Impeachment não é Golpe ! É Contra Golpe mais uma vez ! | Blog Marmosilva-Rio | Portal Militar

Blog Marmosilva-Rio

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Brasil

Impeachment não é Golpe ! É Contra Golpe mais uma vez !

Publicado em 21 de Abr de 2016


1692 Visualizações


Prezados Amigos e pares das casernas, amigos, e patriotas.

Boa Noite!

      Reconheço que o texto é longo, mas preocupado com a falta de hábito de leitura do povo brasileiro, faço um apelo para essa humilde reflexão, e por essa razão retardei qualquer postagem, sob o tema Impeachment. Na verdade, farei uma reflexão a respeito, e espero que minhas assertivas sejam uma forma de desabafo, deste que vos escreve, e que possa encontrar eco em alguns pares e amigos que comigo, são os resignados formadores de opiniões por quase uma década aqui dentro do portal militar. Sob a exegese de Arquétipos para justificar o quanto fomos manipulados e enganados, por um projeto de poder pelo poder, ao longo de mais de oito décadas, de 1934 – 1964 – 2016. Segue abaixo o seguinte:

 

Comunismo $ Corrupção no Brasil . O Arquétipo da Mentira !

 

      Comunismo, sinônimo de corrupção e usurpação no mundo por onde passou. Esta palavra tem origem no latim comunis, que significa comum. O comunismo procurou uma fundamentação teórica nas teorias do estado dos sofistas gregos e na obra "República" de Platão. No entanto, o comunismo encontrou bem cedo críticos severos, como Aristóteles. O comunismo continuou a se fazer sentir em muitos movimentos sectários depois disso, como é o caso de Thomas Münzer e dos anabatistas, em seitas puritanas da América do Norte nos séculos XVII e XVIII e outras, mas com a suposição de que o "amor ao próximo" resultaria de uma regulamentação pública, o que era exatamente o contrário do pensamento cristão. A doutrina comunista começou a se inspirar sobretudo numa filosofia tutelar do estado. Por esse motivo reapareceu nas utopias políticas dos séculos XVI e XVII.

      Comunismo e Anarquismo, Os movimentos anarquista e marxista surgiram e ganharam forte atuação no século XIX, em meio aos efeitos sociais da Revolução Industrial. Foram ambos contestadores da ordem liberal capitalista e do Estado garantidor das condições trabalhistas da época, coincidindo, também, quanto ao ideal comunista: o fim das divisões de classes, da exploração e até mesmo do Estado.

Para os marxistas, deveria haver uma fase intermediária socialista  a ditadura do proletariado —, um Estado revolucionário que construiria as condições viabilizadoras do comunismo, tais como lidar com os movimentos contra-revolucionários que viessem a surgir na transição. Os anarquistas, ao contrário, pensavam em erradicar não apenas as classes, as instituições e as tradições, mas sobretudo o Estado. Na segunda metade do século XIX, durante o século XX, e ainda no século XXI as diferenças prevaleceram sobre as semelhanças, promovendo entre os dois movimentos socialistas uma convivência de choques e divergências, nas suas lutas contra a ordem estabelecida.

O Brasil por irônia do destino, possui em sua bandeira os princípios da doutrina positivista, que defende o Amor, a Ordem e o Progresso, dentro da obediência as normas jurídicas estabelecidas por um estado democrático de direito. Contrariando esse pensamento comunista e fascista, que busca eliminar um Estado, e a independência dos seus três poderes constituídos, aparelhando todos os poderes, pelo foro privilegiado, para objetivos escusos e aviltantes. Endosso a realidade brasileira, com essa antagônica informação.

 O artigo 142 da Constituição Federal é cristalino e fácil de ser lido por quem não seja um “analfabeto político”: “As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem”. A existência do Brasil, como País independente e soberano, depende, diretamente, do cumprimento incondicional do dever de “defesa da pátria”. Tal obrigação não está sujeita a qualquer restrição imposta por quaisquer dos três poderes: o Executivo, o Legislativo e o Judiciário. Além disso, é uma obrigação supra-constitucional, pois a segurança da Lei Maior depende do estrito cumprimento dessa missão das Forças Armadas. Por isso, as Forças Armadas têm a obrigação constitucional de zelar pela “Segurança do Direito”, que é o verdadeiro conceito de Democracia.

 Fontes ( Wikipédia)

                                                                   DIREITOS X OBRIGAÇÕES:  

     E por  falar em segurança do direito e conceito de democracia,  esse  é com certeza o grande dilema do brasil e dos brasileiros com essa casta de políticos gerados por urnas eletrônicas, nas caladas da noite, em meio aos currais eleitorais, ao custo bilionário da compra de votos, pelo dinheiro sujo da  corrupção institucionalizada, fomentadas por uma verdadeiro derrame do erário público em formas de todo tipo de roubos, esquemas imundos e espúrios de lavagens de dinheiro público, jogados pelos ralos e esgotos da política corrupta e corruptores deste país, bem demonstrados por vídeos da rede globo, quando se refere a operação lava jato.

        Dentro de um quadro alarmante., caótico, anárquico. Miserável, imoral, apátrida e criminoso. Sobretudo, pelos fatos apurados com muita competência, transparência e patriotismo da operação lava jato, gerenciados pela PF, MPF, PGR e TCU. O Brasil está sendo passado a limpo, pela primeira na história as oligarquias estão sendo desfeitas e poderosos e ricos estão indo para a cadeia.

O Brasil se tornou refém de um arquétipo de corrupção, onde se fabrica direitos para vender obrigações, onde a fábrica de direitos ao invés de garantir os direitos constitucionais do cidadão, vendem como bolsas família, por exemplo o que seria a obrigação dos representantes dos eleitores e cidadãos de um  estado democrático de direito. Quando filósofos como Platão são contrariados por Aristóteles sobre o tema, o neoplatônico C.G. Jung, usou o termo para se referi as estruturas inatas da filosofia teísta, em suas várias formas e princípios, denotando a mente de um  Deus moral, ético, reto e que não sofre sombra de variações em suas decisões e escolhas, não comete transgressões e sempre ama incondicional o que criou.

        Para  C.G.Jung, o arquétipo de que falamos no início  é um tipo de inconsciente coletivo do ser humano, que chegou a filosofia cristã, serviu e continua servindo para socorrer a psicologia, a filosofia e a sociologia analítica, como forma imaterial à qual esses fenômenos  tendem a se moldar. Na verdade é uma constante repetição de uma mesma experiência, durante muitas gerações. É por isso que temos ouvido, por todos os meios de comunicações e mídias que a história se repete no Brasil, e que o Brasil de hoje, é igual ou pior ao Brasil de 1964, quando da marcha da família com Deus.

       Esses arquétipos são tendências estruturadas por símbolos invisíveis como logomarca de partidos, e ideologias e mensagens subliminares de marqueteiros de campanha. Como estão registradas por gerações anteriores, são mais abrangentes que a consciência do ego presente das pessoas públicas e civis comuns contemporâneas. Destarte, que nenhum arquétipos pode ser substituídos por uma  simples e ineficiente fórmula petista, comunista e fascista. Por que, trata-se de algo  inato ao ser humano, criado por um  Deus onisciente, onipresente e onipotente. Esse arquétipo divino se opõe ao arquétipo do mal, e sempre foi e sempre será assim. Jamais o mal prevalecerá, mesmo sabendo que ele persiste no mundo a milênios de anos que não é possível cronometrarmos.

Na verdade sempre os momentos ruins da humanidade, provocaram novas interpretações e reflexões por parte dos menos favorecidos ou desprovidos de poder, de quem realmente se deve buscar o poder, e se todo o poder emana do povo, e que esse povo foi criado por Deus. O presidente e qualquer outro representante político não possui poder, mas uma função, função essa que o torna submisso as normas jurídicas, a vontade popular, aos mandamentos Bíblicos e temor a Deus por seu juramento de amar o seu próximo como ao si mesmo. Isso é governar para o povo, com o povo e pelo povo, e a este conceito vamos chamar de república.

       A criatura, desejando ser maior do que o seu criador, buscando o poder pelo poder, custe o que custar, esse tipo de poder jamais será poder, pode até ter força temporária e marginal. A síndrome da divinização do homem chegou a algumas mentes da classe política brasileira e isso a torna uma política apodrecida como bem disse a Exma Ministra do STF. A Nossa bandeira possui cores verdes e amarelas e não vermelhas e o que vimos nas ruas foi uma multidão de verde e amarelo. Então, podemos dizer que os arquétipos do povo brasileiro continuam os mesmos de 1934 a 1964, chegando até 2016, os personagens são quase os mesmos, só mudou o cenário e o roteiro, pois trocaram as armas por canetas, os jornais picados da avenida rio branco pelas redes sociais e os símbolos de que falamos se inflaram como ex presidente presidiário 171 e presidente com faixa de impeachment.

      O Arquétipo do PT, PC do B e demais partidos, tentaram criar mitos e deuses que se intitulam para os ignorantes políticos, como o melhor presidente, e melhor partido do Brasil, como contos de fadas mitológicos, prometendo um sonho de liberdade e justiça, achando que numa sociedade despolitizadas, seu inconsciente coletivo, ficaria adormecido eternamente. Na verdade a consciência coletiva da minoria politizada do povo brasileiro,  se transformou  em agentes motivadores do restante do povo brasileiro. O gigante adormecido, virou um Davi, que com um único tiro e certeiro, atingiu a testa da corrupção do país com mais de seis milhões de manifestantes às ruas de todo o país, numa linda festa democrática e cívica, marcante na história deste país.

