CASA CIVIL - QUANDO O FEDOR SE TRANSFORMA EM OLOR | Blog Goulart | Portal Militar

Blog Goulart

Perfil do troia173
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Eleies

CASA CIVIL - QUANDO O FEDOR SE TRANSFORMA EM OLOR

Publicado em 20 de Set. de 2010


1098 Visualizações


         Collor sofreu impitimam por causa de uns roubinhos mixurucas e pela utilização indevida de uma caminhonete Elba caindo aos pedaços, pela qual um picareta de automóveis, bem camarada, pagaria na época a e exorbitância de U$ 3.000. Uma lata velha carcomida pela ferrugem, um monstrengo, se comparado aos belos exemplares que chegavam da Europa, da Ásia e da América do Norte. Segundo a definição do então Presidente, uma carroça velha. Feia a dar com pau.

Mas foi um escândalo sem precedentes, eram os políticos xingando, a rede Globo massificando, a UNE se aproveitando e os camaradas da esquerda (com as duas mãos ocupadas, uma com o indicador em riste e a outra com dois dedos metidos nas ventas para impedir a entrada do fedor que exalava do Planalto), iniciando o saudável e irreversível projeto de purificação acirrado no último governo, pisoteavam ficticiamente o elemento maligno.


Égua! Era um bafafá sem tamanho. Finalmente um basta à corrupção; o início de um País sem máculas. Viva o exemplo! Viva a Pátria! Longa vida ao Partido da ética!, bradavam os políticos exemplares (Epa! Exemplares? Não seriam espertalhões? Será que estou divagando? Aurélio, por favor, acuda-me!), e a massa racional (Epa! De novo? Não.) atrás repetindo: Fora, canalha, fora!. E aqueles que vinham de fora e se deparavam com tamanha demonstração de civismo (?) diziam: Que bonitinho.


Mas era muito feínho, meus amigos bloguistas. Era a antecipação dos mesmos acontecimentos vistos por novos ângulos, onde fedor transforma-se em olor e a catinga dos mensalões, dos cartões corporativos, do dinheiro nas cuecas, do nepotismo na Casa Civil com manipulações de bilhões de reais - converte-se em flagrância dos deuses, perfume francês de primeira linha; quando os filhos da Ministra (segundo TVs, jornais, revistas e Sites) indicam amigos para ocuparem cargos em órgãos públicos, intermedeiam negócios bilionários entre o governo e empresas de parentes e amigos, com altíssimas comissões, sob a guarda da autoridade e amparo da máquina Estatal. Esta, através dos mais influentes integrantes, posiciona-se ampla e irrestritamente em defesa de alguns acusados, jogando a culpa na mídia que expôs as falcatruas e nos membros da oposição.


A ardilosa estratégia de transformar-se em vítima é apenas uma garantia extra na escalada ao poder, pois as futuras amostras dos institutos que garantem 79% de aprovação ao Governo, certamente serão iguais às anteriores. A maioria da população não está nem para as denúncias. Para muitas pessoas, ser famoso e estar na mídia, é ter permissão para tudo. Se as pesquisas possibilitassem-nas expressar suas opiniões sobre esse criminoso escândalo, não nos surpreenderiam se aparecessem barbáries como estas: O filho da Ministra poooode. Se eu estivesse faria o mesmo. E ele é tão fofinho.


Meus prezados companheiros, fazer o quê? Para falarmos de uma vergonheira dessas sem estresses, somente através do escárnio. E não é somente escárnio, mas uma maneira de expor com outras palavras, uma minúscula parte do que sempre esteve e sempre estará na mídia sobre o governo atual, desgraçadamente, ignorado pela população. E não foge ao conteúdo da minha penúltima postagem onde falo em dialogar. Aqui não estou ofendendo ninguém, sequer enfrentando. Estou esclarecendo, penso, atitude obrigatória a ser tomada por todo integrante da máquina Estatal que sonhe vê-la desempenhar suas funções com isenção e honestidade.


Fui sucinto sobre as atitudes do governo Collor e do atual, mas bastante claro quanto às diferentes reações sobre elas. O fato relevante do primeiro governo, que o levou à queda, foi o uso indevido de um automóvel. Sua popularidade despencou, suas tetas secaram e os políticos, que não tinham mais nada para sugar, o excluíram do sistema. O atual sofre uma mutação e para cada novo escândalo correspondem alguns pontos percentuais a maior em sua popularidade. E, por consequência, mais algumas adesões de políticos por onde ele se fortalece. Por que será?


Como transcrevi uma análise feita pelo mais importante cronista gaúcho no dia 10 de setembro, em partes coincidente com a minha penúltima postagem, reitero que, para continuarmos na história, sem padronização plena, isto é, ainda capazes de contestar princípios e ideologias, como estou fazendo, somente será possível pela eleição de alguns militares que concorrem às Câmaras Estaduais, ou Federal. Eles serão nossos interlocutores, nossos braços, nossa voz...


Esqueçamos as diferenças e votemos em massa nos nossos companheiros melhor qualificados. Quem não fizer isso estará traindo a si e a nossa classe. Será uma irresponsabilidade.


Um dia muito feliz para todos.


Viva a Semana Farroupilha.


Goulart.  

5 comentários


20 de Set. de 2010 às 17:01

Bravo Zulú, meu prezado amigo, sua postagem está excelente.....

Cardoso Lira


20 de Set. de 2010 às 20:27

E vem mais aí "FEDOR", é só esperar. Aguardem!!!


20 de Set. de 2010 às 21:57




Caro sr é escadalo sobre escandalo ,porem temos que focar em quantos candidatos vamos conseguir colocar em brasilia ou mesmo dentro dos estados brasileiros (assembleia)pois só sei de uma coisa, temos que blindar a familia militar .....em SANTA CATARINA estamos alinhados com ESPERIDIAO AMIM 1133 para federal ................o adv.TICO LACERDA 12007 para estadual e pra fechar vamos emplacar com D´ANGELA 11 para governadora ,pois tem mudanças no ar e parecem nao muito beneficas para nos militares em 2011,logo toda a atençao é necessaria,e se nos nao batalharmos pelos nossos ,as outra s categorias é que nao vao faze-lo,portanto amigos ou vota em militar ou em quem se compromete ou ja teve algum vinculo com esses homens de honra e a ........................ lutta.




















Zaryj comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

21 de Set. de 2010 às 8:40

Zaryj
Meu caro Goulart,

no Brasil os ESCÂNDALOS passaram a ser coisas sem IMPORTÂNCIA - tendo em vista se tornarem FATOS DIÁRIOS!

O povo está anestesiado. Ou JÁ PERDEU AS ESPERANÇAS DE UM DIA SERMOS UM POVO DO TIME DOS PAÍSES DO PRIMEIRO MUNDO.

Um abraço


MARMOSILVA-RIO comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

21 de Set. de 2010 às 14:22

MARMOSILVA-RIO


Meu Prezado, amigo, simplesmente um artigo como esse deveria figurar nas colunas mais importantes dos maiores jornais em circulação deste país, mas infelizmente a nossa imprensa é ou esta conivente com esse lamaçal que se tornou a política do nosso país. Sem mais, abrir o portal militar e poder ler uma brilhante redação como essa é muito gratificante. Eu vou mais que elogiar, vou lhe agredecer, dizendo! Muito Obrigado pela riqueza com que acabas de nos presentear.


Atenciosamente; MARMOSILVA-RIO


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )