Juiz Federal ironiza demora do CNJ | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Nota de falecimento

Juiz Federal ironiza demora do CNJ

Publicado em 18 de Fev. de 2014


609 Visualizações


 

 

Juiz ironiza demora do CNJ em aprovar volta dele ao trabalho e posta fotos na praia

Fonte:  http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/juiz-ironiza-demora-do-cnj-em-aprovar-volta-dele-ao-trabalho-e-posta-fotos-na-praia/?cHash=3f65428fee20a402f342983019c4bf34

Marcelo Cesca, que ganha o salário de R$ 22 mil, se mostrou indignado com a situação

O juiz federal Marcelo Antonio Cesca, 33 anos, que atuava como substituto na 2ª Vara Federal do Distrito Federal, está afastado do cargo desde novembro de 2011 após ter sofrido um surto psicótico. No último dia 13, ele postou fotos no Facebook, ironizando a demora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em aprovar a volta dele ao trabalho. 

“Eu agradeço ao Conselho Nacional de Justiça por estar há 2 anos e 3 meses recebendo salário integral sem trabalhar, por ter 106 dias de férias mais 60 dias pra tirar a partir de 23/03/14, e por comemorar e bebemorar tudo isso numa quinta-feira à tarde ao lado de minha amada gata de 19 anos! Longa vida ao CNJ e à Loman [Lei Orgânica da Magistratura Nacional]!”, escreveu o juiz em um das imagens.

Marcelo aparece nas fotografias em uma praia, ao lado da namorada. Ele contou ao G1 que sofreu o surto após o médico dobrar a dose de antidepressivo que ele tomava por conta de um tratamento contra estresse pós-traumático. 

 

O juiz, que ganha o salário de R$ 22 mil, se mostrou indignado com a situação. "Isso é um absurdo e me afeta por vários motivos. Primeiro, não posso legalmente exercer outra profissão. Segundo, sem trabalhar, minha saúde piora, porque afeta minha autoestima. Terceiro, não posso me promover na carreira. Quarto, falta juiz, sobram processos e eu aqui olhando para o teto”, afirmou ao G1.

 

                                                                                                                                            XXXXXXXXXXXXXXXX

                                             

Vejam a nota do Tribunal Regional Federal da 1ª Região:

 

Nota oficial do TRF da 1.ª Região sobre as declarações do juiz federal Marcelo Cesca

18/02/14 18:16

Tendo em vista notícias divulgadas na imprensa nos últimos dias, relativamente às declarações do juiz federal substituto Marcelo Cesca, o Tribunal Regional Federal da 1.ª Região esclarece que o referido magistrado encontra-se regularmente afastado de suas funções, no interesse de processo de verificação de invalidez para fins de aposentadoria, o qual, apesar de tramitar sob segredo de justiça, teve sua existência trazida a público pelo próprio magistrado.

Os fatos – que demandam a realização de perícias médicas – ensejaram o referido afastamento e recomendaram a manutenção da medida até a decisão definitiva do procedimento pela Corte Especial do Tribunal.

A tramitação do feito, contudo, vem observando os requisitos e ritos processuais próprios, de modo a assegurar a eficácia do preceito constitucional da ampla defesa e do contraditório.

No momento, o processo encontra-se com vista à Curadora Especial do magistrado, para oferecimento de alegações finais.

O Tribunal Regional Federal da 1.ª Região está empenhado na rápida solução do processo, mas, sobretudo, que essa solução seja justa e juridicamente válida.

Assessoria de Comunicação Social
Tribunal Regional Federal da 1.ª Região

 

3 comentários


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

18 de Fev. de 2014 às 21:04

Avassalador
O que eu acho do fato ? Acho que o Brasil é um país de todos. PT saudações.


natking comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

18 de Fev. de 2014 às 21:39

natking
Já que ele está se achando então que cortem seu salário, aí quero ver se esnobar na praia. Quem está doente não debocha da justiça e, se o faz, realmente não tem condições de regressar ao trabalho.

 

 
Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

18 de Fev. de 2014 às 21:50

Avassalador
Gostaria que todos trabalhadores tivessem os mesmos direitos,inclusive tratamento, principalmente os pobres e desprotegidos trabalhadores que produzem riquezas para o Brasil, que so os operrios regidos pela CLT, que dependem do INSS,e l so constantemente humilhados e desacreditados.


Milico

18 de Fev. de 2014 às 22:07

Milico
Em se tratando de uma informação procedente, de fato é muito triste a situação do Sr. Juiz, ganhando um super salário, pago pelos cofres públicos, nosso dinheiro, sem produzir e "curtindo" férias intermináveis. Mole é a vida dos Militares do Exército, pessimamente remunerados e transformados em Policiais e Bombeiros, nobres profissões, enviados para "apagar incêndios" de conflitos entre agricultores produtivos e "índios", que na verdade já estão aculturados e deveriam ser tratados como Brasileiros Comuns, como nós. Vamos saber se eles conseguem viver sem TV, sem moto, sem celular, roupas de marca e etc. O General Heleno sabia no que Demarcação de Terras Produtivas ia dar... Ou então vamos entregar o Brasil a essa meia dúzia de fantasiados e nos mudarmos para a Europa.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )