As opiniõess expressas neste blog particular e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário blogueiro. Os comentários e respostas são moderados pelo blogueiro.

 
   Olá Visitante! Junte-se a nós ou Entre. Principal | Anuncie Já | Hinos | Fórum | Colabore | Novas | Todos 
  Onde estou? Página Principal >> Blogs Hospedados no Portal Militar  
 
Mensagem enviada pelo usuário Castelo_Branco em 25-10-2014 às 15:28 hs:
"funcionários da prefeitura de são paulo recolheram as revistas da VEJA que denunciam a quadrilha do PT e acusam diretamente Dilma e Lula - assista ao vídeo: http://youtu.be/N9J2EFSzP5I O PT JÁ IMPÔS A DITADURA. FORAPT/LULA! FORA DILMA! FORA TERRORISTAS!"
 
  Perfil da miss
Blog Mis
miss - Todas as Postagens
 
   
 
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.
 
 
A Remuneração dos Militares Federais

Denunciar conteúdo abusivo, impróprio, ofensivo, com palavras chulas e de baixo calão
19 de Mai de 2012 com 2161 VisualizaçõesBrasil
Brasil
 

 

 









A Remuneração dos Militares Federais


 


 








1. Há nove meses, os Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica entregaram, ao Ministro da Defesa, um estudo minucioso sobre a degradante situação salarial dos militares federais. Acompanhava o estudo uma proposta para, pelo menos, atenuar a atual situação, igualando a remuneração média dos militares federais àquela da Administração Direta, categoria de servidores civis federais, que percebem a menor remuneração em todo e serviço público federal.

2. Esse estudo tinha por objetivo formalizar as apreensões dos Chefes Militares em relação ao agravamento continuado de um problema, permanentemente acompanhado e da mais alta prioridade, que afeta profundamente a Família Militar.

3. Ora, a prioridade do tema é inquestionável, pois se refere ao homem, aos recursos humanos, fator mais importante em qualquer organização, principalmente, na militar, que exige a superação de todo o tipo de limite, inclusive aquele, em situação extrema, da tendência de preservação da própria vida.

4. Por isso que a questão remuneratória é mais premente, em urgência e em atenção, do que as relativas ao equipamento, aos sistemas de armas e à modelação de estruturas organizacionais, cogitações sempre periféricas em relação ao homem.

 Não se pode conceber, no mundo atual, de constantes transformações, tecnológicas e sociais, um militar despreparado e, antes de tudo, muito mal remunerado, depreciado socialmente, tendo em vista a retribuição monetária pelo trabalho que realiza, um dos indicadores principais de aceitação social no mundo em que vivemos.

5. Naturalmente que o assunto remuneração, embora prioritário, não é o único a merecer atenção. Há que se considerar, também, a educação, a proteção social e, em outra esfera de cogitação, a questão dos valores, amplamente invocada e proclamada, mas, infelizmente, na maioria das vezes, analisada de modo superficial e a partir de conceitos inconsistentes.

 


 Fonte CONFAMIL 


 
 
natking comentou. Clique aqui para ver seu perfil. - natking - 19 de Mai de 2012 às 20:46 |1 C
Eu fui reformado em 1992 porque tinha um tumor na coluna vertebral e me reformaram à revelia depois de uma cirurgia. Saí sem direito a auxilio invalidez e sem poder proventos sustento (não posso trabalhar com carteira assinada e nem contratado). Antigamente, podíamos trabalhar assim mesmo mas agora não dá. ùltimamente foram revistos vários processos de reforma e muitos, depois de exames superfiais, perderam o auxílio invalidez e tem um caso que ví o processo na internet em que o sargento reformado prestou concurso, passou e ele nem tinha sido chamado, o exército montou um processo de anulação de sua reforma. Ele estava recorrendo. O jeito é trabalhar anônimo como autônomo.
Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil. Avassalador - 20 de Mai de 2012 às 19:23 |1 R

No caso do sargento reformado que foi aprovado em concurso e teve anulação da reforma militar, isso só pode acontecer caso o militar tenha sido reformado por invalidez total. pois nesse caso não poderá prover.

sidinei sidinei - 19 de Mai de 2012 às 21:30 |2 C
TODOS OS QUE TEM UM MÍNIMO DE BOM SENSO JÁ SABE QUE TODAS AS REGALIAS DE UNS SÃO PAGOS POR TODOS,
ÍNDIOS, KILOMBOLAS, COTAS, E UMA INFINIDADES DE OUTROS, NO SISTEMA QUE AI ESTA, DINHEIRO NÃO NASCE EM ÁRVORE, ENTÃO SE NÃO FOREM SUBSTITUIDOS ESTAS PESSOAS BOAZINHAS COM O DINHEIRO PÚBLICO E QUE NÃO FAZEM ESTUDOS ESTRUTURAIS E COLOCAM TODOS A PARTICIPAR, SENDO CONTRIBUINTE, TEREMOS UM ESTOURO NO ORÇAMENTO E JÁ SABE.... AUMENTO PARA MILITAR FOI COLOCADO SEMPRE COMO SOBRA DE CAIXA...ENTÃO JÁ VIRAMOS O CACHORRO DO REI...TÁ NA HORA DO CACHORRO FICAR LOUCO E MORDER A BATATA DA PERNA DOS QUE OS TEM ATIÇADO.

Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil. - Avassalador - 20 de Mai de 2012 às 8:21 |3 C

Em audiência com as Diretorias das Associações AMARP-FFAA-DF e APRAFA, o chefe gabinete do Ministério da Defesa, deixou claro que em 2012 não teremos reajuste salarial, e que, possivelmente só em 2013, significa dizer que nem para 2013 temos garantias de reajuste. No meu entendimento eles estão chamando a família militar de frouxos.