GRAVE denúncia de dinheiro do petrolão em conta do PT | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Internacional

GRAVE denúncia de dinheiro do petrolão em conta do PT

Publicado em 06 de Dez. de 2014


1109 Visualizações


 

Denúncia de dinheiro do petrolão em conta oficial do PT é gravíssima, diz senador

Fonte: http://www.psdb.org.br/denuncia-de-dinheiro-petrolao-em-conta-oficial-pt-e-gravissima-afirma-aecio/

http://static.psdb.org.br/wp-content/uploads/2014/12/aecionevesdurantecoletiva4.jpg

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), considerou gravíssima a denúncia, feita por um empresário no acordo de delação premiada da operação Lava-Jato da Polícia Federal, de que dinheiro da corrupção na Petrobras abasteceu a conta oficial do PT na campanha de 2010.

Segundo o executivo Augusto Ribeiro de Mendonça Neto, da Toyo Setal, em depoimento à Polícia Federal, parte da propina paga ao ex-diretor da Petrobras Renato Duque foi destinada para doações oficiais feitas ao PT. O empresário afirma que doou R$ 4 milhões ao PT entre 2008 e 2011.

“Essa é a denúncia mais grave que surgiu até aqui. O dirigente de uma das empresas que pagou suborno, segundo ele, ao diretor da Petrobras, recém solto pelo ministro Teori, diz que parte dessa propina foi depositada na campanha do PT em 2010”, disse Aécio Neves em entrevista à imprensa no Congresso Nacional.

De acordo com reportagens publicadas pela imprensa nesta quarta-feira (3), além das doações oficiais, o dinheiro da propina da Petrobras chegava ao PT por meio de parcelas em dinheiro e em contas indicadas no exterior.

Para Aécio, as denúncias devem ser apuradas a fundo e reforçam as suspeitas de que o PT foi beneficiado por parte dos recursos desviados na Petrobras, pagos pelas empresas como propina.

“Se comprovadas essas denúncias, é algo extremamente grave. Estamos frente a um governo ilegítimo. Isso é a demonstração clara de aquilo que disse recentemente e a comprovação da verdade. Essa organização criminosa, que segundo a Polícia Federal se instalou no seio da Petrobras, participou da campanha eleitoral contra nós”, afirmou.

3 comentários


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

06 de Dez. de 2014 às 8:14

Avassalador
Só quero saber se o Presidente do TSE vai diplomar DILMA Presidente, antes da apuração das denuncias de dinheiro da Petrobras na campanha presidencial. Vamos promover movimentos de manifestação contra a diplomação da Dilma, ditadora.

 

 
Ademilson Aguiar

06 de Dez. de 2014 às 8:51

Ademilson Aguiar
Pode ficar certo, que essa PeTralha ir receber todos os afagos possveis e inimaginveis no ms de janeiro/2015, para isso ela j est se articulando comprando os opositores e se aproximando dos seus combatedores oferecendo cargos e posies dentro do seu desgoverno.


tinoco comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

06 de Dez. de 2014 às 21:03

tinoco
MAIS quem não sabe disto ? só quem não que , a justiça brasileira é a coisa MAIS burra que não vê isto,


itiellucena comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

06 de Dez. de 2014 às 23:40

itiellucena
Somente trouxas acreditam que o PT não estivesse se beneficiando deste esquema criminoso.Qualquer xyzwhijp com apenas dois neurônios funcionando seria capaz de deduzir que toda esta ladroeira do dinheiro público,esta sangria dos cofres públicos tinha o propósito de garantir ao governo PETISTA ter dinheiro de sobra para comprar apoio político para se manter no poder.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )