Alta Cúpula Militar Acorda e Começa Reagir | Blog Liberdade | Portal Militar

Blog Liberdade

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Carreira Militar

Alta Cúpula Militar Acorda e Começa Reagir

Publicado em 02 de Ago. de 2016


34558 Visualizações


 

Alta Cúpula Militar reagiu contra a intenção do governo em unificar as previdências e incluir militares das FA no projeto; vale ressaltar que militares das FA, onde excluo PMs, são especiais quanto a relação com o mundo do trabalho, e quanto a direitos, isso em relação a servidores públicos civis e policiais militares; Vale ressaltar, caso tratem militares(FA) com igualdade em relação a demais servidores, inclusive quanto a unificação das previdências; deve também o governo, respeitar e igualar direitos, dando também ao militares (FA) direito a:

Definição, com cumprimento de carga horária que resulta em pagamento de horas extras;

Adicional Noturno;

Periculosidade;

Contagem do tempo de serviço como especial em decorrência da exposição a riscos, e serviço noturno, isso para acréscimo de tempo para transferência para reserva.  

 

          VEJAM

Aeronáutica é contra unificação na Previdência

Para brigadeiro, militares têm regras diferentes das outras categorias e há soluções mais simples e eficientes para os cortes de custos

BRASÍLIA - O comandante da Aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Rossatto, afirmou não concordar com a ideia proposta pelo Palácio do Planalto de criar um regime único de Previdência Social, que incluiria civis e militares no mesmo sistema. "Não há necessidade disso (unificar). Temos soluções muito mais eficientes e simples, que passam pela reestruturação administrativa e operacional, que já está em curso, como a substituição de oficiais permanentes por temporários, que vai reduzir, por exemplo, o efetivo da Força Aérea em 25% até 2035", disse o brigadeiro à reportagem, ao lembrar que os militares têm atividades completamente diferenciadas.

Outra medida em execução para reduzir despesas é a substituição de serviços de manutenção que eram executados por pessoal da Força Aérea Brasileira (FAB) por empresas especializadas.

 

Foto: Divulgação
ctv-kl4-rossato

Para Rossato, diferenças têm de ser consideradas nas discussões da reforma

 

"Não temos FGTS, não podemos fazer greve, não recebemos adicional de periculosidade, apesar de muitas de nossas funções serem de risco, somos compulsoriamente transferidos para os mais distantes locais do País, sem direito a questionamentos, não temos jornada de oito horas e fazemos qualquer coisa a qualquer momento do dia ou da noite. Não recebemos adicional noturno ou hora extra, não podemos nos sindicalizar ou ter filiação partidária, entre outras coisas", listou o brigadeiro. "Não estamos reivindicando isso", explicou, ao salientar que "a missão do militar inclui até morrer pelo País e ele não pode dizer que não quer fazer tal coisa, porque é perigoso". Mas emendou: "No entanto, essas diferenças têm de ser consideradas".

Perdas. Ele lembrou que, em 2001, os militares perderam benefícios como o auxílio-moradia. Um benefício muito questionado, as pensões pagas aos filhos de militares, foi eliminado naquela época para os novos ingressantes no quadro. Quem tem direito a essa pensão, diz, o faz com base em direito adquirido. Ele fez questão de destacar ainda que os militares "pagaram e continuam pagando a vida inteira por isso, descontando em seus contracheques".

Segundo o comandante, a redução dos benefícios aos militares em 2001 representou uma perda de 25% do salário da categoria. Citou também que o militar não se aposenta, mas vai para a reserva e pode ser convocado a qualquer momento, durante um longo período, o que não acontece com outras categorias - onde, quando o trabalhador se aposenta, acaba totalmente o vínculo.

De acordo com o brigadeiro, com medidas como a substituição do pessoal efetivo por temporário e a entrada de empresas na manutenção das aeronaves, "o aspecto de custo será muito reduzido e irá superar o que querem economizar". Para ele, a FAB, que já colocou essas medidas em prática, caminha para ter "uma estrutura muito mais enxuta e capaz". O brigadeiro lembrou que esse "modelo de otimização de recursos" já foi feito no Canadá, na França e na Inglaterra e continua sendo feito e aprimorado nesses países.

O comandante disse ainda que o corte de despesas na Aeronáutica passa também pela "grande diminuição da atividade-meio" e da introdução do que chamou de "capacidade de operação desdobrada", que significa o fortalecimento de algumas bases aéreas, como Anápolis e Natal, com redução de atividades de outras, como Fortaleza, Recife, Santos e Florianópolis. Essas últimas passarão de mil para 200 funcionários, já a partir do ano que vem.

"Essas mudanças não são por causa da Previdência, mas porque estamos sempre buscando colaborar com a redução de despesas", declarou. Ele estima que reduzirá as despesas discricionárias pela metade, em cinco anos, de R$ 2 bilhões em 2015 para R$ 1 bilhão em 2020. Hoje, 66% dos recursos da força, que são da ordem de R$ 6 bilhões, se destinam a pessoal. Outros 13% são para custeio, 17% para investimento e o restante para pagamento de dívidas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

15 comentários


Osman Do Rosario

02 de Ago. de 2016 às 11:57

Osman Do Rosario
Ufa!!! salvou-se uma alma no purgatório.

 

 
Carlindo Silva Santos Filho

02 de Ago. de 2016 às 20:14

Carlindo Silva Santos Filho
No existe nada de errado com o sistema que subsiste por muitas dcadas.A crise no est firmada nas instituies que funcionam completamente bem, mas, na falta de carter dos polticos que roubam o errio pblico, desviam fortunas do nosso PIB para favorecer suas contas no exterior, e, suas riquezas, aqui, no Brasil, e, no so punidos pela justia que j foi aparelhada pelos comunistas. Temos , hoje, um Brasil com 80% do comunismo j instalado! O Vice Temer a continuao da Ptria Grande, bolivariana. Se no acreditam, repassem o vdeo do discurso de Temer que vazou antes de assumir o Governo interino. Muitas confisses gravadas, o suficiente para que Lula, Dilma, e todos os comunistas, e seus partidos de apoio fossem extirpados da histria do povo Brasileiro! No , somente o PT, so todos os partidos, sem exceo. Deve fazer distino, apenas de um punhado de Deputados e Senadores que esto lutando para que esse sistema poltico insano no complete sua instalao, no Brasil!


pixuleco comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

02 de Ago. de 2016 às 12:09

pixuleco
Na década de 80, no prédio do comando da Base Aérea onde servi, quem fazia a limpeza era uma firma terceirizada que entrava com o pessoal e os produtos de limpeza inclusive rodos, vassouras,.....Atualmente não sei se vale a pena investir em pessoal civil até na manutenção de aeronaves. Acho que essa medida tirará o lugar dos sargentos da área de manutenção, que são ótimos profissionais. Desse jeito vão terceirizar outras áreas como a da construção. O engraçado é que na área da Engenharia, quando as construtoras civis falham, chamam a Engenharia do Exército.


Ivanio Semenow

02 de Ago. de 2016 às 12:23

Ivanio Semenow
Srs.Os governos civis,sao uns parasitas de militares,nao investem em nada,nao dao nada,somente querem tirar o que nao tem para tirar e ainda cobram serviços extra,tipo esta olimpiada que ao meu ver nao serve para nada em detrimento da falta de segurança,falta de saude publica,falta de educaçao,falta de infra-estrutura,e assim vai no pais dos ladroes e corruptos.Esta na hora de aparecer alguem da alta cupula militar e dar um basta.E muito simples,cortem pela metade para começar os deputados e senadores,do judiciario tambem,funcionarios e parasitas que la tem somente mamando,ferro nos corruptos,com leis rigidas e que sejam cumpridas a rigor e em espaço de tempo curto,ai começa uma economia muito saudavel.Mas,e sempre os militares federais que tem que pagar o pato,vao tomar vergonha na cara,olhem um salario de sargento,uma vergonha,uma falta de respeito.Tem parasita no congresso e senado servindo cafezinho e ganhando mais que oficial,muita xyzwhijp,muita falta de respeito e consideraçao,esta na hora de mudar o pensar a respeito e as atitudes,vamos partir para a açao,pois,ninguem mais respeita a constituiçao,com exceçao do militar.Vamos dar um basta a tanta desigualdade e falta de respeito com os militares.Quero ver a hora que o circo pegar fogo quem e que vai apagar o incendio,dai chamen,o congresso e camara e judiciario,quero ver se estao preparados para matar pela patria,dai eu quero ver.BRASIL ACIMA DE TUDO E DEUS ACIMA DE TODOS.SELVA.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

02 de Ago. de 2016 às 13:18

Avassalador
O que é fato e já incomoda a Alta Cúpula Militar, é que hoje, OF. Superiores,Intermediários, Subalternos e Graduados são unanimes em atribuir a culpa pelo esquecimento, baixos e humilhantes soldos a Alta Cúpula Militar.


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

02 de Ago. de 2016 às 13:33

Avassalador
Os oficiais generais estão sendo execrados,isso diante da culpa pela vergonhosa situação de defasagem salarial em que vivem os membros da família militar das FA. "QUEM NÃO CHORA NÃO MAMA" nesse mesmo sentido. QUEM NÃO TEM CORAGEM FOGE A PERDER A GUERRA"


Abimael Ferreira Da Silva

02 de Ago. de 2016 às 14:04

Abimael Ferreira Da Silva
E os outros dois não vão se manifestar???


Avassalador comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

02 de Ago. de 2016 às 19:24

Avassalador
Para saber como são tratados os militares das FA, tivemos e estamos tendo um claro exemplo; vejam que militares PMs estaduais que compõem a chamada "Força Nacional" chegaram no RJ e logo trataram de mostrar as unhas, paralisaram a atividade, fizeram motim e foram atendidos pelo governo passando a receber diária gorda, a pergunta que fica é: E os ordeiros militares das FA que estão também escalados para prover a segurança nas olimpíadas como estão sendo tratados quanto a diárias e escala de serviços ? COM A PALAVRA OS COMANDANTES MILITARES.

 

 
Ailton Cardoso

07 de Ago. de 2016 às 22:32

Ailton Cardoso
O Comandante das FFAA no o poltico de esquerda Raul Jungman?


luisreb comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

02 de Ago. de 2016 às 20:29

luisreb
Senhores, desde 2001 estamos com os vencimento baixos e piorando a cada ano, a culpa é de que nos cobra LEALDADE, alguém duvida que os Oficiais Generais vão nos vender?


Tito

03 de Ago. de 2016 às 10:06

Tito
O problema do Brasil e simples de se resolver acabar com os CORRUPTOS E com os LADRÕES da nação, apoiar a lava jato, apoiar as dez medidas do MPF, as forças armadas esta sendo prejudicada desde de 2001, quando FIZERAM a LEI 2215/2001, esta LEI esta no SENADO parada a esperá de QUE, estes estes governantes são as escoria do Brasil, se os comandantes ficarem em cima do muro eles vão passar mas esta vergonha e no final os maiores prejudicados será as forças armadas, acorda COMANDANTES e pense na TROPA que deu e da o seus sangue pelo BRASIL,


Mazzini

03 de Ago. de 2016 às 19:26

Mazzini
Esses civis que ficam propondo reforma da previdência para os militares não sabem nada da vida na caserna. Como disse o brigadeiro, não temos horas extras, adicional noturno e, o mais importante, continuamos descontando pensão militar mesmo na reserva, o que não acontece com os civis quando se aposentam. É um absurdo também fixar a idade mínima de 65 anos para o militar pedir a reserva. Só podem estar de brincadeira. E não falaram nada sobre reforma da previdência dos parlamentares e magistrados, esses sim os verdadeiros marajás do serviço público. Que essa "civilzada" que vão se "catá".


Jose Luiz Barbosa

03 de Ago. de 2016 às 6:35

Jose Luiz Barbosa
É fundamental que haja a extinção de privilégios e mais rigor, controle e fiscalização nas instituições militares, que sempre são tratadas como uma ilha. E os militares sejam dos estados, sejam da união merecem tratamento diferenciado, pois suas funções e o status jurídico de militar operam vedações, limitações, e restrições da direitos trabalhistas consagrados, e ainda são submetidos a uma odiosa redução e violação de sua cidadania, pois são o constituinte de 88 não alterou e nem reformulou o capítulo inerente aos militares dos estados, que por definição e atribuição constitucional e legal são os responsáveis pela segurança pública. Assim até que haja sua completa adequação ao texto constitucional os militares estaduais devem ser tratados em um sistema de previdência própria, com direitos, deveres, prerrogativas, e garantias que lhe são próprias e pertinentes a sua condição profissional e jurídica, e a sua estadania.


Brasil Cordeiro De Miranda

04 de Ago. de 2016 às 3:15

Brasil Cordeiro De Miranda
É chegada a hora dos nossos Comandantes virem a público, como o fez agora o Ten Brig Rossato, Comandante da Aeronáutica, e saírem do seu eterno mutismo e marasmo ao longo de tanto tempo,no sentido de divulgar democraticamente nossa realidade, em todos os sentidos, através dos meios de comunicação e redes sociais, mostrando à Sociedade como um todo as peculiaridades da nossa carreira, do nosso patriotismo, civismo e amor à sagrada Pátria sem nada exigir em troca, muito ao contrário, a ela oferecendo nosso sacrifício e até mesmo a própria morte como juramos por ocasião do nosso sagrado Compromisso. O tema atual reveste-se de capital importância pela importância do que vem sendo divulgado por pessoas e autoridades, muitas delas, exercendo cargos conquistados através de conchavos políticos e sem o mínimo conhecimento técnico, em obediência à antiga expressão do "toma lá, dá cá", como sempre o fazem, fato corriqueiro em nossa falida política e com a intenção de nos igualarmos aos demais servidores, sem que os desmereçamos, obviamente, de acordo com seu ranço e revanchismo baratos infelizmente ainda hoje existentes. Não vejo necessidade de entrar em detalhes, tendo em vista que o brilhante comentário do Brigadeiro Rossato é do perfeito entendimento daqueles que dele venham ter conhecimento, pela sua clareza, precisão e concisão.


Gil

07 de Ago. de 2016 às 23:34

Gil
Comunismo abestado!...Vão acabar com as FFAA...Estão diminuindo tudo...comunistas infiltrados e irão aumentar mais ainda com essa tal terceirização. Saiam debaixo!...Tá faltando patriotismo, caráter e culhões!


Dora Miranda

11 de Ago. de 2016 às 18:11

Dora Miranda
É uma vergonha o que estão fazendo com as nossas FFAA, como já foi dito, desde 2001. Pior, não é só uma vergonha, é uma afronta ao poder da Soberania Brasileira. Aqui em Natal, ao mesmo tempo que me sinto aliviada em ver nossos soldados nas ruas, me corta o coração lembrar de tudo o que eles passam e o quanto recebem em troca por um serviço de tamanha e incomparável importância e responsabilidade. Tudo isto tem que mudar, este novo golpe dos comunistas e seus criminosos aliados contra a nossa Nação Democrática Brasileira precisa ser exterminado! Muitos civis solidários e sem saber o que fazer para ajudar, a não ser clamar pela intervenção militar eque, dessa vez, os líderes e maiores ativistas desses crimes jamais sejam anistiados. Sobre o mais que devido valor a família militar no Brasil, com a Intervenção, acreditamos que será uma consequência justa e natural. Força Guerreiros, pois todos os cidadãos não criminosos, não ligados a criminosos e nem apoiadores dos mesmos, já estão em apoio, muitos até explícitos, assim como este meu humilde e completo apoio a todos vocês. Por Deus, Pátria e Família, sempre e amém!


Roberval Bouas

14 de Ago. de 2016 às 12:57

Roberval Bouas
Meu nome é Roberval Bouças sou 1° SGT PMBA, o Militar sempre teve legislação especifica e isso deve continuar pois não é privilégios e sim direito adquirido, não temos FGTS nem outras garantias querem cortar gastos reduzam o Congresso Nacional e o Senado Federal, é um absurdo a população ter que sustentar um congresso nefasto com mais de 500 deputados, nossa democracia é a mais cara do mundo.


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )