O Maior De Todos Os Assaltos, O Assalto À Inteligência | Blog Trri | Portal Militar

Blog Trri

Perfil do trri
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Brasil

O Maior De Todos Os Assaltos, O Assalto À Inteligência

Publicado em 10 de Jun de 2016


1946 Visualizações


O MAIOR DE TODOS OS ASSALTOS, O ASSALTO À INTELIGÊNCIA
 

É um dos confrontos mais decisivos da história do Brasil. E terrivelmente desigual. De um lado, atuam grupos sociaisespontaneamente organizados, dependentes apenas do idealismo e do civismo de seus membros. Mobilizam-se contra o uso político, ideológico e partidário do sistema de ensino. De seu sucesso depende a possibilidade de que o Brasil, num horizonte de médio prazo, possa contar com a ação livre, criativa e produtiva de sua juventude para embarcar num padrão de desenvolvimento compatível com os países que já colhem os resultados de sua opção pela Educação.

No outro lado desse confronto estão os que, ao longo de sete décadas, numa continuada ação de pirataria intelectual, se foram apropriando dos instrumentos essenciais do ensino em nosso país. Nada concederam ao acaso. Escalaram a nave educacional pela popa e pela proa, ocuparam o convés, assumiram o leme, ergueram-sepelo cordame e hastearam uma bandeira vermelha no topo do mastro maior,para que todos saibam a que e a quem serve o imenso e malbaratado investimento nacional em Educação.É uma estrutura tão danosa quanto poderosa. Ela se vale do uso abusivo da sala de aula por professores que aparentemente aprenderam com os índios jivaros a técnica de encolher cabeças; da militância dos sindicatos profissionais dos docentes;da apropriação política do Ministério da Educação, de suas verbas e programas; do controle dos conteúdos dos livros didáticos; das provas e concursos públicos, do ENEM, e por aí vai. O que acontece no setor “cultural” é um nadinha, merreca, comparado com o que acontece no “educacional”.

Mas não só isso. Se você pensa que os controladores dessa agenda nos últimos 13 anos só roubaram o nosso dinheiro, o patrimônio público, a credibilidade do país, saiba que omagno malefícioda corrupção é pequeno se comparado com o assalto ao sistema de ensino, que já abocanhou as potencialidades e o futuro de mais de uma geração de brasileiros, formatados para serem massa de manobra do movimento revolucionário em curso. De milhões de brasileiros, tomaram o intelecto e a honestidade!Como calcular o valor desse dano?Mentiram-lhes tanto que já não se importam com a diferença entre verdade e mentira.Trata-se de uma atividade que se conta em décadas e que, na prática, viabilizou a chegada ao poder, em 2003, do grupo que governou o Brasil nos últimos 13 anos. A tragédia social, política e econômica que se produziu no país compõe o inevitável refrão do fracasso que se sucede a cada cantoria de quem governa sob tais ideias e sob liderançasassim em qualquer parte do planeta. Nunca fizeram algo melhor do que isso.

O que mais bem expressa esse confrontoentre o Brasil que está concebido pelo sistema de ensino que temos e aquele pelo qual todo brasileiro anseia, éa atividade do movimento Escola Sem Partido. Há muitos anos, sob a liderança de Miguel Nagib, esse grupo vem denunciando a pirataria apátrida das bandeiras vermelhas, símbolos de uma revolução que nenhuma pessoa sensata poderia desejar. E se é algo que nenhum pai ou mãe há de querer para seus filhos, cabe, então, a pergunta: como conseguem, os piratas da Educação, mobilizar pessoas para algo que, em todas as suas experiências,só gerou miséria e opressão? Resposta simples: acabando com a sensatez. E é impossível acabar com a sensatez sem controlar os meios de ensino.

A UNE, União Nacional de Estudantes, há mais de meio século é comandada por jovens comunistas, estudantes profissionais, a serviço de uma agenda apátrida, de pirataria política, que nada tem a ver com o bem do Brasil. Em nome de qual interesse público a rapaziada da UNE recebe milhões de reais por ano do nosso dinheiro para queimarem em festas, bebidas e viagens e, claro, atenderem com docilidade aos estalos de dedo dos que lhes suprimiram mente e caráter?

 

 

Percival Puggina, membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+.

3 comentários


MARMOSILVA-RIO comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

10 de Jun de 2016 às 11:09

MARMOSILVA-RIO
Prezado Amigo. Trii Bom Dia! Gostaria de dizer que um artigo como esse faz as minhas esperanças se aquecer, pois alguns dias atrás, falei sobre a comunização das universidades a mais de uma década, e ainda compartilhei que no meu terceiro período da faculdade de Direito, eu já era obrigado a responder nas provas, questões com ideologias marxistas e comuna fascistas, quando vinha de um professor, idólatra de Lula. O resultado é funesto, o brasileiro, precisará de pelo menos mais outra década para formar uma nova geração de patriotas, comprometidos com essa nação, mas antes disso, será preciso banir por completo, os apedeutas, algozes e apátridas desta nação. Condená-los criminalmente, expulsá-los da vida pública, negá-los os direitos políticos para o resto da vida, cobrar indenizações pelos incalculáveis danos causados à nação e sociedade como um todo. Sobretudo, pelo que apresenta o Brasil, hoje, na opinião pública internacional. Viramos chacotas e argumentos de piadas em programas humorísticos nos E.U.A. Isso realmente é uma vergonha! E o nosso povo merece respeito. Att. MARMOSILVA-RIO


Amiel Ballistra

14 de Jun de 2016 às 15:11

Amiel Ballistra
Não acredito que Lula, Dilma e PT sejam comunistas e responsáveis pela crise de caráter que assola o Brasil. No Vaticano não existem comunistas, nem Lula nem Dilma, no entanto ficou estampada na imprensa mundial os escândalos envolvendo o alto escalão da Igreja, a exemplo, o caso do Bispo Paul Marsinkus. É possível que algumas pessoas sejam mais suscetíveis à "febre do ouro". São como aqueles pássaros que levam para o ninho tudo o que vem brilhando.


Bernardo Alves Dinamarco

24 de Jun de 2016 às 23:50

Bernardo Alves Dinamarco
Dia 24/06/2016, programa Observatório da Imprensa. Um dos entrevistados mencionou um organismo internacional que avalia o grau de conhecimento da população de cada país. Brasil está entre os últimos. Dado curioso é que enquanto o brasileiro comum estaria a 60 pontos atrás da população comum por exemplo, da Finlândia, a elite brasileira ocuparia a centésima posição relativamente a elite daquele país. É a elite burra. Como os reis que dependiam dos seus "escribas". Aqui, em se plantando tudo dá, até falsas esperanças rendem dinheiro.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )