Balanço Petrobras acionistas poderão mover ações Judiciais | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Internacional

Balanço Petrobras acionistas poderão mover ações Judiciais

Publicado em 20 de Nov. de 2014


930 Visualizações


 

A PETROBRAS que é administrada pelo governo do PT, adiou a divulgação do balanço trimestral, com certeza será um desastre, com isso os acionistas poderão mover milhares de ações indenizatórias contra o governo para reparação de prejuízos. O desgoverno do PT temendo as repercussões negativas, resolveu adiar a data da divulgação para 12 de dezembro. No final é só aumentar mais ainda os preços dos combustíveis que os brasileiros pagarão os prejuízos decorrentes da desenfreada corrupção  na estatal. VEJAM:   

                                                                                        xxxxx

 

 

Petrobras não divulgará balanço do 3º trimestre no prazo previsto

Fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/11/petrobras-nao-divulgara-balanco-do-3-trimestre-no-prazo-previsto.html

Denúncias da Lava Jato podem impactar demonstrativos, justificou estatal.
Empresa divulgou comunicado ao mercado na noite desta quinta.

 

A Petrobras informou na noite desta quinta-feira (13) que não irá apresentar as demonstrações contábeis do terceiro trimestre de 2014 com o relatório de revisão dos seus auditores externos, PricewaterhouseCoopers (PwC) no prazo previsto pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Em comunicado enviado à CVM, a estatal afirma que "a companhia não está pronta para divulgar as demonstrações contábeis referentes ao terceiro trimestre de 2014 nesta data". A empresa informou que estima apresentar, no dia 12 de dezembro, informações contábeis relativas ao terceiro trimestre de 2014 ainda não revisadas pelos auditores externos, "refletindo a sua situação patrimonial à luz dos fatos conhecidos até essa data". A expectativa era que os resultados fossem divulgados pela companhia nesta sexta-feira (14).

Segundo a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Petrobras está sujeita a multa de 500 reais por dia por atrasar a entrega do balanço.

  •  
  •  

VALE ESTA 2 arte youssef lava jato (Foto: Editoria de Arte/G1)

No início da madrugada desta sexta, a empresa divulgou, através de sua assessoria de imprensa, que apresentará na segunda-feira (17) "informações relativas aos resultados do 3º trimestre de 2014 para investidores e analistas", sem, porém, o relatório de revisão dos seus auditores externos.

A decisão de adiar a divulgação do balanço é motivada pelas investigações da Operação Lava Jato. Segundo a empresa, se as denúncias de desvios de Paulo Roberto Costa forem consideradas "verdadeiras", "podem impactar potencialmente as demonstrações contábeis da companhia".

"Como é de conhecimento público, a Petrobras passa por um momento único em sua história, em face das denúncias e investigações decorrentes da 'Operação Lava Jato' conduzida pela Polícia Federal, na qual o ex-diretor de Abastecimento da Companhia, Paulo Roberto Costa, foi denunciado pelos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa e está sendo investigado pelos crimes de corrupção, peculato, dentre outros", justificou a empresa.

"Diante de tal cenário, e considerando o teor do depoimento do ex-diretor de Abastecimento da Companhia, Paulo Roberto Costa à Justiça Federal em 08/10/2014, quando fez declarações que, se verdadeiras, podem impactar potencialmente as demonstrações contábeis da Companhia, a Petrobras vem adotando diversas providências que visam ao aprofundamento das investigações."

Segundo a empresa, as informações do terceiro trimestre, já revisadas pelos auditores externos, serão divulgadas "o mais breve possível". A Petrobras afirma que vai comunicar a data com pelo menos 15 dias de antecedência.

Denúncias
Petrobras está no centro das investigações da operação Lava Jato, da Polícia Federal. O esquema, segundo a PF, foi usado para lavagem de dinheiro e evasão de divisas que, de acordo com as autoridades policiais, movimentou cerca de R$ 10 bilhões. As investigações identificaram um grupo brasileiro especializado no mercado clandestino de câmbio, diz a PF.

Os principais contratos sob suspeita são a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, que teria servido para abastecer caixa de partidos e pagar propina, e o da construção da refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco, da qual teriam sido desviados até R$ 400 milhões.

Em outubro, no dia 17, a Petrobras informou à CVM que criou comissões internas para "averiguar indícios ou fatos contra a empresa" sobre as denúncias investigadas pela Lava Jato, afirmando que iria estudar medidas jurícidas para ser ressarcida pelos eventuais danos sofridos.No dia 27, a empresa divulgou outro comunicado, informando que contratou duas empresas independentes para investigar as denúncias do ex-diretor.

No comunicado desta quinta, a petroleira ressaltou a contratação dos dois "escritórios de advocacia independentes especializados em investigação", sendo um brasileiro e um norte-americano, para apurar as denúncias de Costa e avaliar os possíveis danos à empresa.

A Petrobras afirma que não será possível divulgar o balanço trimestral na sexta-feira porque  não haveria tempo hábil para "se obter maior aprofundamento nas investigações em curso pelos escritórios contratados", "proceder aos possíveis ajustes nas demonstrações contábeis com base nas denúncias e investigações relacionadas à 'Operaçao Lava Jato'" e "avaliar a necessidade de melhorias nos controles internos".

 

2 comentários


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

20 de Nov. de 2014 às 12:48

Avassalador
Gosto de ser imparcial e diante do que estou percebendo só a renuncia de DILMA com pedido de desculpas aos brasileiros e acionistas da Petrobras poderia salvar a estatal e o Brasil. Em 2015 teremos muitas manifestações, pois o governo vai repassar os prejuízos aos brasileiros, com certeza o povo não aguenta mais pagar a conta, que decorre da ingerência do governo, com isso os brasileiros irão responder com muitas manifestações; as FFAA que se preparem para intervir.


Sidinei

20 de Nov. de 2014 às 16:17

Sidinei
Pessoal...vou ceder uma ideia que pode resolver o problema da Petrobras, reduza pela metade a cobrança dos impostos que incidem sobre combustíveis, se faltar dinheiro é só deixar de enviar por algum tempo, uns cem anos mais ou menos, nosso dinheiro para cuba, angola e outros que ai dá. pense um pouquinho mais no Brasileiro pelo menos os 50% que votaram certo os outros precisam aprender a ver a coisa pelo lado bom. http://www.youtube.com/watch?v=Tv5oWJDF3f8


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )