. de 2010 às 22:31

EJoseA
Prezado companheiro GOULART:

A vida é interessante, tem surpresas a todo momento, não é verdade?

Nâo sei não, meu amigo, mas sugiro que o senhor terá umas surpresas surpreendentes ai pela frente. E penso que as apreciará muito.


EJoseA comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

16 de Set. de 2010 às 22:31

EJoseA
Prezado companheiro GOULART:

A vida é interessante, tem surpresas a todo momento, não é verdade?

Nâo sei não, meu amigo, mas sugiro que o senhor terá umas surpresas surpreendentes ai pela frente. E penso que as apreciará muito.


EJoseA comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

17 de Set. de 2010 às 3:29

EJoseA
Companheiro GOULART: "o peixe morre pela boca" sabemos disso, não é verdade?

Discrição, cautela e caldo de galinha (essa num resfriado, junto com suadouro) sempre são bem consideradas. A mais não me alongo, entretanto digo-lhe que nem todos são traidores de princípios até sagrados e juramento. Vi pelo que escreveu, que é homem de bem, de valor, honrado, que preza o Bem Comum, e também tem bom senso, muito bom senso mesmo e que não escreve nada de errado, muito ao contrário.

Antes de terminar, digo-lhe mais um lugar comum "O futuro a DEUS pertence" e claro, para isso ELE utiliza mãos e braços daqueles de bem.

Assim para terminar, digo-lhe que a cada manhãzinha o sol nascente, a brisa matutina, o vento, o ar limpo, sempre nos proporcionam uma nova experiência, uma surpresa, não é mesmo? Dessa forma, sempre podemos esperar que, alguma manhã nos traga uma bela surpresa.

E que DEUS O SUPREMO ARQUITETO, O ONIPOTENTE, nos abençoe, abençoe nossa família, parentes e amigos e nos ilumine nos caminhos da vida.

Um respeitoso abraço e cordiais saudações.


troia173 comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

17 de Set. de 2010 às 14:14

troia173
Prezados e respeitáveis companheiros, Castelo Branco, Zaryj, MARMOSILVA_RIO, EJoseA:
Obrigado pelas participações.
Ontem, na casa de um amigo, li uma crônica do Paulo Santana, editada há vários dias (Não assino mais o jornal ZH por convicções pessoais, e perdi o contato com o mais importante colunista do Sul.). A essência dos nossos trabalhos é exatamente a mesma, menos pela riqueza verbal (que não possuo) e pelo espaço que ele dispõe, que lhe permite amplas introduções, antes de expor os argumentos principais. Segundo o autor, já antecipou a reportagem preparada para o dia seguinte das eleições majoritárias, por saber, de antemão o resultado.
Mas vamos a sua introdução, aparentemente destoante do resto do artigo:
“Eu fico a cismar sobre as razões que levaram o Presidente Lula a escolher como sua sucessora a doutora Dilma Rousseff”.
“O que teria levado Lula a NOMEAR DILMA PRESIDENTE DA REPÚBLICA?” – A troca minúscula x maiúscula, é minha.
“Estranho sistema eleitoral o nosso, em que um homem só escolhe a presidente da República, mas se concede ao eleitorado gentilmente que compartilhe da escolha”.
“Condenava-se o regime militar porque meia dúzia de Generais se reunia e escolhia quem seria o presidente da República”.
“E, agora, em pleno regime democrático, que só uma pessoa, Lula, escolheu Dilma como sucessora?”.
O PDT Estadual que abrigou esse eminente colunista e o lançou como candidato em tempos passados, se contrapõe radicalmente à orientação do partido em esfera Federal e creio abrigar também as suas convicções atuais. Paulo Santana exterioriza um raciocínio baseado naquilo que a mídia da qual participa impõe, provavelmente, pelo exposto acima, diferente do que gostaria que acontecesse, Com isso quero confirmar o que escrevi no blog do gentil EJoseA: Eu não sou o detentor da verdade, sequer expressei as minhas verdadeiras convicções filosóficas, sociais e políticas, apenas mostrei aquilo que penso sobre um novo tipo de batalha que nós, militares, deveremos enfrentar (a da sobrevivência) dentro de um novo ciclo histórico, cujos princípios são radicalmente destoantes daqueles que defendemos.
Cumprir é diferente de aderir; à obrigatoriedade no cumprimento das determinações de um governante, podem se contrapor discordâncias e descontentamentos, jamais as ações. Quem presidir o País ditará as tarefas que as FFAA deverão executar, mesmo que não concordem. Eis a síntese do meu trabalho...
Não contesto uma vírgula do que os amigos expuseram. Quem, do nosso tempo está feliz com as manipulações criminosas da história latino-americana, acintosamente sobre aquela em que participamos?
O que pretendo deixar transparecer é o receio sobre um processo revanchista mais acirrado e sem contrapartida, caso a parte menos consistente e vulnerável (em todos os sentidos), que somos nós, não aceite dialogar. E, o mais grave, incapazes, de formar uma vasta bancada no Congresso, dentro de um potencial que nenhum segmento tem.
Um respeitoso abraço.
Goulart.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )
Últimos Posts Anterior<< Denunciar