STF pode pagar reajuste da GAJ retroativo | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Homenagem

STF pode pagar reajuste da GAJ retroativo

Publicado em 14 de Mar de 2013


1230 Visualizações


 


STF pode pagar reajuste da GAJ retroativo a janeiro em folha suplementar de março


Fonte: http://sindjufe-mt.jusbrasil.com.br/noticias/100394021/stf-pode-pagar-reajuste-da-gaj-retroativo-a-janeiro-em-folha-suplementar-de-marco


;">Por 54 votos favoráveis e duas abstenções, os senadores aprovaram na noite desta terça-feira (12),


;"> o Orçamento Geral da União que prevê recursos de R$ 2,28 trilhões para 2013. A proposta já havia


;"> sido aprovada pela Câmara dos Deputados na semana passada e agora segue a sanção presidencial.



; font-family: Arial, Helvetica, sans-serif; font-size: 13px;">

Com a aprovação do orçamento, o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa autorizou a antecipação do fechamento da folha normal de pagamento do mês de março, como forma de ganhar tempo para elaborar uma eventual folha de pagamento suplementar, que garanta o pagamento do reajuste da GAJ ainda este mês, referente a janeiro, fevereiro e março. E a aprovação do PLN 55/12, que altera a Lei Orçamentária de 2013 para autorizar o pagamento, a partir de 1º de janeiro, dos reajustes aprovados no ano passado de diversas categorias de servidores públicos reafirma o que ficou acertado entre Barbosa e a Fenajufe: implementar o reajuste, a exemplo do Executivo e MPU, este mês. A Federação encaminhou no último dia (Cool, ofício ao Presidente do STF, solicitando que se faça valer o compromisso assumido.


Com a aprovação do orçamento, "esperamos que o STF não trave ainda mais o pagamento da nova tabela dos servidores. Agora é cobrar a implementação na folha de pagamento, incluindo os valores retroativos de janeiro e fevereiro. Se não sair na folha normal, cobraremos que saia uma suplementar com as diferenças de janeiro a março", disse o diretor da Fenajufe, Zé Oliveira.


No total, os aumentos consumirão R$ 12,4 bilhões em 2013. Os reajustes foram de 5% para o Legislativo (Câmara, Senado e Tribunal de Contas da União), e o Ministério Público da União (procuradores e servidores). Para o Executivo, o percentual variou conforme a categoria, sendo que a correção mínima foi de 5%. No Judiciário, o reajuste de 5% foi aplicado na GAJ dos servidores que, neste ano, passará dos atuais 50% para 62%.


A partir da sanção presidencial do Orçamento, os Tribunais Regionais de todo o país poderão garantir a aplicação do reajuste nas folhas de pagamento do funcionalismo.




4 comentários


ANTONIO LEITE AMAZONAS

14 de Mar de 2013 às 20:58

ANTONIO LEITE AMAZONAS
Oba ! Isto significa que estamos perto de recebermos a nossa GCET (28,86%) né ? rs rs rs

 

 
Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

15 de Mar de 2013 às 6:55

Avassalador

Embora no resolva totalmente, bom que se diga, que o pagamento da diferena dos 28,86 e a incorporao nos soldos muito bem vinda, pois a situao de endividamento dos militares graduados decorrente da defasagem salarial muito grande. Acho que os militares a classe de trabalhadores mais desprestigiada, isso tambm decorre da incapacidade de gesto dos comandantes militares, que aparecem apenas como figurativos.


SIDINEI

14 de Mar de 2013 às 22:01

SIDINEI
EU IA PERGUNTAR SÓ PARA ENTENDER, DO PORQUE MILITAR NÃO RECEBE ESTAS COISAS SÓ OS OUTROS, MAS DESISTI E TODO MUNDO SABE A RESPOSTA.
MAS AQUI DEIXO UMA FINCADA NO GOVERNO E É BOM QUE TODOS DIVULGUEM:
A TABELA DO IMPOSTO DE RENDA NÃO ESTA SENDO CORRIGIDO A CONTENTO E OS POBRES ESTÃO CADA VEZ MAIS ENTRANDO NA CLASSE MÉDIA, DIGO PAGANDO MAIS IMPOSTOS QUE DE COSTUME.
VEJA HOJE 5000 REAIS, LEVANDO-SE EM CONSIDERAÇÃO QUEM TEM QUE PAGAR PRESTAÇÃO DE IMÓVEL OU ALUGUEL OU UM CONJUNTO DOS DOIS COM CONDOMÍNIO, IPTU, IPVA, ITBI, ICMS, PEDÁGIOS, AREA AZUL, E MUITOS OUTROS COMO MULTAS,
ARREGO AO GOVERNO, É SALÁRIO MINIMO PAGANDO 27% DE IMPOSTO DE RENDA PARA PAGAR OS MAIS PRIVILEGIADOS.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

15 de Mar de 2013 às 7:05

Avassalador

É bom que fique claro, que a GAJ, é uma conquista dos servidores do poder Judiciário Federal, e eles merecem, a questão dos militares e outra, pois está diretamente relacionado a perda de identidade, ou seja, um general não é nada;vale ressaltar que em parte, foram os próprios militares que construíram a atual situação de desonra.

 

 
SIDINEI

15 de Mar de 2013 às 13:39

SIDINEI
GOSTEI DESTA "DE GENERAL NO NADA".
E REVELADA POR GENERAL DOS IDOS TEMPOS.

http://www.youtube.com/watch?v=3RjYra8Vj30



PRECISO SER GUERREIRO PARA OUVIR CALADO SOBRE SEUS ERROS E DEPOIS MAIS GUERREIRO PARA ASSUMIR O PAPEL QUE LHE ERA DEVIDO, ADMITINDO QUE ESTAVA ERRADO.
MAS IMPORTANTE PARA UMA LUTA SER VENCIDA QUE TODOS OS QUE ABREM A BOCA FALANDO DO QUE NO SABEM QUE SE CALEM E APRENDAM ANTES DE FALAR E SE NO QUISEREM OUVIR A VOZ DA RAZO QUE OUAM A VOZ DA ESPADA.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

15 de Mar de 2013 às 17:22

Avassalador

Ao comentar que o general não é nada, digo fazendo comparação, isso diante do tratamento dado as demais autoridades dos poderes.
Vocês acham justo que um promotor de justiça em inicio de carreira, tenha remuneração maior que a remuneração de um general ?


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )