Ontem - Dilma Promete a Militares Mais Atenção e Verbas | Blog Goulart | Portal Militar

Blog Goulart

Perfil do troia173
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Salrio dos Militares

Ontem - Dilma Promete a Militares Mais Atenção e Verbas

Publicado em 20 de Dez. de 2011


55552 Visualizações


 


Antes de transcrever o texto abaixo, refleti sobre a possiblidade de estar me contradizendo, porquanto sempre condenei as postagens que criam falsas expectativas por falta de embasamento. Mas é necessário, pois complementa o artigo do hlcunha, desmente inúmeras reportagens de O Dia publicados aqui ao longo do ano e, finalmente, coloca um ponto final nesse infindável parágrafo sobre reposição salarial.

É inacreditável que muitos militares se prestem a um jogo sujo e descartem nesta conceituada página o lixo das reportagens irresponsáveis de certos veículos, com tabelas fajutas e muito mais.

E fica claro, nas informações a seguir (confirmadas nos jornais do SBT e da BAND), que o tema, continuadamente discutido pelos nossos bloguistas (sérios), chega até a mais alta autoridade do País.

É preciso bater nesta tecla. O Deputado Arlindo Chinaglia garantiu e a Presidente não se opõe. Mas devemos colocar os pés no chão e descartar as tabelas piratas. A oficial ainda passará por muitas discussões.

Abraços. Feliz Natal e ano novo

 

Presidente reconheceu que as Forças Armadas precisam urgentemente de recursos para atualização tecnológica e para atender as novas necessidades do País. Ela foi recebida com honras militares e tratada com afeto por oficiais das três armas em almoço organizado pelo Ministério da Defesa

Por Agência Estado

(http://www.brasil247.com.br/pt/247/poder/30987/Dilma-promete-a-militares-mais-aten%C3%A7%C3%A3o-e-verbas.htm)  

19 de Dezembro de 2011 às 16:32

Em meio à austeridade com que vem tratando pressões dos Poderes Legislativo e Judiciário por aumentos de gastos, a presidente Dilma Rousseff reconheceu, em discurso, que as Forças Armadas necessitam urgentemente de recursos para atualização tecnológica e para atender às novas exigências do País na área de defesa. Ao falar para os oficiais generais em almoço de confraternização, Dilma disse que "a sociedade brasileira reconhece as virtudes de lealdade, abnegação e patriotismo naqueles que dedicam a vida à defesa da soberania, da democracia e da integridade territorial do Brasil".

Do mesmo modo, acrescentou ela, "o Brasil também tem de reconhecer que esses homens e mulheres necessitam de recursos", enfatizou. "Não só aqueles (destinados) a equipamentos, mas também aqueles que garantam uma vida digna à família militar". Ela não detalhou, porém, os valores desses investimentos, nem os índices de reajuste salarial para a tropa. Ex-guerrilheira, Dilma foi recebida com honras militares e tratada com afeto por oficiais das três armas, no almoço organizado pelo Ministério da Defesa no Clube da Aeronáutica. Com alguns, ela quebrou o protocolo e trocou beijinhos.

A presidente destacou os feitos do seu primeiro ano de governo e disse que "o País ingressa num novo ciclo de desenvolvimento, em que o crescimento econômico se combina com a inclusão social de mais brasileiros". Isso, segundo ela, vai exigir do governo "uma grande preocupação com a nossa capacidade de manter as nossas indústrias - em especial a da defesa e também a nossa capacidade de incorporar ciência, tecnologia e inovação nos serviços e bens derivados".

A despeito da crise que assola os países desenvolvidos, "o Brasil crescerá em 2012", acrescentou a presidente. Dilma citou que até outubro foram criados 2,2 milhões de empregos formais. Destacou que a inflação está sob controle e o país avançou no esforço de consolidação fiscal, com uma política monetária que permite margem de manobra. "Temos atraído volumes recordes de investimentos diretos externos e nossas reservas internacionais ultrapassam os US$ 350 bilhões", observou. "Temos também um colchão de liquidez sob a forma de depósitos compulsórios do BC em torno de R$ 430 bilhões", disse.

9 comentários


heitor comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

20 de Dez. de 2011 às 14:27

heitor
Também vi e ouvi. É uma luz no fim do túnel para os militares.


Cassio Alves

20 de Dez. de 2011 às 14:53

Cassio Alves
Caro Troia173, permita-me algumas considerações sobre essa sua postagem. Não concordo quando você diz que este espaço é "conceituado". Conceituado por quem? Pelos anúncios de financeiras (que empurram cada vez mais os militares endividados pro buraco)? Pelos blogueiros não-sérios (maioria, infelizmente) que vivem postando blogs inúteis? Ou seria pela replicação que alguns fazem das notícias mentirosas do jornal O Dia?

Infelizmente os textos sérios postados aqui (que são a minoria) se perdem num mar de baboseiras, tirando a credibilidade geral do site. Faça só um teste: pergunte a um oficial se ele costuma lêr alguma coisa aqui. Certamente ele nem saberá que este site existe.

Além disso, duvido muito que algum militar com poder de decisão utilize este espaço como fonte útil de informação sobre a opinião da tropa. Acredito mais (e aí é um direito meu de ter opinião) é que o portal militar é gerenciado por algum órgão de inteligência militar para detectar possíveis focos de lideranças negativas ou coisa parecida.

Cassio Alves

cassioliveiralves@gmail.com


edu

20 de Dez. de 2011 às 14:57

edu
Pergunto-lhe o que o senhor touxe de NOVO nessa postagem?Isso foi dito ONTEM é HOJE já é outro dia!
Pergunto-lhe por que não te calas?!


quincas2010 comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

20 de Dez. de 2011 às 19:09

quincas2010
Caro Goulart, boa tarde mas eu também penso que esse site funciona com um termômetro para saber a quanto anda a "convulsão" na caserna causada pelo descaso da Presidenta DILMA. De uma forma ou de outra sempre que se fala em movimentação ou algo parecido é como se a "inteligência" estive forçando-nos a nos mostrarmos como se fossemos subversivos. Estou me lixando, tenho família e se for o caso de partir para uma medida mais radical, não fugirei.
Um abraço. PS vamos acredinar nesta Pseudodemocracia.


Tilde comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

20 de Dez. de 2011 às 21:06

Tilde
Isto foi escrito por vc(ELA FOI RECEBIDA COM HONRAS MILITARES E TRATADA COM AFETO POR OFICIAIS DAS TRÊS ARMAS EM ALMOÇO ORGANIZADO PELO MINISTÉRIO DA DEFESA) SABE POR QUE ELA FOI BEM RECEBIDA PELOS OFICIAIS, VOU TE DIZER ! ESTA CORJA DE DE OFICIAIS JÁ ESTÃO PRESTE A IR PARA CASA,E NÃO QUEREM PERDE ESTA BOQUINHA DE SER INDICADOS, PARA CHEFIA DE ALGUM ÓRGÃO PÚBLICOS CAMBADA DE PUXA SACOS.


Antonio

20 de Dez. de 2011 às 22:53

Antonio
Aposto que muitos acreditam em papai noel e caem nalabia dos Petralhas, em se tratando de Oficiais pergunto que oficiais existe hoje todos vendidos e covardes.


Waldir Richter

20 de Dez. de 2011 às 21:19

Waldir Richter
Haja vista que ela não morreu torturada, agora matará seus torturadores de fome.


JORALOPES comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

25 de Dez. de 2011 às 17:21

JORALOPES

DILMA13 -(Slogam da Campanha)

Isto, Dilma já falava em 2.010.

Alguma coisa mudou. Então me mostre.

Palavras, são palavras.

JORALOPES



Meus concidadãos, mulheres e homens das Forças Armadas,
Vivi estes oito ativos anos de minha vida pública em um governo que colocou, de forma destacada
e definitivamente, as questões de nossa defesa e da segurança interna na agenda nacional.
Como Ministra Chefe da Casa Civil, ter acompanhado efetivamente o planejamento de longo
prazo para a defesa do País é fato que enleva, ainda mais, a minha cidadania e nos mostra
o verdadeiro sentido de brasilidade de nossos militares.
Rompemos este milênio com a materialização de uma firme direção estratégica militar.
A Estratégia Nacional de Defesa, concebida e colocada em ação no governo do Presidente Lula,
deu a devida importância à transformação das Forças Armadas do Brasil, conceito que deve ser
compreendido como o seu redimensionamento de acordo com a missão e o seu reequipamento
mais adequado às necessidades operacionais do seu emprego.
O mundo é influenciado por novos arranjos da geopolítica e a Estratégia Nacional de Defesa
reuniu aqueles preceitos que visaram envolver todo o País na sua própria defesa, com
importante aceitação da população.
Se tiver a honra de ser eleita Presidente da República, haverei de continuar o trabalho bem iniciado
e que marchou em cadência uniforme nestes profícuos oito anos. Aspectos desencadeados
a partir de 2003 serão potencializados no próximo quadriênio, com a devida continuidade
ao que está subordinado aos três eixos que suportam a Estratégia Nacional de Defesa:
• A Reorganização das Forças Armadas
A perfeita coordenação, hoje vivenciada por nossas Forças Armadas, fará com que tenhamos
importantes progressos em três segmentos imprescindíveis para a defesa do País: o setor cibernético,
o espacial e o nuclear.
• A Reestruturação da Indústria Brasileira de Material de Defesa
O incentivo à fabricação de equipamentos militares nacionais é uma realidade definida e
que continuará garantindo o desenvolvimento e a fabricação de equipamentos como: radares
e veículos aéreos não-tripulados, aviões de caça e transporte, submarinos convencionais
e de propulsão nuclear, helicópteros de transporte, reconhecimento e ataque, veículos blindados,
munições e armas inteligentes, como mísseis, bombas e torpedos.
Continuará como prioridade o desenvolvimento do Veículo Lançador e a fabricação de satélites.
• A Política de Composição dos Efetivos das Forças Armadas
Definimos pela manutenção do Serviço Militar Obrigatório, que se espelha e reflete o
cunho republicano do Brasil. As nossas Forças Armadas se posicionarão ainda mais próximas
dos concidadãos brasileiros, universo que as elegem dentre as instituições com
maior índice de confiança em nosso País.
É evidente o fato de que o militar tem carreira diferenciada dos demais trabalhadores e,
portanto, seu regime previdenciário deve ser distinto. O respeito a este direito não deve ser
e não será afrontado.
Os índices de reajuste salarial conquistados nos dois últimos mandatos presidenciais são garantia
de que continuaremos efetuando as merecidas reposições.
Cumprindo os interesses do Estado Brasileiro e dos seus princípios constitucionais, as nossas Forças
Armadas estão em perfeita consonância com a Nação. O respeitado profissionalismo militar é forte
elemento estruturante e está enraizado em nosso consolidado regime democrático.
Negar essa manifesta certeza seria negar a história militar contemporânea.
Se eleita Presidente, como Comandante Suprema das Forças Armadas de meu País, haverei
de contar com o espírito de corpo que distingue homens e mulheres da caserna, sentinelas
em alerta, importantes mantenedores dos valores da nossa unidade nacional.
Dilma Rousseff
CNPJ DA GRÁFICA: xxxxxxxxxxxxxxxxx – TIRAGEM: xxxxxxxxx UNIDADES
ELEICAO 2010 DILMA VANA ROUSSEFF PRESIDENTE, CNPJ/MF sob o nº 12.182.444/0001-74 – COLIGAÇÃO “PARA O BRASIL SEGUIR MUDANDO” (PT-PMDB-PCdoB-PDT-PRB-PR-PSB-PSC-PTC-PTN)
Para mais informações sobre o programa de governo entre
em contato, programagoverno@dilma13.com.br


heitor comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

19 de Jun de 2015 às 15:19

heitor
Comentário aguardando moderação do blogueiro

DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )