CARTA DOS MAÇONS, Movimento Avança Brasil Para Michel Temer | Blog Paranaense | Portal Militar

Blog Paranaense

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Brasil

CARTA DOS MAÇONS, Movimento Avança Brasil Para Michel Temer

Publicado em 10 de Mai de 2016


4379 Visualizações


terça-feira, maio 10, 2016

 

CARTA DOS MAÇONS DO 'MOVIMENTO AVANÇA BRASIL' PARA MICHEL TEMER

UM DOCUMENTO HISTÓRICO DOS MAÇONS BRASILEIROS A MICHEL TEMER,  EM  PLENO CAOS NO BRASIL

 

CARTA DOS MAÇONS DO MOVIMENTO AVANÇA BRASIL PARA MICHEL TEMER
Caro Michel Temer,
Veritas liberate vos.
Veritas semper una est.

Diante dessas verdades, estamos aqui para lhe render apoio a um governo que tenha como objetivo garantir as liberdades individuais, promover a igualdade de direitos e deveres a todos os cidadãos, incluindo os da classe política, e manter a fraternidade como base da convivência do povo brasileiro.

Iremos apoiá-lo incondicionalmente, sempre que forem colocados em prática os nossos ideais de liberdade, igualdade e fraternidade.

As nossas demandas são as demandas do povo brasileiro. Não se trata de algo irreal e inexequivel o que pedimos aqui. Queremos a sua atenção nesse trabalho contínuo de desbaste da pedra bruta que é o Brasil, para promover os seguintes pontos:

LIBERDADE, que se traduz em buscar:

  • Diminuição do tamanho do estado, começando pela quantidade de ministérios e escolha de ministros que não estejam sendo investigados na operação Lava Jato;
  • Diminuição de gastos governamentais com cargos comissionados e de gastos desnecessários com diárias para funcionários públicos;
  • Privatização de empresas públicas deficitárias, que o Estado não tem capacidade de administrar corretamente;
  • Liberdade TOTAL de pensamento, seja na imprensa, na Internet e Mídias Sociais;
  • Fim da Propaganda Estatal e de blogs e jornais mantidos com dinheiro público ou indevido;
  • Proteção da Propriedade Privada e fim de movimentos que acreditam que podem invadir propriedades privadas como se fossem suas;
  • Liberdade na economia, facilitando o empreendedorismo e diminuindo impostos, juros e inflação;
  • Liberdade de expressão garantida na Internet, sem políticos com medo de críticas querendo censurar as pessoas;
  • Liberdade de ir e vir garantida, com melhorias reais em nossa infraestrutura, sem corrupção e propinas que encarecem os custos das obras;
  • Livre concorrência, eliminando monopólios estatais e abrindo espaço para que concorrentes possam oferecer melhores preços, produtos e serviços;
  • Privatização de órgãos governamentais e de empresas públicas ou mistas, para diminuir a corrupção, os indicados governistas e aumentar a qualidade dos serviços prestados;
  • Menos impostos, o que é possível com um menor nível de corrupção e uma gestão pública justa e transparente de verdade.

IGUALDADE, que se traduz em apoiar:

  • O projeto de lei das 10 medidas contra a corrupção promovidas pelo Ministério Público Federal, tornando mais difícil aos corruptos que continuem agindo sem punição;
  • O projeto de lei que cria o crime de lesa-pátria, promovido pela Confederação da Maçonaria Simbólica no Brasil, chamado de “Corrupção Nunca Mais”;
  • O estabelecimento do voto impresso com a auditoria pública e transparente da contagem eletrônica para a confirmação das eleições, igualando-nos às principais democracias do mundo que registram os votos fisicamente em papel;
  • A igualdade perante a lei, pelo fim do foro privilegiado de políticos, ministros e outros cargos públicos, tornando os políticos iguais à população;
  • A igualdade nos serviços públicos, principalmente com uma educação universal em escolas públicas;
  • A igualdade na possibilidade de obtenção de armamentos para que os brasileiros possam se defender, não somente dos criminosos, como também da possibilidade de tiranos e usurpadores darem golpes pelo poder, como vemos na Venezuela, Cuba, Coreia do Norte e em outros países com governos Marxistas/Leninistas;
  • A reforma fiscal, sem mais impostos progressivos, que punem os que conseguem o sucesso com o trabalho e com emprendendorismo;
  • A redução do tamanho do estado, do aparelhamento, com a extinção de cargos fantasmas imediatamente e com o fim de cargos que não geram serviços decentes para a sociedade;
  • A igualdade no tratamento do dinheiro público de forma similar aos países mais avançados no mundo;
  • A igualdade na punição de criminosos dentro e fora da política.

FRATERNIDADE, que se traduz em atuar para:

  • Melhor relação comercial e diplomática com as principais democracias ocidentais;
  • Relação mais dura contra tiranos e usurpadores da América Latina que sacrificam o próprio povo;
  • Comércio fraterno e livre entre os países, diminuindo barreiras comerciais;
  • Impostos que não lesem a vida do povo brasileiro que trabalha mais de 5 meses ao ano para sustentar uma máquina pública que, evidentemente, não funciona bem por má gestão;
  • Juros mais justos, que levam a um crédito realista para o povo brasileiro;
  • Responsabilidade fiscal, para que os políticos respeitem o dinheiro do pagador de impostos como tem que ser, sem mau uso ou gastos desnecessários que acabam endividando o estado e gerando inflação alta;
  • Responsabilidade na contratação de funcionários públicos, sem exageros e sem que sejam contratados funcionários fantasmas, com salários que se tornam verdadeiros cabrestos e compra de apoio e consciências;
  • Por uma educação iluminadora e produtiva, que não seja baseada em ideologias de quaisquer tipos, que tenha compromisso com a Verdade, com a Ciência, com a História e com os fatos e dados, levando a profissionais que gerarão valor para o Brasil do futuro, e não apenas funcionários públicos fantasmas;
  • Transparência, mostrando aos cidadãos de forma simples os dados da administração pública, liberando informações sobre gastos com cartão de crédito, gastos de gabinete e muito mais, mostrando ao povo como é usado o dinheiro do pagador de imposto;
  • Eleições limpas, com o fim de horário político, com o fim do financiamento público de campanha e a permissão apenas para doações individuais. Com a participação efetiva do povo em todo o processo eleitoral, evitando assim o cabresto direto ou indireto e o assistencialismo usado como moeda de troca dos políticos, práticas que devem ser criminalizadas;
  • Saúde que prolongue a vida e dignidade dos brasileiros, e não o contrário, com médicos capazes de ajudar os pacientes e revalidando o registro de médicos estrangeiros no país;
  • Combater ao Foro de São Paulo, o qual tem unicamente o objetivo de transformar a América Latina, em uma região dominada e usurpada por um estado totalitário;
  • Justiça perfeita, com leis que façam sentido, simplificando o nosso sistema legal e evitando distorções desnecessárias que levam a injustiças ou ao excesso de recursos. Justiça que tarda, falha.

Esses pontos, que também estavam presentes em nosso Manifesto lido no Congresso Nacional no dia 17/2/2016, são essenciais para que consigamos reconstruir a nossa democracia dilacerada pelo socialismo stalinista-castrista promovido pelo PT.

Cabe a você, caro irmão Michel Temer, atuar para que o Brasil volte a ser um país democrático de fato. E isso não será feito fazendo mais do mesmo. Essa é a hora de não pensar em ser popular, mas sim de ser justo e perfeito. De não pensar em promover sucessores, e sim ser bem-sucedido.

O apoiaremos em todos empreendimentos de um homem livre e de bons costumes. Mas também, sempre na condição de ajudá-lo a sempre traçar ângulos retos, estaremos diligentes e atentos a tudo que possa desviá-lo do caminho dos justos.

Condenaremos severamente a velha política fisiológica que vem sendo promovida a anos em nossa pátria.

O Brasil merece mais. Inspire-se em Itamar Franco, que promoveu o Plano Real, acabou com a inflação e, com isso, tirou pessoas da pobreza. Sabemos que o que tira as pessoas da pobreza é termos um país propício e facilitador dos negócios com inflação baixa, e não o populismo escravagista e miserável dos socialistas brasileiros de vários partidos.

Com inflação e desemprego altos, a miséria no Brasil tende a aumentar. Daí a importância de abandonarmos esse populismo para que o nosso país volte a crescer com toda a força e vigor.

Contamos com a vossa sabedoria na execução desses trabalhos, tendo muita esperança que as suas ações sejam condizentes com os princípios de Liberdade, Igualdade e Fraternidade acima propostos.

Como mensagem final, lembramos:

Carpe diem quam minimum credula postero.

Alea jacta est.

Laos Deo.

Ordo Ab Chao.

Salus, Sapientia, Stabilitas!

Com um Tríplice e Fraternal Abraço,

Movimento Avança Brasil Maçons.BR

Postado por GAZETA do BRASIL às 18:19

4 comentários


Abreu Homem

11 de Mai de 2016 às 0:16

Abreu Homem
Quando se faz planos sem incluir as FF.AA tudo é em vão. É muito bonito o plano acima, mas, se esqueceram das FF.AA, pois os militares estão passando necessidade e há anos sem aumento, na revolução de 64 deram um golpe nos sub oficiai da Marinha, Exercito e da Aeronáuticas que tinham direito a promoção a 2º Tenente e até não se fala mais nisso, está na hora de reparar esse erro. O nosso território é grande e tem riquezas imensas, mas, desde 1989, pela prepotência de uma força lançaram lançaram o Brasil na desordem e só os militares depois de 1964 construiram indústria de base, mas, deixaram os bancos arrancarem os olhos da cara do povo brasileiro, a ponto da inflação com juros e correção monetária chegar, em março, a 432%, agindo pior do que a gatunagem. Não se esqueçam que a mocinha vai continuar a petubar com os meios ilícitos acompanhada pelo incendiário e agitador.


Bernardo Alves Dinamarco

11 de Mai de 2016 às 0:46

Bernardo Alves Dinamarco
Está ai uma bússola que nos levará a bom destino, dependendo do timoneiro. Poderemos assim obter a resposta que a Honda não soube dar há muitos anos atrás: porque uma moto de 125 cil., vendida aqui por R$3.250,00 chegava nos EEUUA por R$1.750,00? Esta semana um norte-americano indaga: porque este pacote de biscoitos custa aqui, o equivalente em sua moeda R$3,60,e lá no Brasil R$6,00? O brasileiro não sabe responder. Fico com uma "pulga atrás da orelha": o Collor se meteu a caçar marajás, sofreu impeachment. A Dilma deixou corruptos serem desmascarados, impeachment nela. Haja Deus.

 

 
pixuleco comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

11 de Mai de 2016 às 16:35

pixuleco
Permita-me, Bernardo, minha explicao, respeitando seu comentrio. Fernando Collor se fazia de caador de marajs contudo, ELE era e ainda um maraj. Dilma fez de tudo para que os corruptos amigos no fossem desmascarados pois tambm ela corrupta e seu partido no tinha mais como esconder a corrupo que demais ento, a PF, o MPF e o Juiz Srgio Moro desnudaram o PT. Devem desnudar outros partidos corruptos, tambm. Finalizando, a diferena dos preos de produtos iguais nos EUA e Brasil a carga tributria cobrada pelo governo federal, estadual e municipal.


Amiel Ballastri

11 de Mai de 2016 às 17:35

Amiel Ballastri
Abreu Homem. Necessário esclarecer que quem deu o golpe nos SO e ST das FFAA foram os Generais, com a Lei 4.902/1965. Foram eles que montaram um esquema, no Tribunal Federal de Recursos - TFR - (extinto em 1988) para bloquear todas as petições daqueles que tinham o Curso de Comandante de Pelotão (veja a Súmula 116 do TRF). Tentativas foram feitas para corrigir aquele erro, exemplo um projeto de lei que foi levado pelo deputado Biscaia, para "ler em casa", e nunca mais devolvido. Os Comandantes Militares não aceitam que aqueles SO e ST sejam promovidos na reserva/reforma, isto já foi dito pelo deputado Bolsonaro. Seguindo as orientações dos Comandantes das FFAA, os Ministros daquele TFR deci-diam que os autores tinham somente uma "expectativa de direito". Posteriormente, o STJ compreendeu e acatou que aqueles militares tinham, na verdade, "um direito adquirido subordinado a termo", direito este garantido tanto pela Lei de Introdução ao Código Civil como pela cláusula pétrea insculpida na Constituição Federal. (dentre outros, veja o MS 335/DF ).Veja você, certa vez um Coronel disse a um Suboficial que Lei de Introdução ao Código Civil somente era aplicada ao pessoal civil. O Suboficial acreditou, pois, afinal o homem era Coronel e se apresentava também como bacharel em direito. A Lei de Introdução ao Código Civil, agora denominada Lei de Introdução às Normas de Direito Brasileiras, abaixo da Constituição Federal ela ESTENDIA e ESTENDE seu império sobre todas as outras leis, decretos, regulamentos, etc. Se você tem interesse ou conhece alguém interessado, fique atento para o fato de que os militares, ainda que na reserva ou reformados, mantem com a União uma relação jurídica de trato sucessivo. Não fosse assim, o Brigadeiro Juniti Sayto, Cmt. da Aer. não teria levado o Lula a assinar, em 2009, uma lei promovendo Taifeiros na reserva e reformados.


Bernardo Alves Dinamarco

12 de Mai de 2016 às 11:41

Bernardo Alves Dinamarco
A sorte foi lançada. O Temer escolhe: para o Ministério da Defesa um jovem que só entende da defesa de seus interesses e dos interesses do seu pai, um ex-governador de MG, do qual os mineiros tem péssima recordação. Para a Agricultura um senador lembrado como "o motosserra de ouro". As florestas que se cuidem. Para as comunicações o traiçoeiro Kassab, que como o Temer, era "mui amigo" da Dilma. Para o Planejamento o Romero Jucá, homem dos 7 instrumentos, tocou na banda do FHC, Lula, Dilma e agora na do Temer. Ministério da Justiça, um advogado amigo de Temer e que já defendeu o Eduardo Cunha na Lavajato. A Polícia Federal vai sofrer interferências nas suas ações. Será que valeu a pena tirar a mulher da "pedalada" e colocar esta turma? Senhores, as cartas estão na mesa, vamos apostar!


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )