Acabou o Fosso Ideológico que Separava Governo e FFAA | Blog Paranaense | Portal Militar

Blog Paranaense

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Poltica

Acabou o Fosso Ideológico que Separava Governo e FFAA

Publicado em 02 de Jun de 2016


2374 Visualizações


Acabou o fosso ideológico que separava governo e Forças Armadas

Jorge SerrãoemAlerta Total - Há 4 horas
*Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net* *Por Luiz Eduardo da Rocha Paiva* A Constituição Federal (Art. 142) estabelece que as Forças Armadas (FA) são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e disciplina, sob a autoridade suprema do presidente da República, e se destinam à defesa da pátria, à garantia dos Poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem. Hierarquia e disciplina são princípios essenciais, pois sem elas as FA se fracionariam em grupos rivais, perderiam o caráter nacional e a confiança da... mais »

4 comentários


pixuleco comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

02 de Jun de 2016 às 18:29

pixuleco
É aí que mora o perigo. Na verdade, quem pavimentou a estrada para o PT do Lula foi FHC. Só que poucos acreditam que Lula e FHC são da mesma ideologia comunista, no sentido de sacrificar o povo para dar lucros aos megaempresários, principalmente os bancos. FHC(catedrático) massacrou os idosos, forças armadas e a educação. Lula foi ladrão de 5ª categoria. Mas FHC foi ótimo pois fez o Plano Real! O Plano econômico chamado plano Real não foi ideia só do FHC. Itamar Franco que era vice presidente do Collor de Melo ao assumir o cargo por causa do impeachment do Collor, empossou FHC como Min da Economia. E um grupo de notáveis elaborou o Plano Real. Pelo sucesso do Plano, FHC se candidatou e foi eleito Presidente da República. FHC comprou os Paramentares para alterar a regra da Eleição que antes um Presidente ficava 5 anos no cargo e com a aprovação da alteração, um Presidente podia se reeleger. FHC foi o 1º beneficiado. As Forças Armadas sofreram com FHC, principalmente no salário. Concluindo: Os políticos em geral(com poucas exceções) não veem os militares com bons olhos. Como tem muitos Partidos Políticos de esquerda no Brasil, precisamos ficar com um olho aberto e outro fechado.

 

 
paranaense comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

02 de Jun de 2016 às 20:31

paranaense
Meu caro pixuleco! Perfeito! Nossa derrocada salarial comeou no governo do FHC. Ficamos os dois mandatos desse comunista, sem reajuste. Todo comunista psicopata, no importa ser catedrtico ou analfabeto(Lula). So todos dissimulados....se necessrio, matam a prpria me. O fim desses comunistas no poder est bem prximo. Com a reativao do GSI pelo Temer, esses polticos esquerdistas esto tremendo de medo. Fraternal abrao!


luisreb comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

03 de Jun de 2016 às 13:05

luisreb
Nossa derrota salarial começou quando o General João Batista Figueiredo passou o Governo sem nos deixar garantias salariais sólidas, ou seja o inimigo sempre esteve dentro de casa!


Amiel Ballistra

05 de Jun de 2016 às 9:20

Amiel Ballistra
Se comunistas não gostam das FFAA ,considerando o aumento que o Temer deu para os militares, comparado aos concedidos para o Legislativo e Judiciário, ele, o Temer é comunista, despreza e não tem medo das FFAA. Não sou profeta, mas há indícios de que o povo comum e os militares federais vão sofrer. Qualquer um que reclamar vai ser considerado comunista, esquerdista, bolivarianista ou terrorista. Acho que os militares das FA brasileiras são muito desvalorizados. Por isto muitos deles, após irem para a reserva, procuram complementar sua remuneração com um emprego, apelando até para uma vaga na ABIN ou na EMBRAER. Imaginei a seguinte hipótese: com base na hierarquia, disciplina e cadeia de comando, os anseios da classe militar devem ser levados aos Generais. Constitucionalmente os Generais estão subordinados ao Presidente da República, que pode inclusive, transferí-los para a reserva. É uma das armas que o Presidente tem em mãos. Então, o Presidente da República usa os Generais como uma rolha, para manter as FA trancadas dentro do garrafão. E o Brasil precisa de FA? De acordo com os EUA, não, pois os países sul-americanos tem os EUA como defensor contra qualquer agressão. Então, ao Brasil basta uma Força Nacional de Segurança que para manter a ordem interna será organizada com efetivos das Polícias Militares, que já são treinadas para conter distúrbios e contam com armamento e aeronaves adequadas. Para guarda e patrulhamento do litoral, basta uma Guarda Costeira. As fronteiras terrestres serão patrulhadas pelo Exército, que não precisará de artilharia pesada ou aviação de combate. A Aeronáutica vigiará o espaço aéreo, para tanto bastando aeronaves tipo o super- tucano e, eventualmente alguma outra autorizada pela USAF. Como o Brasil vive em paz, as FA não são utilizadas. Já as Polícias, Civis ou militares além da manutenção da ordem geram dividendos para os governos. Será que esta hipótese foge muito a realidade? Parece que nossas FA estão em piores condições que as da pequena Coreia do Norte.

 

 
paranaense comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

05 de Jun de 2016 às 12:05

paranaense
Meu caro Amiel! Este reajuste que foi aprovado nesta semana, foi proposto pela dona Dilma. A ex-guerrilheira que no gosta de militares. Vamos aguardar, por enquanto o Temer um governo provisrio, mesmo assim, est na pauta uma reviso na remunerao das FFAA. Grande abrao!


Bernardo Alves Dinamarco

05 de Jun de 2016 às 13:34

Bernardo Alves Dinamarco
Antigamente. Seca brava. De madrugada mulheres e crianças, velas acesas, cantando ladainha de N.Srª, subiam a serra levando cabaças d'água para molhar o pé do cruzeiro, pedindo chuva. Já alguém disse que o clamor de certos grupos evangélicos é ouvido. Sugiro que os funcionários civis do Executivo, e os militares federais procurem saber como isto funciona, pois me parece que um cavaleiro do apocalipse está aí, trazendo sequidão, (não de água). Entretanto, dinheiro tem. Comenta-se que depois de ouvido o senhor Alexandre Frota e ver, na TV, uma entrevista com um certo senhor Rafael Ilha, o Governo pensa em criar um Ministério de Combate às Drogas. A exemplo das "bolsas crack" dos Governos do PSDB (SP e MG), este Ministério concederá às famílias dos "pacientes", o auxílio de um salário mínimo durante dois anos. Outra arara destinada a suportar milhares de cabides de emprego. Outro ralo para sugar dinheiro público. Acabam com um Ministério da Cultura e logo criam outro para 'cultivar canabis". Será verdade que há muito tempo alguém brandiu uma espada e gritou -"laços fora! Independência ou morte?"-


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )