Origem de Ryan Lochte ser “Lian” (lie) Lochte | Blog Mudar Conceitos e Valores | Portal Militar

Blog Mudar Conceitos e Valores

Quem sou eu? Clique e conheça meu Perfil
Acompanhe os Blogs da sua conta no google, yahoo e outros. Você pode escolher receber por email informação de novas postagens nos blogs. Fique Ligado.

Brasil

Origem de Ryan Lochte ser “Lian” (lie) Lochte

Publicado em 19 de Ago. de 2016


1621 Visualizações


 

Prezados,

 

Apresento o documento “Origem de Ryan Lochte ser “Lian” (lie) Lochte”, https://pt.scribd.com/document/321717240/Origem-de-Ryan-Lochte-SER-Lian-Lie-Lochte , onde estamos expondo nosso inconformismo com o tratamento de “JOVEM” dado a um “BURRO VELHO” de 32 anos, bem como, nosso empírico entendimento de que o mesmo é subproduto do culto, norte-americano, ao “aluno Atleta”, extendendo tais avaliações aos desdobramentos indesejáveis do “bulling”, da “intransigência à diversidade”, permitida a Estes, que presumivelmente provocam atitudes, de desespero, inaceitáveis, como a de Seung-Hui Cho.

 

Atenciosamente,

Plinio Marcos

 

 

1 comentários


Amiel Ballistra

21 de Ago. de 2016 às 22:38

Amiel Ballistra
Este nadador deve ter escutado o Van Dame (artista de cinema) dizer:- " Os brasileiros são ótimos. Podemos fazer com eles o que quisermos, que no final ainda nos presenteiam com um cacho de bananas e um macaco". A intenção deste tal Ryan era, aproveitando-se do clima de olimpíadas, desmoralizar o Brasil e pedir uma indenização. Para os brasileiros que consideram os yanquees nossos amigos, sugiro fazer isto la.

 

 
pliniomarcosmr comentou. Clique aqui para ver seu perfil.

22 de Ago. de 2016 às 17:19

pliniomarcosmr
Prezado , Me parece que o fato ocorreu na Comic Con 2010, que est aconteceu em San Diego, quando No painel sobre o filme Os Mercenrios, filmado no Brasil em abril de 2009, o ator ouviu a pergunta: por que rodar no Brasil?. Respondeu em tom de piada: L voc pode atirar nas pessoas, explodir coisas e eles dizem obrigado! E aqui est um macaco para voc levar para casa. No poderamos ter feito o que fizemos (em outro lugar). Explodimos muita terra. Parecia assim: todo mundo traz o cachorro quente. Vamos fazer um churrasco. Vamos explodir essa cidade. Minha interpretao, que diferente de muitos, tem relao com a dificuldade que os produtores tem nos Estados Unidos em fazer cenas de perigo, e as muitas facilidades que Sylvester como produtor encontrou no Brasil, principalmente em relao a custos. Me parece tambm, que ryan no passa de um burro velho que no cresceu, no amadureceu, porque, vive em um contexto de que TUDO PODE por ser um atleta de ponta na natao, e por isso, importantssimo para todos os interessados envolvidos. Logo, embora burro velho, acreditou que poderia utilizar do fato notrio, pela constante divulgao da mdia brasileira, de que o Rio no um lugar seguro, e que nossa polcia corrpta. O que no esperava era que o Rio no to inseguro quanto a mdia brasileira divulga, e apregoa, bem como, que a polcia brasileira competente, e tambm, no to corrpta quanto a mdia brasileira divulga, e apregoa. No fim podemos dizer que a conduta de ryan no s imatura, colocando-o como um retardado, como tambm, demonstra, de forma irrefutvel, inquestionvel, que tem carter, no mnimo, duvidoso. Abraos, Plinio Marcos


DEIXE SEU COMENTÁRIO


O blogueiro não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas. Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor. O blogueiro fará a moderação antes de publicar o comentário.

Aceito receber emails do Portal Militar. Emails de confirmação, avisos, notícias e lembretes. ( Obrigatório )