Perigo no mar | Blog Veterano | Portal Militar

Blog Veterano

Perfil do tropa
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Marinha

Perigo no mar

Publicado em 20 de Ago. de 2011


1422 Visualizações



Força Militar: Porta-aviões São Paulo sofre quatro incêndios após ser reformado


POR MARCO AURÉLIO REIS



Rio - Novo acidente interno no porta-aviões São Paulo está tirando o sono de familiares dos militares a bordo. “Pior que ele ocorre para piorar um clima interno que já não está bom há muito tempo”, conta militar ouvido pela Coluna.


O acidente aconteceu quando o São Paulo estava em uma nova etapa de adestramentos e preparação do porta-aviões para voltar à ativa. A embarcação suspendeu âncora segunda-feira passada com previsão de retorno para a tarde de ontem. Na quarta-feira de manhã, porém já estava de volta.


“Saímos dia 15 (segunda-feira) e no mesmo dia aconteceu o primeiro incêndio na caldeira. No dia seguinte, outro incêndio ocorreu na chaminé. Na quarta, ficamos sabendo através de pessoas que trabalham diretamente nas máquinas que outros dois incêndios aconteceram, mas não foram divulgados à tripulação”, relata um militar que estava embarcado na missão dessa semana. Versão repetida à Coluna por outros dois militares e um familiar.


Os incidentes apavoram a tripulação do porta-aviões São Paulo porque trazem à memória o trágico acidente ocorrido em maio de 2005, quando vazamento de vapor causou a morte de um terceiro-sargento e feriu dez militares. Desde então a embarcação passa por reparos. O local do vazamento de vapor, a catapulta responsável pelo lançamento das aeronaves, foi totalmente reparado, mas, como dizem os militares, outros setores ainda requerem maior atenção.


Publicado no Jornal  O DIA- RJ (Fôrça Militar)



4 comentários


Oliveirafn comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

20 de Ago. de 2011 às 8:36

Oliveirafn
Os desejos dos corruPTos estão se realizando...FAA SUCATEADAS (O Porta Aviões Brasileiro, São Paulo, comprado da França, com 49 anos de idade)! Daqui pra frente só veremos essas coisas velhas explodindo e incendiando. VIVA AO PT, VIVA SEU LULA, VIVA DONA DILMA E VIVA AOS BRASILEIROS QUE CONTINUAM VOTANDO NESSA CORJA DE LADRÕES!


Ten Marcos

20 de Ago. de 2011 às 9:58

Ten Marcos
servi a bordo deste belo navio logo que ele chegou ao Brasil. São embarcações sofisticadas, qiue exigem preparao profissional, recursos, mão de obra especializada, muito esforço e dedicação. Os sistemas são complexos, as vezes não plenamente compreendidos. Associo os problemas aos seguintes aspectos: 1. Despreparo profissional - 2. desmotivação e desgaste pessoal e 3. Escassez de recursos. As forças armadas e neste caso a marinha tem sofrido duros reveses e se manter atuante, presente, pronta para a ação tem tirado o sono de técnicos, operadores e autoridades. A vida a bordo não é fácil e nós militares sabemos disto. Como militares e profissionais devemos dar o máximo de nós em prol da nossa gloriosa Marinha e continuar neste dura batalha para levantar nossos navios.


ANTONIO CARLOS ROQUE PINTO

20 de Ago. de 2011 às 12:30

ANTONIO CARLOS ROQUE PINTO
ESSE NAVIO FOI UM DOS NEGÓCIOS SÓRDIDOS REALIZADO NO GOVERNO FHC,A FRANÇA TENTOU DAR DE GRAÇA UM NAVIO IGUAL A ESSE À ÍNDIA MAS NÃO ACEITARAM PELO PERIGO DO METAL QUE REVESTIA O NAVIO CONTAMINAR TRIPULANTES COM VAPOR TÓXICO COMO ACONTECEU NO ACIDENTE DO SÃO PAULO.COMO AQUI PODE TUDO E SÓ TEMOS GOVERNANTES LADRÕES FHC PAGOU VINTE MILHÕES DE DOLARES POR ESSA SUCATA FLUTUANTE.


Junior

20 de Ago. de 2011 às 12:41

Junior
O NAe São Paulo tá pegando tudo desde a sua aquisição... É uma verdadeira sucata flutuante, sem conforto algum. Seu ar condicionado ( URA) não funciona, deixando equipamentos eletrônicos e radares superaquecidos e a tripulação insatisfeita. Aparelho de parada e catapulta operando com restrições por causa do sistema de vapor que tem vazamentos por todo o navio. Nas bravos ( praças de máquinas) sempre acontece acidentes... O maior navio do atlântico-sul retrata de maneira fiel o descaso que o governo colocou as FFAA e a inconsequência de comandantes que não avaliam o grau de perigo a qual submetem a tripulação, pois só se preocupam em operar a qualquer custo e com a promoção no fim do comando. A velha expressão " por ordem" sempre é empregada pela maior parte dos oficiais para coagir as praças, que sem amparo algum se vê na ponta da faca, colocando vidas em perigo por causa de caprichos e pela falta de competência, de chefes e encarregados, que profissionalmente só sabem mesmo é fazer eventos em praça d'armas e usar da etiqueta à mesa para promover seus cargos.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )