As opiniõess expressas neste blog particular e seus comentários não representam a opinião do Portal Militar, das Forças Armadas e Auxiliares, ou de qualquer outro órgão governamental, mas tão somente a opinião do usuário blogueiro. Os comentários e respostas são moderados pelo blogueiro.

 
   Olá Visitante! Junte-se a nós ou Entre. Principal | Anuncie Já | Hinos | Fórum | Colabore | Novas | Todos 
  Onde estou? Página Principal >> Blogs Hospedados no Portal Militar  
 
Blog
- Todas as Postagens
 
   
 
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.
 
 
Atendimento nos Hospitais da Marinha

01 de Mar de 2008 com 8029 Visualizações
 

 
Temos de encontrar um jeito de fazer com que nossas familias sejam atendidos com mais respeito. Na Policlinica Naval de São Pedro da Aldeia, por exemplo a Oficial Genicologista é uma Vergonha minha esposa já maecou 4 vezes uma consulta e toda vez a médica inventa uma viagem e não consegui ser atendida até no presente momento. Já não temos reajuste, como que vou pagar um plano de saúde? acredito e penso que os atendimentos deveriam ser de melhor qualidade. Espero que o Diretor da Policlinica Naval, adote algum procedimento para verificar o percimo atendimento desta médica. Pagamos os direitos diretamente em nossos contracheques se a FA não tem condição de atender bem nossas familhas que encaminhe os pacientes a outras clinicas. Hoje por exemplo muitos familiares de militares da Marinha em São Pedro da Aldeia, se valhe da clinica a Missão que é do municipio pois tem um atendimento bem melhor.
 
 

HEMAN comentou. Clique aqui para ver seu perfil. - HEMAN - 01 de Mar de 2008 às |1 C
Amigo, isso não acontece só nos hospitais da Marinha. Em Brasília, o HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFA), que já foi referência, está entregue "AS MOSCAS". Prá vc ter uma idéia, não tem nem pediatra!! É UMA VERGONHA!!! Surrupiaram as verbas que são descontadas diretamente em nossos contracheques. As verbas que eram destinadas aos hospitais servem agora para financiar "BANQUETES" de alguns. É lamentável!!!! Estamos na "descendente". Ninguém faz nada!!!

- 01 de Mar de 2008 às |2 C
Não é só na Marinha que o atendimento está péssimo, nos hopitais de guarnição a vergonheira é a mesma com médicos R2 incompetentes e iresponsáveis que procuram os hospitais militares simplesmente como mais um emprego pois no final do mes a prestação do automóvel esta garantida.

Valormilitar comentou. Clique aqui para ver seu perfil. - Valormilitar - 02 de Mar de 2008 às |3 C
Faz tempo que assisto a decaída constante dos Hospitais da Marinha. Infelizmente, os nossos melhores médicos não precisam mais se assujeitar ao descaso e a humilhação que este desgoverno nos impõe.

Só ficam aqueles que não conseguem nada de melhor aqui fora, ou seja, só ficam os que usam a Marinha para outros propósitos, os que nos usam de cobaias, ou os que nem gostam de si mesmos,
quanto mais de nós ...

Talvez, ainda existam algumas exceções, provavelmente, os médicos mais antigos e acomodados por estarem muito próximos a aposentadoria.

- 02 de Mar de 2008 às |4 C
O hospital naval do recife é uma vergonha, minha esposa teve um problema de coluna no ultimo final de semana e chegando lá encontramos um cardiolista de plantão, pedi-o para encaminhá-la a uma clínica especializada aí o mesmo respondeu que só poderia encaminhar em dias úteis, ameaçei ir a imprensa aí quando cheguei em casa recebi uma ligação do mesmo pedindo meu retorno para pegar a guia.....é um monte de oficiais superiores desfilando pelos corredores enquanto falta a maioria dos especialistas e nós ficamos desassistidos.....estou com um dente provisório, aguardando atendimento para fazer uma ponte fixa, há mais de um ano, não consigo sequer ver a minha posição na fila.....é mais que uma vergonha..........que outros companheiros divulguem também...

- 02 de Mar de 2008 às |5 C
é muito facil criticar o sistema de saude da marinha, porém se continuarmos a colocar tias, tios, padrastos entre outros nada estaremos fazendo de satisfatorio para melhorar e sim para piorar, pois o sistema de saude da marinha ja tem mais de 40 anos e foi criado para atender o militar e seus parentes em primaira linhagem (esposa, filhos), porem a cada dia os militares colocam outros parentes o que sobrecarrega o citado sistema, fazendo com que pessoas que so tem sua esposa e seus filhos como dependente, sofram com o mal atendimento. sinceramente lamento muito o que os proprios militares estão fazendo com o sistema de saude da marinha, e contiando assim breve teremos um sistema falido, sem a menor condiçãp de atendimento igual ao publico e graças a nos mesmo.


- 02 de Mar de 2008 às |6 C


No Exercito a coisa ainda e pior.


No Hgejf de Juiz de Fora, se vc chegar com um filho doente, alem de nao ter especialista da doença, ainda é muito mal tratado e nao te encaminham nem que a vaca tossa; inclusive ja foi dito por um medico plantonista que ele nao fornece guia de encaminhamento para sgt cb e sds, somente com autorização do Diretor do HGeJF.

Alem disso qdo se chega nos poucos hospitais e clinicas conveniados , eles exigem autorização do Direitor do HGejf para que o atendimento possa ser realizado como se o contrato fosse particular com tal Diretor. E caso de policia.

É uma vergonha, e totalmente absurdo e abusivo o tratamento diferenciado que nos é imposto de forma cruel e ordináriae sem respitar nem nossas crianças.

Pior que independemente de nossa vontade, ainda somos obrigados a pagar por um plano de saude ( Fusex) totalmente falido por má administração ou por desvios conforme amplamente denunciados na impresa falada e escrita e com esse nosso salario de fome nao temos a minima condição de pagar outro plano de saúde conjuntamente com o Fusex.

Segundo o inciso II do art 5 da CF/08, " ninguem é obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa em virtude de lei ".

Assim sendo alguem poderia me informar que lei é essa que nos obriga a permanecer conveniados contra nossa vontade com um plano de saúde que não nos atende com respeito e f e viola constantemente a Dignidade da Pessoa Humana?

Justiça Já

- 02 de Mar de 2008 às |7 C
Meus Amigos Militares, Conheço de perto a realidade dos hospitais militares.
Hoje Não há o mínino incentivo para os bons profissionais médicos permanecerem na Força: Eis os motivos:
1) O médico é obrigado a trabalhar fora de sua especialidade, é obrigado a atender tudo, o que diminui para a queda da qualidade do atendimento, e dos resultados obtidos;
2)Por falta de profissionais, a escala de serviço chega em algumas unidades, como o HCE,a ser absurda, o médico é obrigado a realizar vários plantões por semana, e a cumprir expediente no dia seguinte. Os temporários são escravizados, a maioria não aguenta mais do que 1 ano. Trabalhando fora, a mesma carga horária ele pode ganhar o dobro. É por isso que faltam médicos de várias especialidades. Como os colegas reclamam, nenhum médico quer servir, faltam pediatras, ortopedistas, anestesistas, e outros mais.
3) Sem falar nas missões ridículas, que impede o profissional de se aperfeiçoar e trazer para dentro dos hospitais militares as evoluções tecnológicas da medicina.
Temos que brigar para melhorar o FUSEX, brigar para que as verbas sejam empregadas para comprar equipamentos, medicamentos e contratar pessoal, recursos humanos.
Sou a favor de que a contribuição do FUSEX fosse facultativa.Acredito que a maioria optaria por permanecer no FUSEX. Sabe por quê?Quanto vcs acham que custa um plano de saúde para marido, mulher e 2 filhos aí fora? No mínimo uns 500 reais, e um sgt desconta cento e poucos reais, e coloca dezenas de dependentes.
Temos que lutar para melhorar o sistema, exigir nossos direitos, e não ficar reclamando dos profissioanais de saúde, que ganham tão mal quanto todos os militares, e se bobear trabalha muito mais !!!!!!

- 02 de Mar de 2008 às |8 C
A situação está pior do que se imagina. Estive na emenrgência do Hops.Naval Marcílio Dias na Segunda (25/02) e me dirigi ao ambulatório de clínica médica,pois estava com dor desde sábado,e constatei que aquele hospital ENORME NÃO TEM CLÍNICO para atender.Fui então à emergência e peguei a senha número 684 (isso era 11:20H) e ví que estavam chamando o número 604.Voltei à clínica médica e comecei a falar alto que iria para os jornais,e uma ofocial médica me disse que ir aos jornais não resolveria que era melhor eu ir a Ouvidoria.Chegando na tal ouvidoria,fui recebida por uma funcionária civil que me disse que eu teria quer ir para a Policlínica Naval Nossa Senhora da Glória´pois no HNMD não tinha clínico geral,só lá.Liguei para a PNNSG e fui informada que lá só atendem consulta marcada e não tem emergência.Voltei para a emergência e após 2:30 h de espera ainda estava no número 612.inha revolta foi tão grande que saí esbravejando, e foi quando encontrei com uma amiga sargento que serve lá e me levou "pela porta dos fundos" para ser atendida. Saí de lá às 18:00 e ainda estava no número 680. Um rapaz que estava com suspeita de dengue e chegou pouco antes de mim, estava com a senha número 682 AINDA NÃO TINHA SIDO ATENDIDO. Ele estava com febre e passando mal.Iso está pior que o SUS.

- 02 de Mar de 2008 às |9 C
Ja pensei em lutar na justiça para acabar com o fuma...
Acho uma verdadeira falta de respeito quando vou ao hospital para ser atendido daqula forma...

Francys comentou. Clique aqui para ver seu perfil. - Francys - 28 de Mar de 2008 às |10 C
FUSEX

Hospital Geral do Exército...
Um elefante branco, lotado de equipamentos sem que haja profissionais habilitados para usá-los.

E OS MESMOS ESTÃO APODRECENDO EM CAIXAS ESPALHADAS PELO HOSPITAL A FORA.

Quer morrer....??? Vá pra lá
A cerca de uns 8 anos a minha mãe, já idosa, esteve por lá emergencialmente e quase foi a óbito nesse hospital...a grande sorte é que temos um primo que é Diretor Coordenador e Avaliador no Inss e nos conseguiu uma vaga no Hospital do câncer.
Ontem dia 27 de março, mais uma vez precisamos novamente em estado de emergência socorrer a minha mãe com arritmia grave e braquicárdica e a levamos para o Hospital Santa Catarina através do serviço de remoções de ambulância UTI de meu filho, a JPSALVA.
Depois dos primeiros procedimentos o médico vem a nós e diz que ela nescessitava de internação imediata.
Qual não foi a surpresa ao constatarmos que a FUSEX havia suspendido o convênio com esse hospital a cerca de 10 anos.
E nada nos foi comunicado....??? Não nos dão satisfações.....???
Meu pai, coronel, serviu durante 45 anos ao Exercito Brasileiro e nesses anos todos lhe foi descontado em folha de pagamento esses beneficios...e hoje minha mãe teria que parar em um corredor de um hospital qq e morrer....???
Ficamos durente o dia inteiro de ontem atrás de uma vaga em algum hospital que tivesse convênio com a FUSEX... e todos que se apresentavam não tinham unidade coronariana....por fim às 20:00 conseguimos uma vaga no Hospital Cruz Azul, pasmem senhores é um hospital da Policia Militar ( estadual) cuja infra estrutura é espetacular e médicos em sua maioria da Escola Paulista de Medicina extremamente competentes.
A PERGUNTA É:-
Aonde foi parar todo o dinheiro que a Fusex desconta em folha de pagamento.
O que fazem com esse dinheiro....???
E finalmente o que fazem conosco....?
Att
Francys Dejtiar

16 de Out. de 2010 às 17:50 |11 C - Aguardando moderação do blogueiro.
02 de Nov. de 2010 às 20:54 |12 C - Aguardando moderação do blogueiro.
07 de Jan. de 2011 às 22:05 |13 C - Aguardando moderação do blogueiro.
antonio brito antonio brito 15 de Fev. de 2011 às 16:56 |14 C - Aguardando moderação do blogueiro.