     A alma do cidadão brasileiro fala por si mesma e seus arquétipos se revelaram numa combinação natural, com formação e transformação, numa grande recriação de um novo Brasil. Esse é o sentido eterno de Deus para sua criatura, o senso de justiça, verdade, liberdade, retidão, moral, igualdade, fraternidade e segurança, sempre serão eternos dentro da alma do ser humano, assim como seu criador é eterno. É por isso que restará sempre muito o que fazer. Eu já repetia isso em 2009. Veja arquivo num  blog , postado por mim, e com comentários do amigo Cardoso Lira e maxrj

RESTARÁ SEMPRE MUITO O QUE FAZER PELO NOSSO PAÍS !

 Publicado em 22 de Ago. de 2009

623 Visualizações

Boa Noite! À Todos os meus pares da caserna, estou tão preocupado com a situação do país, não por mim mesmo, mas por conta de meus filhos e netos, pois, fico a imaginar que se não fizermos nada contra esse mar de lama que se tornou a política brasileira, pois, é como tudo se resolve e se define no campo político, o que será de nossos filhos e netos, porque, para mim o que tenho já é suficiente?
Depois de fazer pela milésima vez uma convocação para nos reunirmos e tomarmos uma atitude de homens de honra e receber adesão quase zero e sempre são os mesmos corajosos deste portal a dizer pode contar comigo, fiquei muito decepcionado e desmotivado a insistir com pessoas que são omissos e covardes. Lamento ter que dizer a verdade, mas por muito pouco alguns falsos  caras pintadas tiraram o collor da presidência do país, certamente eles tinham por trás toda uma articulação política. E nós que articulação política possuímos, estamos todos como cegos em meio a tiroteio sem saber para onde fugir.
Eu não preciso falar muito para ser compreendido. Sem mais, espero que todos tenham uma semana abençoada por Deus, e lembrem-se: Juntos reconstruiremos um país melhor para os nossos filhos e netos

Atenciosamente; MARMOSILVA-RIO

2 comentários

22 de Ago. de 2009 às

Maxrj

Que Deus te ouça meu caro! Que Deus te ouça! Um forte abraço.

23 de Ago. de 2009 às

CARDOSOLIRA

Meu caro amigo, um dia vamos conseguir mudar tudo isso que aí estar.
Esse banditismo institucionalizado está com os dias contados. Podes crê.
Um abraço, Cardoso Lira.

      Hoje, 20/04/2016, passados quase 7 anos atrás, estou vendo realmente, que algo, pode  acontecer de fato e de direito no Brasil, portanto, meus caros amigos e pares das caserna, em 2016, valeu apena lutar e esperar pela vitória, está provado e comprovado que Deus não dorme, e a justiça divina sempre funciona, em favor do povo unido em favor dos menos favorecidos, pobres e humildes. Como disse o Dep. Marco Feliciano, o partido das trevas será trancado no inferno que é o seu lugar, junto com suas facetas, mentiras, intrigas, conspirações, crimes , por  abuso de autoridade, irresponsabilidade e incredulidade no poder de reação do povo brasileiro, jamais visto antes.

  Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

 

Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:

 

Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição .

 

Impeachment não é Golpe !  É Contra Golpe mais uma Vez!

 

 “ Quem poupa lobos, sacrifica ovelhas!”  20/04/2016

 

Fontes ( Wikipédia)

Att. MARMOSILVA-RIO

 

4 comentários


Marcos Ferreira De Melo

21 de Abr de 2016 às 7:56

Marcos Ferreira De Melo
Olá MarmoSilva, o País está tentando voltar ao ritmo normal nas instituições, e lá no Sul existe um movimento de secessão chamado: "o sul é o meu país", que faz apologia ao crime de Lesa-Pátria(tentar desmembrar parte do território nacional para constituir país independente), contrariando frontalmente o artigo 1º da CF/88 que trata da indissolubilidade da União na República Federativa do Brasil.É importante destacar ainda que, está marcado para um dia antes das eleições de 03/10/2016, um plebiscito pacífico com a intenção de induzir a população dos três Estados do Sul do Brasil, a aderirem a causa de secessão.Este movimento é capitaneado pelo sr. Celso Deucher, inclusive existindo até bandeira nacional.

 

 
MARMOSILVA-RIO comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

21 de Abr de 2016 às 12:47

MARMOSILVA-RIO
Bom Dia! Meu Amigo Marcos. Gostaria de agradecer o seu comentrio e dizer-lhe que vindo do Sul, no me surpreendo, porque, esse desejo antigo e j provocou a outras revolues que foram contidas pela fora de nosso exrcito. So colnias alems que nada tem haver com a cultura brasileira, uma forma de impor um pensamento fundamentalista de uma raa ariana e extremamente racista, para uma nao afrodescendente que o Brasil. Na verdade, no existe a menor possibilidade de o Brasil virar uma Alemanha, Somos o que somos e isso basta. Entende? A histria j registrou essas tentativas frustadas, e essa ser mais uma frustrao, pelo nome o amigo j pode v que no parte de autnticos brasileiros, somos uma pas de Da Silva e no de nomes cheios de consoantes, feito sopa de letrinhas. os VHOLVERSTHS, precisam voltar para suas terras natal. Sem mais, um forte abrao e mais, uma vez, muito obrigado por seu comentrio e por essa oportuna informao a cerca da tentativa de levante do Sul.como nao independente.


Bernardo Alves Dinamarco

21 de Abr de 2016 às 15:41

Bernardo Alves Dinamarco
Duvido que o Brasil seja passado a limpo. Em entrevista ao enviado especial Andrei Netto, o Juiz italiano Antônio de Pietro diz que o Brasil de hoje é a Itália da época do processo Mãos Limpas. Os Juízes Paolo Borsellino e Giovani Falconi morreram em "atentados terroristas". Berlusconi foi eleito Primeiro Ministro e conseguiu aprovar leis protegendo parlamentares e empresários. E a corrupção voltou com força total. Como brasileiro, não posso compactuar com essa ideia de secessão. Entretanto devo admitir que certos povos, como os alemães e japoneses, tem uma genética especial. Derrota em duas guerras mundiais, duas bombas atômicas, divisão do país em quatro, imensos gastos com reparações pós guerra, etc. Apesar disto, na Europa a Alemanha sobressai, e o Japão está em melhores condições que o Brasil. Por muito menos, e apesar de suas incalculáveis riquezas naturais, o Brasil teria voltado ao tempo das cavernas. Não tenho ligação familiar com qualquer daquelas raças, mas tiro o chapéu para eles. Que tal a ideia de colocarmos no Congresso Nacional, no STJ, no STF, na PF e no comando das FFAA somente alemães, japoneses, dinamarqueses e finlandeses? Tenho certeza que a região nordeste se transformaria em um pomar.

 

 
MARMOSILVA-RIO comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

21 de Abr de 2016 às 16:45

MARMOSILVA-RIO
Prezado Amigo. Boa Tarde! Gostaria de dizer que entendo o seu comentrio ctico e pessimista, mas, por mais absurdo que possa parecer, estamos falando de povo, e cada um tem a sua caracterstica prpria. Creio que a democracia brasileira, acaba de sair da idade da adolescncia, somos uma nova e ingnua e representativa democracia, como disseste bem o amigo, pases como os citados pelo amigo, passaram por situaes extremas para ser o que so. Hoje! O Brasil est tenho as suas primeiras oportunidades. Sobretudo, no campo poltico e geopoltico. Entende? Mas concordo com o seu ponto de vista com relao a observao da Itlia, isso s deve nos servir de alerta. Sem mais, muito obrigado pelo elucidativo e oportuno comentrio, e jamais desista do Brasil, ele deve ser melhor do que a Itlia, s depende de cada um de ns. Att. MARMOSILVA-RIO


Bernardo Alves Dinamarco

24 de Abr de 2016 às 13:45

Bernardo Alves Dinamarco
O regime comunista deve ser muito bom. Estava lendo acerca das guerras do ópio. A China só se livrou da exploração inglesa e cresceu na educação, indústria e comércio depois que adotou o comunismo e botou os ingleses e franceses para correr. Fico comparando os acontecimentos daquela época e os países envolvidos com a nossa realidade atual ; Estados Unidos, Noriega, Coronel North, Cia, Colômbia, Farc, cocaína, maconha, crack, juventude brasileira se tornando um grande mercado consumidor de drogas. Para enganar o povo, de vez em quando prendem um Fernandinho Beiramar e dizem que é o "rei" do tráfico de drogas. Acho que deveríamos escapar do colonialismo Norte Americano.


Bernardo Alves Dinamarco

27 de Abr de 2016 às 22:45

Bernardo Alves Dinamarco
Hoje a TV divulgou que, se não fosse uma exigência do PSBD, o Ministro da Justiça escolhido por Michel Temer, que já havia censurado certos atos do juiz Sérgio Moro, pretendia deslocar a PF para ajudar as polícias estaduais, prejudicando ou impedindo a continuação das investigações da lavajato. Os corruptos e corruptores iam comemorar com foguetório e churrascadas.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )