Governo Dilma age com desrespeito ao Povo Brasileiro | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Brasil

Governo Dilma age com desrespeito ao Povo Brasileiro

Publicado em 28 de Jan. de 2014


1455 Visualizações


 

Utilizando o suado dinheiro do povo brasileiro, e através do BNDES, DILMA construiu e inaugurou porto em CUBA,enquanto no Brasil  nossos portos estão com equipamentos velhos ultrapassado e desmoronando,que inclusive encarece e trava as importações e exportações brasileiras; no meu entendimento,isso é crime,desrespeito ao povo brasileiro. Cadê o MPF/OAB e o Congresso Nacional ?     

 

 

Dilma inaugura, em Cuba, porto financiado pelo BNDES

Porto de Mariel, em Cuba

 

Integra: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,dilma-inaugura-em-cuba-porto-financiado-pelo-bndes,1123400,0.htm

 

 

A presidente Dilma Rousseff vai inaugurar nesta segunda-feira, dia 27, a primeira etapa do Porto de Mariel, a 45 quilômetros de Havana, capital de Cuba. O porto é a grande aposta do país de regime comunista para mudar sua economia. Custou US$ 957 milhões e, deste total, US$ 682 milhões foram financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

 

 

Da quantia financiada pelo BNDES para a construção de Mariel, pelo menos US$ 802 milhões serão gastos no Brasil na compra de bens e serviços comprovadamente brasileiros, de acordo com informações do governo. Por causa desse acordo, empresas brasileiras se dispuseram a participar do empreendimento, mediante a exportação dos serviços que prestam e dos bens fabricados no Brasil. Companhias italianas, espanholas e francesas também devem se instalar no porto, que terá uma Zona de Desenvolvimento Especial, como na China, com 265 quilômetros quadrados.

 

A responsável pela obra é a empreiteira Odebrecht. Dilma desembarcou neste domingo em Havana, onde foi recepcionada no aeroporto José Martí pelo ministro de Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro, Rodrigo Malmierca. Depois de inaugurar a primeira parte do Porto de Mariel, ela participará, na terça-feira, 28, da abertura da II Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac).

 

O encontro da Celac marca o retorno de Cuba aos organismos de integração regional. Suspenso da Organização dos Estados Americanos (OEA) em 1962, o país é anfitrião da cúpula, que vai reunir 33 chefes de Estado e de governo e tem como tema a redução da pobreza e o combate às desigualdades regionais. A defesa da paz, do multilateralismo e o desarmamento nuclear também estão na agenda da cúpula. 
 

7 comentários


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

28 de Jan. de 2014 às 8:32

Avassalador
Gente o que é que é isso ? O governo utilizar dinheiro público do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para investir e modernizar portos em Cuba,enquanto perdemos investimentos por falta de modernização em nossos portos, isso é desrespeito a tudo e a todos.

 

 
Joo Bosco Leite

02 de Fev. de 2014 às 15:34

Joo Bosco Leite
Eu j sabia o pouco de inteligncia recebida do meu DEUS por mim depois do acontecido.Este resto de mentirosos colocou o BRASIL nesta situao.Mas DEUS O CRIADOR DEUS VIVO que AMA aos que O AMAM no vai deixar assim como estar.


MILKTONY comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

28 de Jan. de 2014 às 10:14

MILKTONY
Eu estou na xyzwhijp e necessito que o BNDES empreste também um dinheirinho para mim. Só que eu vou PAGAR ! O de Cuba nunquinha vamos receber. País falido / dívida perdoada. Nota: Não sou profeta !


Paulo Cezar

28 de Jan. de 2014 às 10:21

Paulo Cezar
Ela foi escolhida pelo povo e para o povo brasileiro, no mínimo deveria estar dando algum tipo de satisfação para esse povo. E se ela faz isso é porque o povo brasileiro permite que faça. Nas eleições de 2014 não vote. Não vá votar. Vá para as ruas para manifestar contra toda essa pouca vergonha que ela junto com o congresso nacional tem feito no Brasil. O congresso Nacional, junto com todas as câmaras de deputados e vereadores no Brasil precisam ser fechados, essas pessoas proibidas de se candidatarem a qualquer cargo político, ser realizadas novas eleições com pessoas honestas que tenham compromisso com o povo brasileiro e com o Brasil.


maristo comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

28 de Jan. de 2014 às 11:34

maristo
Tal seus antecessores socialistas Vargas, Jango, Kubitschek eles mantém um estreito relacionamento com empreiteiros, que são os realizadores do seus megalo-projetos. a Camargo-Corrêa, por exemplo, usufruiu de várias beneses do governo, desde a década de 1940. Hoje em dia investe até em construção de Navios-Plataformas, visando a exploração do pré-sal. Não espanta que os PT siga essa linha, mas o que surpreende é que no PT, e só no PT, uma Empreiteira Nacional conseguiu vários contratos milionários fora do Brasil.


JoseAcosta comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

28 de Jan. de 2014 às 13:45

JoseAcosta
Complementando. Ter , 28/01/2014 às 07:07 | Atualizado em: 28/01/2014 às 09:05 Governo português sabia de visita de Dilma desde dia 23 Tânia Monteiro e Rafael Moraes Moura | Agência Estado Tags: Dilma Rousseff Portugal destaque do dia Recomendar COMENTÁRIOS (40) -AA+ Tratada como segredo de Estado pelo Palácio do Planalto, a passagem da presidente Dilma Rousseff por Portugal já estava confirmada e foi comunicada ao governo local na quinta-feira, 23, o que contradiz o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, segundo quem a decisão de parar em Lisboa só foi tomada "no dia da partida" da Suíça, no sábado passado. Dilma ficou na Suíça, durante o Fórum Econômico Mundial, de quinta-feira a sábado. Seu destino seguinte, segundo a agenda oficial, seria Cuba, onde está hoje. A presidente e sua comitiva, porém, desembarcaram em Lisboa, onde passaram o sábado e a manhã de domingo. Jantaram em um dos restaurantes mais badalados da cidade e se hospedaram nos hotéis Ritz e Tivoli - 45 quartos foram usados. Nada foi divulgado à imprensa. Após o jornal O Estado de S. Paulo revelar o paradeiro de Dilma no sábado, 25, o Palácio do Planalto afirmou que se tratava de uma "parada técnica" não prevista. A versão foi dada primeiro pela ministra Helena Chagas (Comunicação Social), no fim de semana, e reiterada ontem por Figueiredo, em Havana. Saiba mais 27/01/2014 | Comentários(0) Comitiva pagou sua conta em Portugal, diz chanceler 27/01/2014 | Comentários(0) PPS pede à PGR investigação sobre escala de Dilma Pela versão oficial, o plano era sair da Suíça no sábado, parar nos Estados Unidos para abastecer as duas aeronaves oficiais e chegar a Cuba no domingo. Mas o mau tempo teria obrigado a comitiva a mudar de planos na véspera e desembarcar em Lisboa. Desde quinta, porém, o diretor do cerimonial do governo de Portugal, embaixador Almeida Lima, estava escalado para recepcionar Dilma e sua comitiva no fim de semana. Joachim Koerper, chef do restaurante Eleven, onde Dilma jantou em Lisboa com ministros e assessores, recebeu pedidos de reserva na quinta-feira. O chef postou em uma rede social uma foto ao lado de Dilma no restaurante - um dos poucos de Lisboa a ter uma estrela no Guia Michelin, um das mais tradicionais publicações sobre viagens do mundo. Mal-estar A divulgação da parada em Lisboa aborreceu Dilma e criou mal-estar quando ela desembarcou em Havana. Ontem, o ministro das Relações Exteriores foi destacado para falar à imprensa sobre o assunto. Primeiramente, repetiu a versão oficial: "Havia duas possibilidades: ou o nordeste dos Estados Unidos, ou parando em Lisboa, onde era o ponto mais a oeste do continente. Viu-se que havia previsão de mau tempo com marolas polares no nordeste dos Estados Unidos. Então houve uma decisão da Aeronáutica de que o voo mais seguro seria com escala em Lisboa". Depois disse que cada um dos integrantes da comitiva presidencial que jantaram no Eleven pagou sua própria despesa. "Cada um pagou o seu e a presidenta, o dela, como ocorre em todas as viagens. Foi com cartão pessoal." A Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto se limitou a informar que, "por questões de segurança", "não tece comentários sobre detalhamentos das equipes, cabendo apenas ressaltar que elas são compostas a partir de critérios técnicos e adequadas às necessidades específicas previstas para cada viagem". A ida de Dilma a Lisboa só passou a constar da agenda oficial da presidente às 13h50 de domingo, horário de Brasília, quase 24 horas depois de a presidente chegar à capital portuguesa. Naquela hora a presidente já tinha decolado em direção a Havana. Oposição Líderes da oposição classificaram o episódio como "mau exemplo" de Dilma. Criticaram o fato de a viagem não ter sido divulgada e o preço do hotel onde a presidente ficou. Na tabela, o pernoite numa suíte do Ritz custa R$ 26 mil. (Colaboraram Andreza Matais, Débora Álvares, Jamil Chade e Vera Rosa, enviada especial a Havana). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

29 de Jan. de 2014 às 8:02

Avassalador
A explicação de DILMA para justificar o investimento da construção de um mega porto em CUBA não convence nem tupiniquim, segundo DILMA,o porto de CUBA vai beneficiar os empresários brasileiros, na realidade isso não representa nem 0,3%,em relação aos benefícios que a modernização dos portos brasileiros iriam trazer. Cadê o MPF ?


Sgt Fontes

28 de Jan. de 2014 às 9:14

Sgt Fontes
É o governo Dilma e a Globo nossos reais problemas. Pelo menos agora as investigações da sonegação de 1 bi da Globo começam a ser investigadas.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )