O Ministério da Defesa vai avançar com uma nova reforma da e | Blog Verdade | Portal Militar

Blog Verdade

Perfil do Verdade1975
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Ministrio da Defesa

O Ministério da Defesa vai avançar com uma nova reforma da e

Publicado em 29 de Jun de 2012


2842 Visualizações


9 Jun, 2012, 07:53

O Ministério da Defesa vai avançar com uma nova reforma da estrutura superior das Forças Armadas com "impacto nos recursos humanos" e que implicará a revisão do Estatuto dos Militares (EMFAR), devendo o plano final estar pronto até outubro.


"A atual estrutura superior da Defesa Nacional e das Forças Armadas requer consolidação do ponto de vista funcional, apresentando duplicações entre os serviços centrais de suporte do Ministério, as estruturas congéneres do Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA) e ainda com algumas estruturas dos ramos", refere o ministro da Defesa, José Pedro Aguiar-Branco.


Esta é uma das considerações feitas na diretiva para a reorganização da estrutura superior da Defesa Nacional e das Forças Armadas, assinada pelo ministro da Defesa e enviada às chefias militares a 15 de junho e a que a agência Lusa teve acesso.


Neste documento de sete páginas, Aguiar-Branco determina a criação de um grupo de trabalho responsável pela apresentação de propostas para rever toda a estrutura superior de Defesa, alvo de uma reforma concluída em 2009, com a aprovação da Lei de Defesa Nacional e da Lei Orgânica de Bases da Organização das Forças Armadas.


O objetivo é tornar a atual estrutura de comando de nível operacional das Forças Armadas "mais eficiente" e "o incremento, coordenação e exploração de sinergias entre diferentes estruturas".


"Persiste a necessidade de concretizar um conjunto de medidas que passam, na sua maioria, pela reatribuição de competências, redefinição de linhas de autoridade, alteração de dependências hierárquicas e extinção ou criação de cargos e órgãos", refere a diretiva despachada por Aguiar-Branco a 12 de junho.


O documento diz que para responder ao "impacto" que estas mudanças terão "na área dos recursos humanos", é "necessário proceder à revisão das carreiras militares, o que naturalmente implicará a revisão do EMFAR, garantindo um período de transição que mitigue os problemas decorrentes do redimensionamento e das consequentes alterações estruturais".


Neste âmbito, o ministro sugere que se estude "a adequabilidade e oportunidade de criação do posto de brigadeiro/comodoro e respetivo conteúdo funcional".


Este posto foi extinto das Forças Armadas portuguesas em 1999, sendo atualmente atribuído a título transitório a coronéis em exercício de funções de comando de forças internacionais.


A diretiva aponta ainda para "racionalização de recursos humanos atualmente existentes em serviços centrais de suporte do Ministério, identificando redundâncias existentes com o EMGFA", que por seu lado deve ser reduzido "na estrutura e nos órgãos".


A criação, "na dependência direta do chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA)", de uma inspeção das Forças Armadas e também a criação de um órgão coordenador da saúde militar são outras duas propostas avançadas pelo ministro da Defesa.


Sobre as reformas de 2009, o documento observa que dado "que o edifício legislativo e organizacional da Defesa Nacional e das Forças Armadas foi objeto de um processo de reestruturação recente e ainda não concluído, a racionalização a operar deverá reanalisar, consolidando e adaptando, os processos de reforma em curso".


A diretiva define a apresentação "ao ministro de um projeto de estrutura superior da Defesa Nacional e das Forças Armadas até 30 de julho de 2012" e após decisão de Aguiar-Branco de uma versão final "até um prazo máximo de três meses", ou seja, outubro de 2012.


2 comentários


Lauroheny comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

29 de Jun de 2012 às 21:49

Lauroheny
Essa porcaria só interesa aos portugueses!!!


FRANCISCO

30 de Jun de 2012 às 21:20

FRANCISCO
Comentário aguardando moderação do blogueiro

DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )