Cardozo teve encontro secreto com procurador no exterior | Blog Tufão | Portal Militar

Blog Tufão

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Fato Relevante

Cardozo teve encontro secreto com procurador no exterior

Publicado em 08 de Mar de 2015


1155 Visualizações


Ministro da Justiça teve encontro secreto com procurador no exterior

 

596110

Publicidade

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, encontrou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em Buenos Aires, na Argentina, fora da agenda e durante viagem oficial, em um sábado de novembro do ano passado.

A reunião, um almoço na área turística de Puerto Madero, ocorreu no dia 22. Três dias depois, procuradores desembarcaram na Suíça atrás de contas que foram usadas, de acordo com o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, para a Odebrecht pagar a ele suborno de US$ 23 milhões, o que a empreiteira nega.

Editoria de Arte/Folhapress

Na semana anterior ao encontro, no dia 14, a Polícia Federal, subordinada a Cardozo, havia deflagrado a fase da Operação Lava Jato que levou executivos das principais empreiteiras do país à cadeia.

Perguntada sobre o encontro com Janot, a assessoria de Cardozo informou inicialmente à Folha que o ministro viajara à Argentina naquela data para encontro com o ministro da Justiça e da segurança pública da Argentina.

Questionada novamente por telefone e email sobre a reunião, a assessoria, então, confirmou num segundo momento o ''encontro pessoal'' do ministro com o chefe do Ministério Público, que estava na cidade para encontro de procuradores do Mercosul.

Segundo o Ministério da Justiça, Cardozo e o procurador-geral ''mantiveram contato'' e, juntamente com a mulher de Janot, se encontraram para um almoço no dia 22. ''Não houve registro em agenda por não se tratar de encontro oficial''. A assessoria nega qualquer discussão sobre a Lava Jato.

A reportagem contatou a assessoria de Janot desde quinta (5), mas não obteve resposta.

Este é o segundo encontro de Janot e Cardozo que não consta na agenda de ambos. No último dia 26, a Folha revelou que eles estiveram juntos às vésperas da apresentação, por Janot, ao STF (Supremo Tribunal Federal) dos pedidos de abertura e arquivamento de inquéritos contra políticos.

A lista foi entregue na terça-feira (3) e liberada pelo ministro Teori Zavascki, relator do caso, na sexta-feira (6).

Janot e Cardozo negaram ter tratado da lista. O ministro da Justiça já foi alvo de questionamentos por ter se encontrado com advogados de empreiteiras investigadas.

2 comentários


Paulo Ranzollin

08 de Mar de 2015 às 10:45

Paulo Ranzollin
Este “Janot” sempre esteve envolvido até a medula com esta QUADRILHA, ou PETRALHAS, ou MÁFIA, ou GANGUE DE MARGINAIS BRASILEIROS. Este camarada foi lá colocado pelos marginais e evidentemente, para estes e com estes trabalhará, sempre! Mas, tudo isto que está acontecendo só os ajudará, digo ajudará a todos os marginais, de todos os partidos e de todas as instituições, incluindo os de dentro das Forças Armadas. O Brasil tá infestado de maus-caracteres, homens sem o mínimo de amor ao Brasil, sem nenhum patriotismo e, estes, por enquanto, estão esparsos. Esta “jogada” do “JANOT” os unirá e, finalmente, se conhecerão e se unirão contra os pobres idiotas que se servem de bons valores para viver e que trabalham e fazem este País. Os “idiotas”, honestos, patriotas, serão os escravos e os Mafiosos desfrutarão do trabalho dos parvos ou “homens de valores”. Estamos na era do “EU”, “TER” é que importa e xyzwhijp o patriotismo. Poucos são os Brasileiros incomodados com toda esta safadeza. Esta MÁFIA, com toda esta “coisa” acontecendo, só se dará bem. Com esta “coisa” acontecendo, os que da Máfia fazem parte, sem se conhecerem, finalmente se conhecerão, se juntarão, darão as mãos, e finalmente dividirão o dinheiro do Estado. Daqui para a frente será um aparente “arranca-rabo”, mas, logo, logo, com nosso dinheiro, um marginal comprará o outro e, no fim, todos se calarão e serão amigos. Podem ter certeza de que acontecerá isto. Na minha opinião, para que não se estabeleça definitivamente no alto governo uma enorme e inacreditável gangue, só se as Forças Armadas intervierem agora, ou se haver impeachment. Se houver impeachment, os mais perigosos, que são os do PT, não continuarão a se infiltrarem nesta enorme Máfia que está se formando. Desta Máfia, se impeachment houver, a Petralhada não mais fará parte. Infelizmente, na minha opinião, graças ao povo brasileiro, desprovido de bons valores, os Militares não voltarão e o Brasil, finalmente apodrecerá totalmente. Ficará podre por dezenas de anos e aí acontecerá uma enorme guerra fratricida. Triste, mas é o que penso que acontecerá se não houver impeachment e/ ou Intervenção Militar. Todos os poderes estarão, finalmente constituidos, com 100% de seus membros integrantes desta enorme Máfia consolidada. O STF e o Judiciário é, já, por incrível que pareça, o poder instituído com mais marginais de todos os poderes desta já pós-república brasileira. Depois vem o Executivo e, só depois vem o Legislativo! É minha opinião! Com esta inteligente intervenção "janotista" os marginais assumirão de vez este país, bem unidos, e os honestos ficarão pagando o almoço daqueles, daqui para a frente. Tu, honesto, trouxa, idiota, provido de valores cristãos, patriota, republicano democrata, respeitador de sua família, de seus amigos, incapaz de passar a mão num alfinete dos outros, incapaz de "pegar ' filha do vizinho, chegado ao nosso Deus, serás, de ora em diante, o escravo desta Máfia que está se unindo e se concretizando. Esta usará o chicote para fazer tu, honesto, idiota, trabalhar para ela. Mas, tu tens uma saída, para não pagar as contas desta marginalia é só tu passar para o lado deles e fodam-se os valores! Paulo


tinoco comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

08 de Mar de 2015 às 15:11

tinoco
Isto não vai dar em nada,se tivesse que da já teria dado.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )