Militar EB é acusado pela morte do filho | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Exrcito

Militar EB é acusado pela morte do filho

Publicado em 26 de Nov. de 2014


906 Visualizações


 

Militar acorda do coma e fica chocado ao saber que é acusado pela morte do filho

Fonte: http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/militar-acorda-do-coma-e-fica-chocado-ao-saber-que-e-acusado-pela-morte-do-filho/?cHash=75a9d4b03f55d8fbc6a593dbc44b2686

O subtenente continua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral do Exército

 

O subtenente Francilewdo Bezerra acordou de um coma induzido na semana passada e está voltando à consciência aos poucos. Na segunda-feira (24), segundo a Tribuna do Ceará, ele foi informado da morte do filho autista, envenenado. O advogado dele, Wlamir Medeiros, diz que ele se lembra de pouca coisa, mas ficou chocado ao saber que é acusado pela morte de filho.

"Toda a equipe médica disse que ele perguntava pela mulher e pelos filhos, sem saber o motivo de não receber visita deles. Quando deram a notícia, piorou o quadro de saúde, passou a ter febre. A médica pediu para conversar o mínimo possível", contou o defensor. A mulher do subtenente, Cristiane Renata Coelho,contou em depoimento que o marido envenenou o filho e também tentou matá-la da mesma maneira.

O militar lembra de pouca coisa do dia da morte do filho. Ele se recorda de ir ao supermercado e de que estava tudo bem. "É o que as imagens da câmera do mercado mostram. Ele tem a impressão de que, depois disso, foi pedido comida em algum lugar, não lembra se foi ele ou a esposa que pediu, e jantou. Coisa de rotina. Imagino que aí seja um dos pontos importantes para elucidar a questão", acrescenta o advogado.

(Foto: Reprodução)

O subtenente continua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral do Exército.Ele está internado há mais de 10 dias, depois de ter ingerido o mesmo agrotóxico proibido ingerido pelo filho de 9 anos. Segundo o advogado, ele pensava que estava internado por outro motivo.

O advogado acredita que faltam argumentos para manter seu cliente preso e vai pedir relaxamento da prisão em flagrante. O subtenente foi autuado por homicídio, lesão corporal e violência doméstica, enquadrado na Lei Maria da Penha. O delegado Wilder Brito que investiga o caso aguarda melhora do subtenente para ouvi-lo em depoimento. Ele chegou a dizer que o depoimento da mulher, que durou cinco horas no último dia 19, o deixou "insatisfeito", porque ela não respondeu algumas questões. "Vários itens ainda não respondem uma série de questionamentos que estou fazendo. Não estou satisfeito com essa versão", garantiu.

Crime
Segundo a Tribuna do Ceará, o militar Francilewdo Bezerra chegou a publicar uma mensagem no Facebook falando das dificuldades que a família passava, o que reforçou a tese de que ele foi o responsável pelo crime.

"Temos dois filhos especiais. Vou levar um comigo. Obriguei ela (a mulher) a a beber vinho com seus tranquilizantes para dormir e não ver o que vou fazer. Me perdoem, família, mas a carga tá grande demais, e não aguento mais sofrer calado vendo essa mulher se anular há 10 anos", escreveu.

O subtenente diz no texto que a mulher passou a tratá-lo mais como irmão e depois pediu o divórcio. Ele diz que ela teria um caso extraconjugal. "Sei que ela nunca escondeu ser casada, e abdicou a vida pelos filhos. Queria morrer ao lado dela (…) Eu a machuquei muito, eu enlouqueci. Quem ver essa postagem veja se ainda há jeito de salvá-la", disse.

A mulher sobreviveu, mesmo tomando a medicação, mas o filho não resistiu e morreu.

2 comentários


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

26 de Nov. de 2014 às 9:30

Avassalador
São conflitos que podem acontecer dentro de qualquer família, enfrentar as adversidades, doenças,infidelidade,drogas,etc, causa desespero é preciso muito equilíbrio os centros espiritas é um bom caminho para quem procura ajuda(equilíbrio).


Sidinei

26 de Nov. de 2014 às 10:31

Sidinei
Supondo que não seja só problema salarial, estamos começando a evidenciar o esfacelamento dos integrantes das FFAA e isto quer dizer que, não é o único caso com problemas e somando a conjuntura DEUS nos acuda se tivermos que sob pressão nestas condições ter que tomar a força o estado.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )